A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/03/2012 18:00

Jovem se apresenta e diz que agrediu morador de rua, mas não ateou fogo

Nadyenka Castro e Francisco Júnior

Thiago Vieira da Silva foi à delegacia com advogado. Este falou que seu cliente tinha desavença com Levi Costa

Thiago disse que agrediu Levi, mas não colocou fogo. (Foto: João Garrigó)Thiago disse que agrediu Levi, mas não colocou fogo. (Foto: João Garrigó)
Thiago se apresentou acompanhado do advogado Marcos Ivan. (Foto: João Garrigó)Thiago se apresentou acompanhado do advogado Marcos Ivan. (Foto: João Garrigó)

Envolvido na tentativa de homicídio contra o morador de rua Levi da Costa, 22 anos, na madrugada do último dia 10, em Campo Grande, Thiago Vieira da Silva, 27 anos, se apresentou na tarde desta terça-feira na 2ª Delegacia de Polícia Civil.

Ele se apresentou acompanhado do advogado Marcos Ivan Silva, que declarou que Thiago lhe disse que agrediu Levi, mas não ateou fogo. O rapaz disse à imprensa que no dia do crime havia brigado com a vítima por causa de uma namorada.

Thiago foi ouvido por cerca de 45 minutos e continua em liberdade. Após prestar depoimento, ele contou à imprensa que depois da briga com Levi soube do paradeiro dele e foi até o local com mais quatro pessoas, sendo uma delas mulher.

O rapaz então agrediu Levi. Segundo o advogado, Thiago estava sob efeito de cocaína e viu a vítima correr gritando por socorro.

Thiago declarou que conhece Levi há aproximadamente um ano e que ambos moram no mesmo bairro aonde aconteceu o crime, no Jardim Nascente do Segredo. O rapaz falou à Polícia os nomes dos demais envolvidos e pode ter a prisão pedida.

Levi, que mora há dois anos nas ruas, é dependente químico. Ele foi agredido e teve queimaduras de segundo grau por metade do corpo. As partes mais atingidas foram adbômen, tórax, rosto e genitália. Ele está internado na ala dos queimados da Santa Casa.



Tem que ir todos pra cadeia, porque se ficar impune, vai acontecer novamente como em muitos casos por aí....
Já demos um exemplo condenando aquele elemento que tirando racha, matou a jovem no acidente da Afonso Pena.
Os direitos Humanos tem que ser para Humanos e não para esses Animais que cometem esses crimes...
 
alci olidio da silva em 13/03/2012 08:25:28
Se foi ele que aagrediu, imagina então quem ateou fono, estou aqui pensando deve ter sido meu avo que saiu do tumulo e veio atear fogo.
 
ramao Aguero em 13/03/2012 07:19:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions