ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Juiz mantém prisão de motorista que matou dois em acidente na Guaicurus

A defesa tentou reverter a preventiva sob alegação de que clamor social não se presta a fundamentar prisão

Por Aline dos Santos | 22/02/2021 08:06
Acidente matou duas pessoas na Avenida Guaicurus na manhã de 4 de fevereiro. (Foto: Henrique Kawaminami)
Acidente matou duas pessoas na Avenida Guaicurus na manhã de 4 de fevereiro. (Foto: Henrique Kawaminami)

A Justiça negou a revogação da prisão preventiva de Vinícius de Oliveira Gonçalves, que matou duas pessoas em acidente de trânsito na Avenida Guaicurus, em Campo Grande. O motorista está preso desde o dia 4 de fevereiro.

A defesa tentava reverter a preventiva sob alegação de que o  acusado é pessoa honesta, com emprego, endereço fixo, réu primário, que os fatos do caso foram distorcidos e que clamor social não se presta a fundamentar prisão.

O pedido foi negado na última sexta-feira (dia 19) pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Aluízio Pereira dos Santos.

“E, no conflito de interesses, de um lado a liberdade (investigado) e do outro o interesse público (paz social, segurança, convívio harmônico), impõe-se aplicar o princípio da proporcionalidade”, afirma o magistrado.

Na sequência, o juiz afirma que o crime de homicídio reflete diretamente na sociedade.

O acidente aconteceu no cruzamento das avenidas Guaicurus e Marginal Bálsamo, Vila Aimoré, em Campo Grande. Vinícius, 20 anos, conduzia um Gol pela Guaicurus, no sentido bairro-centro, e estava acompanhado de uma jovem de 22 anos. Ele disse que acelerou ao ser perseguido pelo ex da moça, um rapaz de 24 anos que estava numa motocicleta.

Depois de acelerar, passou em alta velocidade por quebra-molas e atingiu o Renault Scénic que estava na Marginal Bálsamo. Os dois ocupantes do Scénic eram Jair Fernandes Pereira, 49 anos, e Mauro Jorge Pereira Nantes, 54 anos. Os dois morreram no local do acidente.

A investigação avaliou que a alegada ameaça que Vinícius diz ter sofrido não o exime da responsabilidade de ter provocado o acidente. Ele está preso no Centro de Triagem.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário