A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

24/01/2014 14:57

Juiz põe 10 oficiais para notificar todos os integrantes de “rolezinho”

Edivaldo Bitencourt
Juiz põe 10 oficiais para notificar todos os integrantes de “rolezinho”

O juiz da 4ª Vara Cível de Campo Grande, José Rubens Senefonte, determinou, por meio de liminar, que 10 oficiais de Justiça acompanhem o “rolezinho” no Shopping Campo Grande. Eles deverão notificar todos os participantes do movimento, que tem o objetivo de protestar contra a discriminação.

O Shopping Campo Grande havia solicitado ao magistrado a fixação de multa de R$ 50 mil para quem participasse do ato no domingo, a partir das 16h20. No entanto, o magistrado fixou multa de R$ 1 mil por dia, com o limite máximo de 15 dias.

Além de proibir o “rolezinho”, o magistrado concedeu o interdito proibitório para garantir o funcionamento do estabelecimento comercial no domingo. Geralmente, no domingo, funciona a praça da alimentação, o setor de brinquedos e os cinemas.

O BR Malls, que administra o shopping, havia solicitado ainda a presença da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e da Guarda Municipal dentro e fora do centro comercial para garantir a segurança dos consumidores, dos comerciários e lojistas. No entanto, o magistrado só determinou a mobilização da PM para garantir a segurança dos 10 oficiais de Justiça, que vão ficar nos acessos ao Shopping Campo Grande e notificar todos os participantes do “rolezinho”.

Na liminar, Senefonte proíbe os participantes do movimento de depredar as lojas, promover tumultos, algazarras, vandalismo, uso de equipamento de som em volume excessivo e não interferir no real funcionamento do shopping.

Até hoje, 1,2 mil pessoas já confirmaram participação no “rolezinho” no Shopping Campo Grande a partir das 16h20 de domingo. No entanto, na página do grupo no Facebook, eles destacam que são contra algazarras e atos de vandalismo.

“Um salve pra quem curte dar um rolê firmeza e ainda expor as contradições hipócritas da elite brasileira racista! Que o bonde seja formado, pois o rolezinho nos espera! Xora burguesia! Kkkkkkk”, destacam os organizadores. E arrematam: “CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DA POBREZA! RACISMO NÃO! É nóis que luta.”

Comissão da OAB discute decisão judicial que barrou “rolezinho”
Comissão, montada pela OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul), discutirá, nesta sexta-feira (24), decisão judicial que ...
Justiça proíbe "rolezinho" e manda PM reforçar segurança de shopping
A Justiça concedeu liminar e proibiu a realização do "rolezinho" no Shopping Campo Grande no domingo, a partir das 16h20, sob pena de multa de R$ 1 m...
Eventos de Natal, inauguração de igreja e obras interditam 9 ruas na Capital
A Agetran (Agência Municial de Transporte e Trânsito) informa que pelo menos 9 ruas terão o tráfego impedido neste domingo (17) em Campo Grande. O fe...


Concordo com o comentário de Maria Aparecida. O shopping sempre esteve aberto para qualquer um. Na realidade essas pessoas que organizam essas "manifestações" aproveitam qualquer justificativa para fazer baderna. Shopping não é local disso. Se querem reivindicar algo pq não vão para Câmara Municipal? Essas pessoas se mostram tão indignadas com a burguesia, mas será q não enxergam que essa tal burguesia em algum momento de suas vidas tiveram e tem q trabalhar muito para manterem o patrimônio que tem? Com exceção da maioria dos políticos q "ganham" muito sem ter q cumprir com suas obrigações, mas ai a culpa tb é do próprio cidadão q elege quem não tem competência e caráter nenhum p representar o povo.
 
Suzana Souza em 25/01/2014 13:15:08
É isso ai, vamos acabar com essa ação de baderneiros. Uma sugestão, sempre que houver tentativa de planejar um "rolezinho" Identificar o organizador fazendo com que esse indivíduo se responsabilize criminalmente por eventuais danos à sociedade.
 
João Carlos Rezende em 24/01/2014 16:57:17
Discriminação? Não estou entendendo! Nunca soube que alguém foi impedido de entrar no Shopping Campo Grande. Ou foi e eu é que não li a notícia?
 
Maria Aparecida Fraga Ferreira em 24/01/2014 15:57:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions