A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

07/11/2015 11:45

Juiz recebe denúncia contra guarda acusado de matar jovem com três tiros

Michel Faustino
Fábio disse que apanhou de oito, antes do incidente (Foto: Reprodução)Fábio disse que apanhou de oito, antes do incidente (Foto: Reprodução)

O juiz titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Carlos Alberto Garcete de Almeida, recebeu a denúncia contra o guarda municipal Emerson Pecorari da Silva, 32 anos acusado de envolvimento na morte do jovem Felipe Cardoso da Silva, 23 anos, ocorrida no dia 2 de outubro, no Aero Rancho, em Campo Grande.

Na decisão, o juiz determinou que o acusado seja citado no prazo de 10 dias, respondendo a acusação a qual lhe é imputada. Caso não apresente defesa, o mesmo será assistido por uns dos defensores que atuam na 1ª Vara do Júri.

Conforme entrevista ao Campo Grande News, o guarda apontou que agiu por impulso. “Foi algo do momento”, comentou. Ele iria comemorar o aniversário em casa, então passou no bar para comprar cerveja, momento que foi agredido por oito pessoas, que ele afirmou não conhecer. “Eles me identificaram com guarda municipal”, disse sobre o motivo da agressão.

Montanha relatou que foi realizado um disparo acidental da arma, porém não quis falar muito sobre o caso. Depois do crime, ele fugiu e não foi visto. Ele contou que não quer dificultar as investigações e vai se entregar em breve. Ainda ressaltou que não dorme ou come direito desde o incidente. “Se eu pudesse voltar atrás, eu voltaria”, desabafou.

Crime - O outro suspeito de participação no homicídio é o guarda municipal EmersonPecorari da Silva, 32. Conforme a Polícia Civil, durante levantamento no local de crime, a Polícia Militar conseguiu identificar os dois guardas municipais na região, que são acusados de envolvimento no caso. Emerson estava trabalhando e Fábio de folga.

Porém, uma equipe de reportagem que também estava no bairro fazendo a cobertura do homicídio foi surpreendida quando uma pessoa jogou bilhete no veículo dizendo “foi a polícia que matou o Felipe”. O papel foi entregue ao delegado plantonista. Uma pistola Tauros 380 foi apreendida pelos investigadores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions