A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

28/04/2018 15:15

Justiça Federal revoga prisão e “Playboy da Mansão” é solto

Ele foi alvo da operação Harpócrates, realizada pela Polícia Federal em 21 de dezembro

Aline dos Santos
Empresário ficou conhecido como “Playboy da Mansão” por festas em casa de alto padrão. (Foto: Reprodução/Facebook)Empresário ficou conhecido como “Playboy da Mansão” por festas em casa de alto padrão. (Foto: Reprodução/Facebook)

A Justiça Federal revogou ontem a prisão preventiva do empresário Marcel Costa Hernandes Colombo, conhecido como o “Playboy da Mansão”. Ele foi alvo da operação Harpócrates, realizada pela PF (Polícia Federal) em 21 de dezembro. A ação investigou a venda de produtos importados sem pagamento de impostos, crime de descaminho.

A denúncia contra Marcel foi jugada parcialmente procedente. Ele foi condenado por crime de descaminho e por posse irregular de arma de fogo de uso permitido. Em contrapartida, foi absolvido por falta de provas dos crimes de moeda falsa e contrabando.

Marcel poderá apelar em liberdade. “Tendo em vista que foi fixado o regime inicial aberto e substituída a pena privativa de liberdade por penas alternativas”, informa a decisão. Ele terá que prestar serviços à sociedade.

O juiz da 5ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande, Dalton Igor Kita Conrado, ainda determinou a perda das mercadorias encontradas com o réu e que armas e munições sejam enviadas ao Exército. De acordo com o advogado André Stuart, que atua na defesa de Marcel, ele foi solto ontem à noite. 

Operação - A ação da Polícia Federal não tinha mandados de prisão, mas o empresário foi preso em flagrante depois que a PF encontrou R$ 2,2 mil em notas falsas, duas armas (uma pistola de pressão e um revólver calibre 635), e ampolas de anabolizantes guardados em sua casa, no bairro Carandá Bosque, em Campo Grande. Na sequência, a prisão foi convertida em preventiva.

O empresário ficou conhecido como “Playboy da Mansão” por festas em casa de alto padrão e por ironizar equipe de reportagem após ser detido pela (Polícia Militar) em 2016. (Matéria editada às 16h18 para acréscimo de informação)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions