A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

20/05/2014 08:16

Justiça suspende cassação de médico punido pelo CRM há mais de 10 anos

Aline dos Santos

Liminar da Justiça Federal suspendeu a cassação do registro profissional do médico ortopedista Pedro Marilto Vidal de Paula. A cassação, pena máxima aplicada pelo CRM/MS (Conselho Regional de Medicina), foi publicada em 11 de abril deste ano.

“Mas ele conseguiu a liminar na 4ª Vara da Justiça Federal e, agora, volta ser médico. O conselho já determinou que entre com recurso no Tribunal Regional Federal da 3ª Região”, afirma o assessor jurídico do CRM, André Borges.

Conforme o advogado, a Justiça entendeu que o caso não era grave para a cassação do registro. O médico vem sendo punido pelo conselho há mais de 10 anos. “A cassação foi pelos antecedentes”, afirma Borges.

O profissional é acusado de encaminhar pacientes a colegas em exercício irregular. Ele também omitia ao CRM o nome fantasia da clinica pela qual é responsável. Além de cometer inúmeras atitudes antiéticas ao longo do exercício da profissão.

Em 2009, ele foi condenado por adulterar informações para receber o DPVAT (Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre). 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions