A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/08/2014 12:25

Justiça veta pagamento de R$ 1 milhão do HU para serviço de anestesia

Aline dos Santos

A Justiça Federal de Campo Grande vetou a liberação de pagamento de R$ 1,1 milhão do HU (Hospital Universitário) para a Servan Anestesiologia. O valor foi depositado em conta judicial após decisão do desembargador do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), André Nabarrete.

Conforme decisão da última segunda-feira, foi indeferida a transferência do dinheiro, pois não há comprovação da urgência da medida, além de a empresa não depender única exclusivamente da verba para o sustento dos sócios.

O pagamento dos serviços seria pela tabela CBHPM (Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos). De acordo com levantamento do MPF (Ministério Público Federal), os preços da tabela são de 108% a 1.600% superiores aos do SUS (Sistema Único de Saúde).

“Não é o juiz do processo e ele resolveu não liberar o dinheiro. Mas na segunda-feira vou pedir a liberação. O curioso é que a decisão do desembargador era para pagar, mas o HU fez depósito judicial”, afirma o advogado André Borges, que atua na defesa da Servan. O magistrado titular do processo deve retornar na próxima semana. 

Após a decisão em que o HU foi autorizado a pagar, a Servan retomou ao quadro normal de anestesistas. Com o número reduzido, cirurgias eletivas eram adiadas. O débito total cobrado pela Servan é de R$ 1,4 milhão. O hospital pertence à UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e é administrado pela Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares).

Após decisão da Justiça, empresa retoma serviço de anestesia no HU
Após o TRF (Tribunal Regional Federal) da 3ª Região, em São Paulo, acatar o recurso apresentado pelo FUFMS (Fundação Universidade Federal de Mato Gro...
Justiça promove audiência sobre crise entre HU e anestesistas
A Justiça Federal fará audiência de conciliação na tarde desta sexta-feira entre a Servan- Anestesiologia e Tratamento de Dor de Campo Grande, HU (Ho...
TRF dá vitória à Servan e anestesistas podem suspender atendimento no HU
O Tribunal Regional Federal da 3ª Região negou recurso do MPF (Ministério Público Federal) para obrigar a Servan Anestesiologia a manter o atendiment...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions