A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/08/2013 07:10

Ladrão furta lanchonete e é preso em flagrante por policial à paisana

Evelyn Souza
Marcos já tinha passagens por furto. (Foto: Simão Nogueira)Marcos já tinha passagens por furto. (Foto: Simão Nogueira)
Proprietário disse que já foi furtado várias vezes. (Foto: Simão Nigueira)Proprietário disse que já foi furtado várias vezes. (Foto: Simão Nigueira)

Marcos de Lamarte Brauna, 38 anos, foi preso em flagrante por um policial à paisana depois de furtar uma lanchonete, que fica na Avenida Via Park, bairro Carandá Bosque, em Campo Grande.

Segundo a Polícia, o autor entrou no Top Lanches, por volta das 3h, arrombou a porta dos fundos com uma barra de ferro e furtou uma caixa cheia de mussarelas, cervejas e chocolates.

O alarme do local foi acionado e o ladrão se assustou quando viu o responsável pelo sistema de monitoramento chegando. Ele abandonou os alimentos, saiu correndo, jogou a barra de ferro no córrego e em seguida, foi detido pelo Sargento Mauricio, da Rocam, que estava à paisana, passando de motocicleta pela Via Park e percebeu a ação do bandido.

Segundo o proprietário do estabelecimento, João Antônio Gusso, 57 anos, nenhum funcionário estava no momento do furto porque o Top Lanches não abre nas segundas.

Ele também disse que os furtos são tão frequentes que muitas vezes, nem registra o boletim de ocorrência.

“Tenho 48 anos só de contribuição do INSS. E esse cara aí, com 38 anos de idade e não quer saber de trabalhar”, desabafou.

O funcionário da empresa de alarmes, Luciano Zambrano, 37 anos, disse que trabalha na empresa há cinco anos e que está sujeito a essas situações. “Na verdade, nós já estamos até acostumados. Eu não cheguei a assustar porque foi muito rápido. Logo o policial prendeu ele”, conta.

Marcos de Lamarte já tinha passagens pela Polícia por furto. Ele está preso na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Esta é minha opinião: A coisa que malandro menos gosta na vida é de trabalhar. Então, o que deveria ser feito com elementos desse naipe é: levá-los para uma delegacia para pernoitarem " não precisava nem bater em ninguém " e de manhã dar um copo de café com leite e um pedaço pão, depois colocar neles um uniforme de preferência cor de rosa, acorrentar as pernas deles e leva-los para limpar as valetas e os terrenos baldios do Município e do Estado, poderia até fazer um intervalo de 30 minutos para almoçarem e beberem um pouco de água. Fazer isto com eles durante pelo menos uns 15 dias. Tenho certeza que acabaria com pelos menos 70% de tipo de pilantras. Agora, prendê-los e deixá-los mofando na ociosidade e se especializando com os outros na malandragem, nunca resolverá este problema.
 
Luis Acordado em 06/08/2013 13:11:49
parabéns ao policial Mauricio que mesmo na sua hora de folga pode prestar esse bem a sociedade, é uma pena que um camarada desses não fica muito tempo preso, bem capaz que ele tenha saído primeiro que vc da delegacia, pois ate vc se fazer o B.O ele ja estava em casa
 
alexandre santos em 06/08/2013 09:15:40
Verdade Maycon Cristiano,e o pior é que agora somos obrigados a ter dinheiro para esses safados porque se não tivermos,ainda corremos o risco de sermos mortos pelo simples fato de não ter o valor que eles desejam,não sou a favor da violência nem de fazer justiça com as próprias mãos, mas do jeito que a coisa anda se eu me ver em uma situação de risco ou a minha família e eu tiver oportunidade,pode ter certeza que não irei deixar passar e quem vai chorar será a mãe dele e não a minha ou eu!!!
 
ana paula ribas em 06/08/2013 08:38:23
A vida em Campo Grande esta ficando difícil, logo vai ficar parecido com as grandes cidades se as nossas autoridades não tomarei as devidas providencias em relação a esse tipo de crime. Na semana passada, na lanchonete que minha namorada trabalha, foi assaltada por 2 indivíduos que renderam ela que era caixa, e o patrão dela, isso por volta das 23;00hs, apontaram a arma para ela pedindo o dinheiro do caixa, que tinha apenas 60 reais e eles queriam mais. mas ela disse que não tinha mais nada no caixa, não conseguindo mais, foram embora insatisfeito. Ela ficou apavorada e eu mais ainda, em que mundo estamos, se isso piorar o que vai ser de nos. Eu louvo a Deus que ele livrou a minha namorada do pior...
 
Maycon Cristiano de Oliveira em 06/08/2013 07:44:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions