ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  03    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Leitores não acham vacina em farmácias divulgadas pela Sesau

Segundo secretaria, doses podem ter acabado devido grande procura após a divulgação

Por Lucia Morel | 08/04/2020 17:41
Procura por vacina tem sido intensa nos locais de vacinação desde o início da imunização, em 24 de março. (Foto: Marcos Maluf)
Procura por vacina tem sido intensa nos locais de vacinação desde o início da imunização, em 24 de março. (Foto: Marcos Maluf)


Depois de a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) divulgar no começo da tarde 12 farmácias onde ainda haveria doses de vacina contra gripe para idosos, leitores do Campo Grande News procuraram a redação para dizer que a informação não era verdadeira.

Isso porque eles afirmam ter ligado nas drogarias divulgadas e a informação é de que não há mais doses. A divulgação da prefeitura foi às 12h41 de hoje e os leitores disseram que fizeram as ligações à tarde.

Indignado, um deles afirma que tem 46 anos e foi procurar vacina para a mãe de 70. “Liguei para sete farmácias da lista de 12 e todas disseram que não há vacinas há dias. Outras três nem atenderam ao telefone”, sustentou.

Sem querer se identificar, ele disse que também telefonou em algumas UBS (Unidades Básicas de Saúde), onde teria sido informado para não ir aos locais porque “não há sequer previsão de chegar”.

Outro leitor que também não quis ter o nome divulgado disse que viu a lista e  ligou para oito das 12 drogarias, e a situação seria a mesma: sem vacinas. “Não entendo porque falam que tem se não tem. Liguei para oito farmácias da lista e não achei nenhuma com doses”, reclamou.

Também indignado, disse que “não sei se estão guardando para os clientes deles, não sei o que está acontecendo, mas não tem. Agora vem um feriadão

Segundo a assessoria de imprensa da Sesau, é possível que após a divulgação, a procura tenha aumentado nessas farmácias, e por isso, o estoque acabou.

Sem ter como confirmar a informação no momento, a Sesau sustentou, no entanto, que no horário da divulgação das unidades, havia doses suficientes e que a alegação das drogarias era, inclusive, que a procura estava baixa.

Sobre a reposição do estoque, a Sesau informou que há um cronograma a ser seguido e que há, sim, possibilidade de haver falta em algumas unidades – sejam farmácias ou postos de saúde – e sobra em outras, já que tudo depende da procura.

Calendário - A campanha de vacinação contra a gripe começou no dia 24 de março e, em menos de 24 horas todas as doses tinham se esgotado. Nos dias posteriores tanto as 10 unidades de saúde onde tendas foram instaladas especialmente para a vacinação quanto as drogarias conveniadas foram reabastecidas.

Ao todo, ainda conforme a prefeitura, são 51 farmácias autorizadas a fazer a aplicação, numa estratégia da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) para descentralizar a imunização do público-alvo. Mas, em algumas delas, a procura foi tão baixa, que sobram até 90 doses nas geladeiras.

A partir de 16 de abril, presidiários serão vacinados e profissionais de forças de segurança, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais poderão procurar o imunizante.