A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

10/06/2011 23:25

“Levanta Defunto” é sucesso de vendas no Arraial de Santo Antônio

Paulo Fernandes e Paula Maciulevicius
Com apelido sugestivo, caldo de feijão vira sucesso em festa religiosa (Foto: Pedro Peralta)Com apelido sugestivo, caldo de feijão vira sucesso em festa religiosa (Foto: Pedro Peralta)

Tendo como uma de suas principais atrações culinárias um caldo de nome sugestivo, teve início nesta sexta-feira a 9ª edição do Arraial de Santo Antônio, na Praça do Papa, em Campo Grande.

Enquanto muitos fazem simpatia em busca de um casamento, outros vão atrás de um caldo de feijão, supostamente estimulante, apelidado de “Levanta Defunto”.

O caldo é a atração principal da barraca da Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida e também de todo o Arraial, com duração de quatro dias. A festa tem entrada franca.

Logo, todo o caldo que estava à venda já havia sido vendido. Foi preciso fazer mais.

O comerciante Alécio Pereira Carvalho, de 50 anos, não perdeu tempo e foi logo experimentar. “Vamos ver se levanta mesmo”, brincou.

A atendente Ana Paula da Luz, de 23 anos, também resolveu enfrentar a fila para experimentar o caldo. “Ainda não tomei, mas estou aqui para experimentar”, disse.

O segredo, revela a atendente Ângela Maria de Almeida, “é o tempero da Vó Ermínia”. E quando perguntam se o caldo, realmente, levanta o defunto, ela responde sem pestanejar: “Vixe, e como! Levantou tanto que acabou”.

Mas o Levanta Defunto está longe de ser a única atração culinária do Arraial, mesmo entre os caldos.

A professora Josiane de Souza, de 31 anos, resolveu experimentar com o namorado o Caldo da Paixão, em homenagem ao Dia dos Namorados, que está chegando.

Festa também reuniu centenas de fiéis do santo (Foto: Pedro Peralta)Festa também reuniu centenas de fiéis do santo (Foto: Pedro Peralta)

Santo Casamenteiro - Mas como a cerimônia é Católica, a abertura do Arraial do Santo Antônio teve início com uma missa na Paróquia Comunidade São Jesus, seguida pela procissão do santo até a Praça do Papa.

Já na praça, shows musicais também fazem parte da animação. Nesta primeira noite, as apresentações foram de Artur Felipe, Gilson e Júnior e Almir Sater.

Devota de Santo Antônio, a dona de casa Nadir Gimene Luna, de 59 anos, foi com esposo, filhos e netos para a festa. Ela lembra que havia pedido o marido para o santo. “É só ter fé que acontece”, garante.

O marido dela, o funcionário público João Neudo Pires Luna, de 63 anos, conta que eles participam da missa todos os anos.

Tem também quem procura casamentos para os outros. Esse é o caso da técnica administrativa Elza Ranger, de 48 anos, que estava com mais de 10 fitinhas, para parentes que, segundo ela, “precisam casar”.

“Todo mundo precisa casar, tem gente que está encaminhada, mas tem que casar. E é para casar com homem que preste”, diz.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


daqui a pouco nao terremos mas festas, nesta cidade porque toda ves tem algumas pessoas que parrece viver em outro mundo,as festas sao feitas pra ser festejada e nao pra fica com frescura ta bom;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
 
Marcos antonio em 13/06/2011 07:25:24
AFF... MAS O POVO RECLAMA DE TUDO MESMO HEIM......VAI MORAR EM UMA FAZENDA ENTAO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
rodrigo duarte em 12/06/2011 06:13:29
Moro a 1 quadra de onde se realiza a festa. Gosto muito de festas juninas e acho ótima a realização de um evento assim para nossa cidade! Parabéns!! Entretanto, gostaria de ressaltar que o volume do som está demasiado alto, e isso muito depois das 22h....de dentro de casa podia ouvir tudo que se dizia no microfone com perfeição como se fosse no meu recinto, e nem o som do ventilador ou da televisão se sobrepunha ao da festa. tenho que trabalhar no sábado pela manhã, e foi difícil dormir com tamanho barulho madrugada adentro.
 
Gisele Sena Bertolazo em 11/06/2011 12:28:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions