ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUARTA  29    CAMPO GRANDE 11º

Capital

Mãe que deixou crianças trancadas em apartamento continua desaparecida

Alan Diógenes | 02/06/2015 20:30
Meninas se comunicavam com vizinhos pela janela. (Foto: Fernando Antunes)
Meninas se comunicavam com vizinhos pela janela. (Foto: Fernando Antunes)

Isis Caroline da Silva Santos, 24 anos, mãe das meninas de 3 e 6 anos, que ficaram trancadas em um apartamento, no Residencial Castelo de Mônaco, no Bairro Pioneiros, desde ontem (1º), ainda não apareceu. A jovem está desaparecida cerca de 24 horas e os familiares ainda não sabem de seu paradeiro.

No final da tarde desta terça-feira (2), a Polícia Militar foi acionada para verificar a situação das meninas presas no apartamento. Com o apoio da professora Silvana da Silva Barino, 32 anos, vizinha da família, as crianças foram levadas para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga, para que um boletim de ocorrência fosse registrado.

Posteriormente o caso foi entregue à DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). Policiais da delegacia investigam o caso.

Ainda no final da tarde, a mãe da jovem chegou de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, onde mora, para acompanhar o caso. Segundo familiares, ela foi até a Casa da Mulher Brasileira informar que o ex-companheiro da filha, com que a jovem havia se desentendido em Três Lagoas, foi solto da cadeia e pode ter a procurado em Campo Grande.

Caso – As meninas foram encontradas sozinhas no apartamento por vizinhos nesta tarde. A casa estava toda revirada e trancada. As garotas estavam sem tomar banho, sem roupa de frio e reclamavam de fome.

O avô delas, o pedreiro José Severino, 65 anos, chegou ao apartamento e foi comprar comida para as netas e buscou um chaveiro para arrombar a porta.

Conforme ele, a filha nunca deixou as crianças abandonadas. “É a primeira vez que isso aconteceu, estou preocupado, vou registrar boletim de ocorrência por desaparecimento”, afirmou.

Nos siga no Google Notícias