A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/11/2013 17:55

Mato alto toma conta do Bairro Parati e moradores cobram prefeitura

Filipe Prado
Matagal toma conta da região do Bairro Parati (Foto: Cleber Gellio)Matagal toma conta da região do Bairro Parati (Foto: Cleber Gellio)

O grande número de margens de vias públicas e terrenos tomado pelo mato alto no Bairro Parati está atrapalhando a vida dos moradores. Eles reclamam que o excesso de matagal nos canteiros, terrenos baldios e até na escola da região, pode trazer doenças, animais peçonhentos e cobram um programa de limpeza da prefeitura.

Na rua da Divisão, uma das vias mais movimentadas do bairro, os moradores comentam sobre o perigo, que os matagais trazem. “O mato está bem alto aqui, as árvores também atrapalham bastante. Esses dias eu fui atravessar a rua e não consegui ver uma moto, que estava vindo, e quase fui atropelada”, relata Adriana dos Santos, 36 anos.

Nos arredores da Escola Estadual Maestro Heitor Villa Lobos o matagal também já está tomando conta. Rhôda Barbosa, 50, comenta que só fazem a limpeza do terreno uma vez ao ano. “Depois que arrancaram umas árvores aqui, o mato começou a nascer no local. Então eles só limpam a área no começo do ano, quando começam as aulas”.

Ela ainda comenta que os moradores têm que limpar os terrenos da escola e também dos vizinhos. “Eu mesmo já carpi muito essa área, até a dos vizinhos também, mas hoje já não faço mais isso”, relata Rhôda.

Mas em todo o bairro há terrenos baldios com matagal alto, que, muitas vezes, são limpos pelos próprios moradores. “Há mais de seis anos a situação do bairro é essa, eles, normalmente, chamam meu avô para limpar os terrenos”, relata o estudante Marcos Paulo Lacerda, 15.

O estudante acha que a grande quantidade de mato no bairro pode trazer doenças para a população. “Ano passado meu cachorro ficou doente e morreu, e desconfio que ele contraiu alguma doença vinda destes matagais. Além das cobras, aranhas, e outros bichos que nós vemos aqui”.

A equipe do Campo Grande News não conseguiu entrar em contato com a Prefeitura, para saber sobre a limpeza no bairro.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


SR Ricardo do Amaral a vereadora Rose não mora mais no conj Parati a muito tempo isto e culpa do prefeito e não da vereadora
 
rosaura ramos nascimento em 30/11/2013 14:07:24
Vem aqui no Jardim Albuquerque/BetaVille conhecer a Orla Morena. É só mato..... antes a prefeitura cortava, agora está juntando até carros depenados amontoados.

Vergonha.
 
Gabriel Silva em 29/11/2013 19:39:56
Cadê o Bernal ???? Não é somente no conjunto Parati que está assim maioria dos bairros, e até alguns lugares próximos ao centro, ( matos, lixos nas ruas, galhos, etc...) Isso porque no Conjunto Parati tem uma vereadora prof. Rose, imagina se não tivesse?
Tá na hora do povo brasileiro acordar...mudar, a maioria desses políticos não estão nem ai pela população, não vejo projetos desses vereadores para melhoria da nossa cidade...
O ano 2.014 tá próximo, e começa tudo de novo, politicos a procura do povo pedirem votos...
 
Ricardo do Amaral em 29/11/2013 18:48:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions