A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

29/04/2015 21:55

Médicos aprovam greve a partir de quarta nos postos de saúde da Capital

Daniel Machado
A assembleia extraordinária foi realizada na sede do Sindmed-MS e a proposta pela greve foi aprovada por unanimidade. (Foto: Divulgação)A assembleia extraordinária foi realizada na sede do Sindmed-MS e a proposta pela greve foi aprovada por unanimidade. (Foto: Divulgação)

Os médicos que atuam na rede municipal de saúde de Campo Grande acabam de aprovar por unanimidade, em assembleia extraordinária realizada na sede do Sindmed-MS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), a paralisação da categoria a partir da próxima quarta-feira, dia 6 de maio.

Descontente com a falta de reajuste salarial da categoria e com as últimas medidas da administração popular, como a suspensão das gratificações, a categoria optou pela greve afim de forçar uma negociação.

Neste momento lideranças estão reunidas na sede do sindicato para definir como se dará a paralisação de modo que seja observado o atendimento mínimo previsto em Lei. Está sendo discutido também as estratégias de divulgação da greve.

Convidado pelo sindicato, o médico e vereador Paulo Siufi (PMDB) compareceu à assembleia e disse que a opção pela greve já era esperada diante da falta de diálogo com a prefeitura.

"Eles ganham aquém do piso nacional, estão conversando com o Executivo desde janeiro e não obtiveram resultado positivo, chegou num ponto em que não restava outra alternativa. Não se pode pode penalizar aquele que trabalha para salvar a vida das pessoas", disse o parlamentar, que também é presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal.

"Agora o momento é crítico. Vou fazer um resumo da reunião na sessão de amanhã na Câmara (de Vereadores) e vamos tentar intermediar essa situação com o Executivo antes que isso se estenda e penalize o povo mais carente, que mais precisa da rede pública de saúde", disse Siufi, que lembrou que o prefeito Gilmar Olarte foi convidado para prestar satisfações na sessão desta quinta (30) na Câmara dos Vereadores.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Só uma pergunta? Que greve eles vão fazer se já é uma raridade encontrar médicos nos postos de saúde da capital, tem postos em que pacientes esperam mais de 01 hora na fila para ser atendido.
 
juvenul em 30/04/2015 13:26:35
Confio no Dr Paulo Siufi para arrumar essa bagunça na saúde!
 
Daniel em 30/04/2015 09:15:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions