A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

05/06/2014 11:14

Melhorar qualidade da alimentação é objetivo de encontro regional

Aliny Mary Dias
Mais de 80 pessoas participam de série de oficinas (Foto: Cleber Gellio)Mais de 80 pessoas participam de série de oficinas (Foto: Cleber Gellio)

Um encontro entre representantes de prefeituras de todo o Centro-Oeste e a coordenação da Caisan (Câmara Interministerial de Segurança Alimentar Nacional), que começou na manhã desta quinta-feira (5) em Campo Grande, vai discutir estratégias para colocar em prática projetos que garantam a segurança alimentar dos moradores.

Mais de 80 pessoas participam da oficina que conta com palestras da coordenadora-geral de implantação do Sisan (Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional), Patrícia Chaves Gentil. A coordenadora explica que o sistema foi criado em 2006, mas que ainda não está implementado em todo o país.

“Nós temos percebidos que a situação melhorou em todo o país ao longo dos anos, nós estamos aqui para sensibilizar os municípios que é necessário colocar em prática o sistema por meio dos projetos para que a qualidade da alimentação que vai para a mesa dos moradores seja cada vez melhor”, explica.

A chefe da Setas (Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social), Tânia Garib, afirma que em Mato Grosso do Sul a segurança alimentar anda a passos largos, tudo em razão da força da agricultura familiar e do investimento na alimentação das aldeias indígenas.

“O Mato Grosso do Sul, assim como outros Estados do Centro-Oeste é um celeiro do país, aqui está a maior produtividade da agricultura, incluindo os assentamentos que contribuem tanto para a produção. Com a segunda maior população indígena do Brasil, nós fazemos a complementação na alimentação e isso contribui para a diminuição da desnutrição”, diz.

Os dois dias de oficina mostrarão aos representantes das prefeituras e também da sociedade civil a situação atual do Sisan, a participação da administração na integração dos sistemas e os desafios que precisam ser superados pelas cidades.

Uma das metas do sistema, conforme a coordenadora Patrícia, é fazer com que a alimentação do brasileiro ganhe em qualidade e também evite os desperdícios. “Nós precisamos sensibilizar os municípios que as pessoas precisam ter comida de qualidade e isso só é possível a partir das iniciativas públicas”, completa.

O evento vai até esta sexta-feira (5) no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, no Parque dos Poderes, e o encerramento está marcado para as 17 horas com apresentação do resultado das discussões em plenária.

Qualidade da alimentação e evitar desperdícios também é objetivo de encontro (Foto: Cleber Gellio)Qualidade da alimentação e evitar desperdícios também é objetivo de encontro (Foto: Cleber Gellio)
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions