A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/12/2017 11:50

Menino de três anos morre na UPA Universitário com sintoma de meningite

A criança sofreu parada cardiorrespiratória, foi reanimada pela equipe médica por 40 minutos, mas não resistiu

Viviane Oliveira e Kleber Clajus
Criança morreu no posto de saúde do Bairro Universitário  (Foto: Paulo Francis) Criança morreu no posto de saúde do Bairro Universitário (Foto: Paulo Francis)

Aos três anos, Josué Silva Navis Garcia morreu com suspeita de meningite, por volta das 18h de ontem (2), pouco depois de dar entrada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Universitário, em Campo Grande. A criança sofreu parada cardiorrespiratória, foi reanimada pela equipe médica por 40 minutos, mas não resistiu. Por prevenção, a família do menino foi vacinada contra a doença nesta manhã.

Conforme apurado pelo Campo Grande News, por volta das 17h, a criança chegou 'molinha' vomitando muito e imediatamente foi levada para a área vermelha da unidade de saúde. Durante atendimento, o quadro dela evoluiu para convulsão, seguida de broncoaspiração (quando o paciente inspira o vômito) e parada cardiorrespiratória.

O menino foi reanimado por cerca de 40 minutos, mas não resistiu. A situação comoveu a equipe médica. O óbito foi atestado por volta das 18h. A família da vítima mora no Bairro Mário Covas, região sul da Capital. Hoje de manhã, o pai e a mãe da criança retornaram à unidade de saúde em busca de atendimento para o outro filho de 7 anos, que também passou mal pela manhã com dores na barriga. Embora ainda não se saiba a causa da morte, a família foi vacinada por precaução.

Segundo o porteiro Franco Naves, 33 anos, pai de Josué, tudo aconteceu muito rápido. "Quando o deitei na maca já percebi que a boquinha dele estava roxa”, lamenta. Antes de ir para a unidade de saúde, o menino foi medicado pelos pais com soro fisiológico. O corpo foi para o Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) e deve ser liberado no começo da tarde. Tecidos do figado e rins foram colhidos para confirmar a causa. 

Ainda conforme apurado pela reportagem, o menino foi atendido na unidade em maio, junho e novembro deste ano com quadro de amidalite (doença infecciosa que causa forte dor de garganta, dificuldade para engolir e febre). O caso foi registrado e será investigado como morte a esclarecer. O cartão de vacinação de Josué estava em dia

Conforme a assessoria de imprensa da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), a paciente deu entrada com quadro de mal estar, letargia e vomitando. Ela foi imediatamente atendida, avaliada por um pediatra e encaminhada para o setor de urgência. O atendimento, conforme o órgão, foi realizado dentro do período protocolar.

Foram feitos todos procedimentos médicos, mas o quadro da criança se agravou rapidamente. A causa da morte ainda não foi definida. A assessoria do órgão informou ainda que o quadro de médicos estava completo, com pediatra e clínico. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions