A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

24/07/2017 16:05

Mergulhadores dos bombeiros retomam busca por corpo de menino

Luana Rodrigues e Adriano Fernandes
Equipe em buscas por corpo de garoto na tarde desta segunda-feira (24). (Foto: Adriano Fernandes)Equipe em buscas por corpo de garoto na tarde desta segunda-feira (24). (Foto: Adriano Fernandes)

Um equipe com seis militares do Corpo de Bombeiros, retomou por volta das 15h desta segunda-feira (24), as buscas pelo corpo de Kauan Andrade Soares dos Santos, de 9 anos, no Rio Anhandui.

A equipe está concentrada no trecho a partir da ponte da Rua Barnabé Honório da Silva até a BR – 262, na saída para Sidrolândia, e com a ajuda de dois mergulhadores e um bote salva-vidas, vasculham o rio em busca do corpo do garoto.

"É um perímetro de sete a oito quilômetros de rio em que vamos averiguando primeiro as margens e pontos rasos, e em locais mais fundos onde eles terão de mergulhar. O lixo e os galhos as margens do rio atrapalham, mas vamos procurar até enquanto a luminosidade permitir", disse o tenente Vinícius Barbosa.

Curiosos, além de parentes do menino acompanham o trabalho dos bombeiros. “Só nós sabemos a dor que estamos passando, mas vamos continuar acompanhando as buscas”, disse Irene Andrade, 42 anos, tia do menino.

Nova estratégia - Hoje (24) pela manhã, bombeiros ampliaram a área de buscas pelo corpo do garoto. O tenente Vinícius Barbosa, especialista em busca e mergulho, explicou que a estratégia de buscas mudou após reunião com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, titular da DPCA (Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente).

A maior dificuldade, para os militares, é o tempo em que o corpo já permanece no rio. A criança teria sido jogada há 1 mês, na madrugada do dia 25 de junho. "Com o tempo, o corpo vai entrando em decomposição e perdendo as suas características”, explica o tenente.

No sábado (22), as equipes percorreram três quilômetros do rio. Sete militares chegaram a entrar na água a procura do corpo. As buscas começaram na ponte da Avenida Campestre, no Conjunto Aero Rancho, e pela águas os Bombeiros seguiram até a ponte da Rua Barnabé Honório da Silva, no Jardim Pênfigo.

Os militares encontraram no rio um saco preto com restos mortais de um cachorro e também um pedaço de plástico, com fios de cabelo. Este último foi encaminhado para perícia.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions