A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

12/10/2018 07:59

Missas, carreata e procissões marcam dia de Nossa Senhora Aparecida

Comunidades organizam diversos eventos para homenagear a santa católica

Ricardo Campos Jr.
Movidos pela fé, fiéis homenageiam Nossa Senhora Aparecida (Foto: André Bittar/arquivo)Movidos pela fé, fiéis homenageiam Nossa Senhora Aparecida (Foto: André Bittar/arquivo)

As comunidades católicas de Campo Grande prepararam uma extensa programação para celebrar o dia de Nossa Senhora Aparecida nesta sexta-feira (12). Padroeira do Brasil, a data faz memória de quando pescadores encontraram a imagem de Nossa Senhora da Conceição no fundo do Rio Paraíba no século XVIII.

Esse dia é feriado nacional desde 1980, quando o Papa João Paulo II consagrou a basílica no estado de São Paulo, atualmente o santuário mariano mais visitado no mundo, atraindo peregrinos de todas as regiões e países.

Na Capital, o dia de celebrações começou cedo na paróquia Nossa Senhora Aparecida da Vila Planalto, cuja matriz fica na Avenida Tamandaré.

Os fiéis fizeram uma procissão às 7h pelas ruas do bairro seguida da Santa Missa às 7h30. Haverá outra celebração da Eucaristia às 10h30 e durante a tarde, às 16h, uma carreata pelas ruas da cidade, também tradicional na comunidade, seguida de uma Santa Missa às 19h.

Além da programação religiosa, a comunidade terá um almoço onde será servido arroz de carreteiro e frango com polenta. No domingo, às 11h, a paróquia encerra as festividades com um churrasco a partir das 11h.

Já a paróquia Nossa Senhora Aparecida que fica na Rua Minas Novas terá procissão começando às 18h30 seguida de Missa celebrada pelo arcebispo de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa. Em seguida, haverá um jantar partilhado pelos membros da comunidade.

A capela Nossa Senhora Aparecida da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, localizada na Vila Carlota, também terá procissão seguida da celebração da Eucaristia às 18h.

Essa devoção mariana também abrange outras paróquias da cidade. As comunidades palotinas, por exemplo, têm o costume de todos os anos fazer uma grande peregrinação, com grupos saindo de todas as paróquias que estão sob os cuidados da ordem religiosa (São Judas Tadeu, Divino Espírito Santo, São Martinho de Lima e Santa Rita de Cássia) rumo ao Centro de Formação São Vicente Palloti.

Matéria editada às 9h21 para acréscimo de informações



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions