A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/01/2012 14:38

Morador de rua é morto a tiros por sargento aposentado do Exército

Elverson Cardozo

Um morador de rua de aproximadamente 45 anos, conhecido como “Bugre” ou “Paraguai”, foi morto a tiros na manhã deste sábado (14) em uma conveniência no bairro Taveirópolis, em Campo Grande. O autor, que está foragido, é um sargento aposentado do Exército.

De acordo com informações policiais, a confusão começou por volta das 9h30. A vítima chegou ao estabelecimento – localizado na Avenida Tiradentes, esquina com a Avenida Salgado Filho - e, de posse de uma faca, ameaçou o autor dizendo que ele havia lhe atirado cerveja.

O autor deixou o local e entrou em seu carro, mas foi impedido de sair porque “Bugre” ficou na frente do veículo. Diante da situação, o sargento aposentado sacou a arma que carregava e efetou dois disparos contra a vítima.

“Bugre” foi socorrido e encaminhado à Santa Casa da Capital, mas não resistiu aos ferimentos. À polícia, o dono da conveniência informou que a vítima era conhecida na localidade e sempre se envolvia em confusão.

Policiais militares estiveram na casa do sargento aposentado, mas não o localizaram. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Piratininga.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


O bugre não vai fazer falta.
 
jose rodrigues em 15/01/2012 10:42:00
Não dúvido nada que esse "bugre" era um flanelinha, a cidade está lotada desse bando de bandidos que vagam drogados pela madrugada, extorquindo e danificando patrimonio de cidadãos honestos, já passou da hora do prefeito botar a GM ou a PM para combater flanelinhas e revistar esses andarilhos usuários de drogas que MUITAS vezes são foragidos da justiça e tem milhares de passagens pela policia
 
Carlos Moura em 15/01/2012 03:16:56
Se todo mundo que me afrontar eu querer dar um tiro... aff!, essa lei de desarmamento privilegia um povo que só por Deus!
 
sandra lima em 14/01/2012 10:48:33
ninguem ta nem ai, é um morador de rua mesmo!! se fose um filinho de papai esse sargento maldito ja tava preso
 
Eduardo vinicius em 14/01/2012 10:36:15
A tese de legítima defesa agora vai ficar difíil, pois ele já estava dentro do carro e a vítima armada com uma faca na frente do carro. Foi desproporcional, por parte do Sgt, dar dois tiros á queima roupa. È a minha opinião.
 
MARCELLO MENDES em 14/01/2012 10:17:17
Esse não incomodará mais ninguem.Todo valentão uma hora encontra o que procura cemitério.
 
divino souza em 14/01/2012 09:59:57
Olha pelo que li na reportagem esse sargento aposentado fez um favor a sociedade, ja pensou se esse tal de bugre ferisse uma pessoa com essa faca em mãos, espero que a policia arquive logo isso e vai atras de bandidos que estão a solta em nossa cidade, fica a dica.
 
Bruno Dasmaceno em 14/01/2012 08:46:58
A pergunta é: por que um militar do exército estava com arma de fogo? Exceto policiais, ninguém pode andar armado. A não ser os bandidos...
 
Pedro Paulo Zervin em 14/01/2012 07:00:41
Sempre os militares...na ativa, aposentado, de folga, passando pelo local rsrsrsrs Matam e matam...sempre eles. E agora? Como é que fica Nossa Santa Justiça? É SÓ um morador de rua, né?????Não tem família...não tem ninguém por ele né? Mas...o militar daqui a pouco vai estar na rua, quem sabe fazendo justiça com as próprias mãos. Assim será o presente... como no passado né????
 
Marilene Fonseca em 14/01/2012 04:52:05
Nao vai dar nada para o autor ele vai falar que matou em legitima defesa, talvez se fosse PM ja estaria condenado. Abs.
 
Jhonny Oliveira em 14/01/2012 04:42:20
cachaçada!!!!!SÓ poderia acabar nisso.
 
nilton da costa benites em 14/01/2012 04:15:28
... E provavelmente o alcool foi novamente o responsavel por um fim tragico... Sem falar que a posse de uma arma em um momento de desentendimento como foi oq aconteceu leva alguem a ficar muito "corajoso", como parece q foi o caso.
 
Josy araujo em 14/01/2012 03:43:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions