A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/01/2012 12:32

Morador de rua morto por sargento do Exército era “encrenqueiro”, dizem moradores

Elverson Cardozo
Crime aconteceu em frente a uma conveniência. (Foto: Simão Nogueira)Crime aconteceu em frente a uma conveniência. (Foto: Simão Nogueira)

Na região onde o crime aconteceu, “Bugre”, o morador de rua morto a tiros por um sargento aposentado do Exército na manhã de ontem (14), tinha fama de “encrenqueiro” entre os moradores.

A vítima, ainda não identificada, morava no bairro Amambai há pelo menos três anos e, segundo relatos, sempre estava à procura de confusão.

“Ele queria bater em todo mundo. Todo mundo que ele via queria dar um tapa”, contou Braz Inácio Severino, de 70 anos, o dono da conveniência onde a vítima foi ameaçar o sargento aposentando com uma faca.

“Quando eu cheguei ouvi os tiros e vi o cara caído. Quem procura acha. O cara era valentão”, contou um morador que prefere não se identificar.

Segundo o comerciante, que mantém a conveniência no mesmo local há pelo menos 40 anos, esta foi a primeira vez que viu alguém morrer em frente ao seu estabelecimento. “Não foi por causa de bebida, porque aqui ninguém bebe”, disse.

Braz sai em defesa do sargento, conhecido na região apenas como “Seu Lima”, um senhor de aproximadamente 60 anos que, segundo afirmou, foi ao seu comércio para comprar pães e leite, como faz todos os dias.

Para comerciante, sargento aposentando agiu em legítima defesa. (Foto: Simão Nogueira)Para comerciante, sargento aposentando agiu em legítima defesa. (Foto: Simão Nogueira)

“O cara matou ele em legítima defesa”, contou, acrescentando que o aposentando foi “provocado” pelo morador de rua.

Entenda o caso – “Bugre”, um morador de rua de aproximadamente 45 anos, foi morto a tiros por um sargento aposentado do Exército. O crime aconteceu na manhã deste sábado (14), em frente a uma conveniência localizada no bairro Amambai, em Campo Grande.

Segundo a polícia, a vítima chegou ao estabelecimento – localizado na Rua Joaquim Dornelas, esquina com a Salgado Filho – por volta das 9h e começou a ameaçar o sargento com uma faca, dizendo que ele lhe havia tacado cerveja.

“Seu Lima”, como é conhecido entre os moradores, deixou o local e entrou em seu carro, mas foi impedido de sair porque “Bugre” entrou na frente do veículo.

Diante da situação, o aposentado sacou a arma que carregava e efetuou dois disparos contra a vítima, que chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. O sargento aposentando está foragido.



caramba, criou-se uma celeuma por conta de um ser humano despresivel, era só mais um que inclusive ja foi tarde,
meus sentimentos pela situação mas parabéns Sr. Lima, devemos dar apoio às pessoas de bem.
 
NEWTON BARROS em 17/01/2012 07:08:14
Se alguem viesse com uma faca para cima de você Denise, ou ele ou vc!
 
ANDRE RODRIGO em 16/01/2012 12:49:49
"Claro que não devemos sair atirando em ninguém, mais, se um miliante vem me ameaçar e entrar na frente do meu carro, pode ter certeza, que faria o mesmo". "Pordem ter certeza, que ele teve a opção de prestar, se não quis, esse foi o fim que ele procurou".
 
Givanildo Miranda em 16/01/2012 08:27:58
Fez bem feito, tem horas que nao tem jeito. so bala resolve. pt
 
joao de souza em 16/01/2012 08:14:13
Parabéns ao sargento aposentado, com toda certeza esse bugre era usuário de drogas e muito provável que já tenha dezenas de passagem pela polícia, não se aponta uma faca pra ninguém isso é coisa de bandido.
Campo Grande ta cheia desses noias que praticam pequenos furtos, extorquem motoristas e não perdem uma oportunidade pra arranjar encrenca.
Tá com dó leva pra casa pra ver se é boa gente ....
 
Carlos Moura em 15/01/2012 11:51:00
Denise; leia com mais atenção,não policial e sim militar da reserva(aposentado).
 
Weverton Vieira Nogueira em 15/01/2012 11:36:10
Denise leia a matéria antes de comentar, o militar é do Exército, controle sua vontade de criticar os policiais que fazem sua segurança e se você tem dó do vagabundo leva ele pra sua casa.
 
Marcos Paulo em 15/01/2012 11:21:04
Ilustríssima senhora Denise Faria Ferreira, antes de julgar o caso leia com atenção a matéria. Claro que todos nós temos direito e expressar nossa opinião, porém nem sempre o que se escreve e o que se lê estão totalmente corretos, trata-se de um SARGENTO APOSENTADO DO EXÉRCITO. Um exemplo de que muitas pessoas mal sabem ler, quem dirá julgar.
 
Rogério Melo de Oliveira em 15/01/2012 10:57:20
Antes de comentar lê direito, ele é Sargento aposentado do Exercito.
 
roberto ffaria em 15/01/2012 10:07:07
Cara Denise, queria ver se fosse seu pai por exemplo... ameaçado por um homem mais jovem, queria ver se voce ia achar esse caso uma barbaridade, vamos parar com esse pensamento que as pessoas que moram na rua sao todos pobres coitados, tem muito mala se disfarçando de mendigo pra ficar tirando 'onda' de coitadinho por ae, depois que inventaram direitos humanos tem muito mala aproveitando!
 
Alessandro Honorio em 15/01/2012 09:30:52
Ele não e policial,e esta na reserva e ele mora nas imediações e ja conhece o historico da vitima.Quem cometeu omissão foi o estado que nao retirou esta pessoa de circulação antes.Se tivesse agido tinha protegido ele e as outras pessoas.
 
Edson Carlos Vicente Barbosa em 15/01/2012 09:23:14
GENTE , ELE IA ESPERAR ESSE MENDINGO VAGABUNDO DAR UMA FACADA NELE, AGIU CERTINHO , O CARA FICAVA ENCOMODANDO TODO MUNDO E NAO DAVA NADA, SÓ QUE NINGUÉM TEM SANGUE DE BARATA, JAMAIS SE PODE JULGAR UMA PESSOA IDONEA COMO ESSE SENHOR QUE MATOU PARA SE DEFENDER
 
ROSEMEIRE FLORES DE OLIVEIRA em 15/01/2012 09:16:42
criticar e facil ter varias opinioes tb,mas so que vive o problema é que sabe como agir tudo é coisa de momento,
 
DANIEL SOARES em 15/01/2012 09:03:07
Com certeza o militar deveria ter morrido esfaqueado por uma pessoa que não tonha nem um passarinho para dar água para poder preservar os direitos do delinquente... O Brasil está caminhando cada vez mais pra se tornar a pátria dos vagabundos, onde o homem de bem é cada vez mais combatido, assim como a família. É deplorável a cega visão de mundo de alguém que nunca passou por este tipo de situação.
 
Axel fole em 15/01/2012 08:53:22
Opinião é algo realmente singular...
O cara ameaçava a todos na região, foi atrás do sargento com uma faca e mesmo assim ele deveria ter tido consideração do coitado, um ser-humano, mas vagabundo e valentão.
Quero ver pensar assim quando ele estiver enfiando uma faca na senhora ou aina pior, podendo te estuprar...
Direitos Humanos devem ser revistos, pois somente defendem quem nos agride.
 
Filipe Alberto em 15/01/2012 08:39:36
Quem procura ACHA.
Não é coitadinho só porque morreu. Quem vai levar tapa e ensultos e sair queto?
Para julgarmos homicídio é complicado, cada caso é um caso. Esse pareceu realmente legítima defesa.
 
juan charlymoon em 15/01/2012 08:11:27
Ow pelo amor de Deus.
Alguém avise pra Denise Faria Ferreira que militar do exército não é, nunca foi e nunca será policial...
As pessoas antes de comentar tem que ler sobre o assunto.
Ah, eu sim sou policial.
Parabéns ao militar do exército que agiu em legitima defesa dele e de terceiros pois este cidadão poderia ter feito algo pior.
 
Wanderlei Junior em 15/01/2012 06:56:00
O denise minha querida leia novamente a reportagem que vc verá que não era policial e sim um sargento do exercito, há uma grande diferença entre um e outro.
 
daniele locatelli em 15/01/2012 06:46:31
concordo plenamento com Denize Faria Ferreira antes de tudo era um ser humano, e quando se usa da violência se perde totalmente a razão, nada justifica um crime.


 
regiane yasmim em 15/01/2012 06:44:59
Essa é nossa polícia...
"Diante da situação - um sujeito te ameaçar com uma faca e parar em frente ao seu automóvel - o aposentado sacou a arma e efetuou dois disparos", realmente um motivo muito plausível pra se matar alguém...
 
Cristiano Santos em 15/01/2012 05:50:10
Legítima defesa que nada!!! Arma de fogo contra faca!!! Bar + Arma de fogo + desaforo= Morte
 
valter sousa em 15/01/2012 05:43:11
Denise, sua ânsia de malfadar os policiais é tão grande que sequer tem a capacidade de entender o que está escrito, leia novamente a reportagem e pasme, SARGENTO DO EXÉCITO NÃO É E NUNCA SERÁ A MESMA COISA QUE SARGENTO DA POLÍCIA MILITAR. Fale mal de quem de direito.
 
FABIO HENRIQUE em 15/01/2012 05:30:44
o jovem de cima nao leu certo, o senhor lima era sargento aposentado do exercito.. e nao policial... entao os policiais devem ser alem de carne e osso... superiores a todo o tipo de agressao ? senhores , policiais sao seres humanos com familia, problemas, iguais a qualquer pessoa... nao sao imunes as neuroses do dia a dia... entao nao precisa falar que policial e despreparado...
 
lians denner em 15/01/2012 05:30:23
Tá com dó dona Denise adota um leva para morar sua casa.
 
Angelo Fantin em 15/01/2012 05:15:01
Se o sargento estava aposentado, pq usava uma arma? Havia outros meios de se livrar do tal "Bugre" - mas...enfim, era um pobre coitado, andarilho...prá que viver, não é mesmo, sr.Sargento?
 
Joanne Pereira em 15/01/2012 05:14:19
."....como tem policiais depreparados...." E como tem gente despreparada para ler e entender o que está escrito em poucas linhas,hein? Onde nessa notícia menciona que foi um policial quem atirou no valentão? Aliás, esse tal aí era tido por todos da região como encrenqueiro e vivia ameaçando gratuitamente as pessoas. Oras, o "Seu Lima" fez um ótimo serviço ao defender a sua própria integridade.
 
Carlos Henrique da Silva em 15/01/2012 04:49:12
Primeiramente leia a reportagem direito, não se trata de policial e sim sargento das forças armadas, segundo, ele matou em legítima defesa, já vi muitas pessoas como esse morador de rua, que não tem nada a perder, arrumam encrencas pq a gente não dá dinheiro. Antes de condenar devemos saber oq realmente aconteceu, não jogue pedras assim, pq um dia um cidadão como esse sgt pode salvar a sua vida!!!
 
renan peixoto em 15/01/2012 04:10:11
comcordo com vc Denise.
porém só quem está na situação que sabe o risco que está correndo.
cabe ressaltar que não foi um policial e sim um sargento do Exercito brasileiro, que não tem preparo para lidar com essas situações, sim em situações de gerra.
será que vc com 60 anos diante de uma pessoa de 45 anos com uma faca não teria tomado a mesma atitude devido a fragilidade ???????????
 
walmir fagundes em 15/01/2012 04:08:24
tenho plena certeza de q o sr lima agiu com extrema convicção a sra denise fala algo contra o sargento até por q seu comentário é recheado de demagogia pois não foi um parente dela ou ela mesma que foi insultada ou ameaçada.. parabéns ao sr lima se apresente que a comunidade(cidadão de bem) está ao seu lado
 
alberto pereira acunha em 15/01/2012 04:05:42
Denise. Antes de fazer comentários, entenda a notícia. Quem falou que o tal do bugre foi morto por Policial????????????????????????? Tem mais uma, quem procura a morte, acaba encontrando.
Temos o livre arbítrio de escolhermos de que maneira vamos viver e morrer.
Defender a vida não é ato de barbaridade.
TENHO DITO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Carlos Alberto Oliveira em 15/01/2012 03:44:15
denise me perdoe o comentario mais vc nao tem conhecimento algum quanto a constituiçao federal, era sargento do exercito e nao policial , portanto antes de comentar algo procure nao ser tao ignorante quanto a lei pode ser??abraços
 
elvis lincoln em 15/01/2012 03:43:51
É brincadeira como tem leitor desinformado. Antes de tudo a matéria jornalística refere à um Sagento do Exército e não à um policial. Outro ponto importante: Será que seria preciso esse morrador de rua matar alguém primeiro?
 
Ezio Jose em 15/01/2012 03:33:10
denise faria ferreira, antes de fazer comentarios, leia a noticia completa, o sargento aposentado em questao nao eh da policia, e sim, do exercito.
 
gustavo barbosa em 15/01/2012 03:26:33
A vitima neste caso é seu lima, trabalhador, honrado, respeitador das pessoas que está sofrendo transtornos em sua vida por causa de um vagabundo valentão que achou o que procurava.
 
eveton de souza em 15/01/2012 03:24:07
quem procura acha ja dizia o silvio santos
sempre tem alguem mais valente que o outro
 
andre amendola em 15/01/2012 03:15:58
Não interessa se era encrenqueiro ou não, o sargente violou o maior Direito Humano que é o Direito a Vida. Tem que pagar pelo crime como outro qualquer.
 
Daniela Fialho em 15/01/2012 03:12:58
denise ferreira, li o seu comentário e achei lastimável. falou sem conhecimento de causa e, alem de tudo generalizou em relação a policia. tenho certeza que quando se sentir em situação de risco a primeira pessoa q vc lembra são dos policiais "despreparados". despreparados pq pessoas como vc não valorizam o nosso trabalho.
 
paulo roberto freire em 15/01/2012 03:10:24
É muto fácil dizer que "não era preciso fazer essa barbaridade". Como disse aí uma testemunha: "quem procura, acha". Vai ver quantos e quantas já não foram constrangidos, molestados e humilhados pelo tal "Bugre". Sinto muito pelo militar que teve de chegar a essa atitude extrema. Mas pelo visto, ele fez um favor pra moradores e frequentadores das redondezas...
 
arthur donavann em 15/01/2012 03:05:22
Em legitima defesa sim, igual a este senhor que morreu existem muitos, ficam irritando e ameaçando todo mundo, eles pedem e se a gente diz não, saem chingando barbaridades e ate são agrecivos, o que sera que as autoridades "competentes" estarão fazendo com este tipo de caso em?
 
nikko flores em 15/01/2012 02:55:40
DENISE PARE DE SER ¨LENDA¨ E LEIA A MATERIA O AUTOR DOS DISPAROS NÃO É POLICIAL, ELE É MILITAR DO EXÉRCITO,SE VC NÃO SABE SÃO TREINADOS DE MANEIRAS DIFERENTES.ANTES DE CRITICAR OS POLICIAIS LEIA A MATERIA INTEIRA.
 
rufino limeira em 15/01/2012 02:51:27
Como tem gente que fala demais! O Sargento agiu certo! Bala na vagabundagem! Tá com pena desse inútil? Leva para casa! Além disto, a lei ampara: é legítima defesa!
 
Gustavo Capibaribe em 15/01/2012 02:50:52
Cara Denise olha primeiro a reportagem, para depois criticar a policia, o autor dos fatos foi um Sargento do Exército Brasileiro. Antes de Julgar observe!
 
Rogélio Ronez em 15/01/2012 02:47:16
Eu preferi ler essa notícia que o contrário! Ainda bem que o Sargento Lima estava "armado", pois a lei permite isso a ele. Chega de bandido... Quem escolhe o caminho do crime, não estudando, não trabalhando, já deve saber como serão seus dias! Cadeia ou Cemitério! Dois "C"...
 
Suzane E. A. Lacerda em 15/01/2012 02:31:09
Meta esse babaca na cadeia mane , acha só porque e ex militar tem o direito a sair matando, idiota - otário e ignorante Justiça !!!!
 
Joao carlos de Souza em 15/01/2012 02:26:23
E brincadeira como tem policiais despreparados. Antes de tudo é um ser humano que tem direito de viver assim como todos nos. Não era preciso ter feito essa barbaridade!!!
 
denise faria ferreira em 15/01/2012 01:50:47
Dificil situação, sou vizinha de ambos Senhor Lima e Senhor Braz pessoas de bem... como diz quem procura acha, triste fato. Espero que sirva de lição para muitas pessoas... o Braz é um homem conhecido na região espero que não se abale com a situação.
 
Ana Paula em 15/01/2012 01:09:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions