ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Morador levou "bomba" para casa antes de chamar esquadrão

Em vídeo feito para mostrar à polícia, aposentado "analisou" o objeto e até o pegou com as mãos

Por Lucia Morel | 20/03/2021 09:39



Enquanto cuidava de roça que cultiva aos fundos do residencial onde mora, o aposentado Orandi Clovis Santoni, de 59 anos, encontrou uma “bomba” e a levou para casa até que autoridades especializadas chegassem para desarmá-la. Em vídeo, ele mostrou o objeto e até o pegou com as mãos.

Ele disse que estava ciente dos riscos, mas mesmo assim transportou o artefato até seu apartamento. Ele conta que primeiro entrou em contato com o Exército, que acreditava ser responsável por esse tipo de serviço, até ser informado de que teria que entrar em contato com o Bope (Batalhão de Operações Especiais).

O esquadrão antibombas foi até o local, no Residencial Nelson Trad, no Jardim Carioca. Lá, retiraram a bomba da casa do aposentado e a deflagraram no terreno baldio ao lado dos prédios, conforme vídeo aqui.

“Com a pandemia, como sou grupo de risco, fiz uma roça no matagal da área da prefeitura e tava trabalhando lá, aí eu observei o artefato, mas não conheço, mas parecia bélico”, contou. “Eles vieram aqui, levaram pro lado de fora do muro e fizeram a explosão no meio da roça”, lembra.

Segundo ele, depois do fato, foi orientado pelos policiais a não mais pegar objetos desse tipo e deixá-los onde os encontrar, e então chamar o Bope, devido riscos de explosão. "Eles me orientaram",  comentou.

Conforme moradores ouvidos ontem pelo Campo Grande News, o local servia de espaço de treinamento e por isso, é comum encontrar objetos do tipo por lá.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário