A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/09/2011 18:11

Moradores da Praça Aquidauana vão ao MPE para barrar dogueiros

Paula Maciulevicius

População afirma que prefeito disse que suspenderia obras até que fosse decidido para onde ambulantes seriam transferidos

Moradoras foram até MPE pedir pelo embargo da obra que caminha para detalhes finais. (Foto: Simão Nogueira)Moradoras foram até MPE pedir pelo embargo da obra que caminha para detalhes finais. (Foto: Simão Nogueira)

Na tarde desta quarta-feira, moradores da região da Praça Aquidauana procuraram o Campo Grande News sobre as declarações feitas pelo prefeito Nelsinho Trad (PMDB) em relação a ida dos dogueiros para o local.

Segundo os moradores, na reunião feita ontem, ficou acordado que as obras na praça estariam suspensas até que os dogueiros fossem redistribuídos.

“Ele disse que se algum não tivesse onde ficar, dois ou três que iriam para lá, mas isso só com o nosso consentimento, mas ele disse que faria de tudo para não ir nenhum”, conta a moradora Ângela Garcia, de 43 anos.

Hoje em evento para prefeitos do interior do Estado, Nelsinho afirmou que a Praça Aquidauana não será o único a alojar temporariamente os trailers.

“Na Praça vai ficar um número definido de comerciantes. Estamos procurando outros locais para a instalação de todos eles”, comentou.

O prefeito disse ainda que na reunião que teve com os moradores da região da praçaprometeu que o alojamento dos dogueiros será temporário até a finalização das obras da Orla Ferroviária, e que com o final do processo, o local será revitalizado. A expectativa é que cerca de 20 trailers fiquem na Praça Aquidauana.

“Ele ficou de conversar com os dogueiros e procurar a gente. Nós esperávamos a posição dele. Não aceitamos esses 20 dogueiros que ele disse que iriam para lá. Até porque se vai redistribuir, que redistribuição é essa de 20 dogueiros num só lugar?” questiona a moradora Walquiria Matos, de 35 anos.

A questão está num impasse tão grande que os moradores foram até a 42ª Promotoria de Justiça de Campo Grande, conversar com a promotora de Meio Ambiente Andréia Cristina Peres da Silva. O pedido é para que a obra seja embargada, assim como foi em relação a ida dos dogueiros para o Horto Florestal.

Praça Aquidauana segue com obra para instalação dos dogueiros. (Foto: João Garrigó)Praça Aquidauana segue com obra para instalação dos dogueiros. (Foto: João Garrigó)

“Já tem o pedido de embargo. Ali é um corredor cultural, como que se destrói em meia hora? Se você ver foto de antes, era verde, com árvores. Acabou tudo, virou cimento”, coloca Walquiria.

Ainda de acordo com os moradores a suspensão não só não aconteceu, como a obra continua e a todo vapor.

“Já tem pia, torneira, eles estão arrumando tudo para ficar pronto ainda hoje parece”, completa Ângela.

Transferência - Os dogueiros foram removidos da avenida Afonso Pena devido às obras de revitalização da via. A Praça Aquidauana e os outros locais onde serão instalados os trailers, ainda não anunciados pela prefeitura, serão uma “trampolim” até a transferência final para a Orla Ferroviária, prevista para ficar pronta em fevereiro de 2012.

A Praça Aquidauana já está recebendo obras para receber os dogueiros, após a desistência da prefeitura de transferi-los para o Horto Florestal. O presidente da Amval (Associação Municipal dos Vendedores de Lanches), Emerson Nascimento, disse anteriormente que os comerciantes estão aguardando a obra ficar pronta para a mudança.

Na semana passada Nelsinho Trad declarou, em comunicado divulgado no site da Prefeitura de Campo Grande, que reviu a transferência dos dogueiros para a pista de bicicross nas proximidades do Horto Florestal, outro local cogitado para a transferência.



O mais engraçado será saber que as pessoas que protestam contra os dogueiros são as mesmas que circulavam, meses atrás, com adesivos querendo shows na expogrande....pimenta nos olhos, ou melhor, barulho nos ouvidos dos outros é refresco.
 
Celeste NAzário em 22/09/2011 08:55:02
Concordo com vc Sérgio! Afinal de contas é uma transferência temporária. Acho que um pouco de tolerância não faz mal a ninguem. Sabemos que o melhor lugar será mesmo a orla ferroviária, que é vizinha da praça Aquidauana. Mas enquanto esta não fica pronta, a praça Aquidauana é o melhor local no momento.
 
Carol Oliver em 22/09/2011 08:36:12
porque impedir os dogueiros de trabalhar la? garanto que se essas senhoras fossem uma dona de um "trailer de Dogs" ela estariam aflitas para mudar logo e começar a ganhar dinheiro com a venda dos lanches
 
Leandro Paraná em 22/09/2011 08:33:03
AQUI NAO É INTERIOR .....
 
JOSE ARTIGAS em 22/09/2011 08:13:23
MEU DEUS
QUE SERA DESSES DOGUEIROS?
QUE SERA DOS SHOWS PROIBIDOS DE ACONTECER?
OLHA AQUI E UMA CAPITAL ME DEIXA INTRESTECIDO A QUANTIDADE DE COISA QUE O POVO PROTESTA .
MAS PROTESTAM POR COISAS POUCAS.
PQ NAO PROTESTAM COM A LOTAÇAO DOS ONIBUS QUE ANDAMOS QUE NEM SARDINHA?
COM A STA CASA POSTOS DE SAUDE ONDE SOMOS MAL TRATADOS?
CAPITAL E DESENVOLVIMENTO É BARULHO É OBRAS.
 
JOSE ARTIGAS em 22/09/2011 08:12:45
Acho que deveria o Prefeito verificar se a legislação permite a instalação deles ali (se há permissão então exerça sua autoridade como Prefeito). O voto já foi pra isto mesmo, onde eles estão emitem ruídos do mesmo jeito e já nao ficaram dezenas de anos alí. Diga apenas um sinto muito aos moradores e pronto O Senhor representa a maioria, pra isto votamos.
 
Olton José Grec em 21/09/2011 11:05:45
Sou Campo-Grandense com muito orgulho, acho uma das cidades mais belas e planejadas do Brasil, acredito eu, que o senhor prefeito está muito correto em transferir os "dogueiros" para a praça Aquidauana, afinal ali já existe alguns trailers de caldo de cana, se alguns podem usar aquele espaço, porque outros não podem? Não acho correto a atitude dos moradores da região pedir o embargo da obra.
 
Sergio em 21/09/2011 10:38:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions