A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/02/2011 10:02

Moradores do Caioba fecham rua contra cortes do passe do estudante

Ítalo Milhomem

Na manhã desta sexta-feira (18), cerca de 50 pessoas fecharam a ponte na rua Pará, no bairro Portal Caioba II em Campo Grande para protestar contra o corte do passe estudantil de cerca de 80 crianças da região.

Os populares foram para rua levando galhos de árvores e pneus e fizeram uma barreira, não deixando os ônibus passarem até a chegada de alguma autoridade para resolver a situação.

De acordo com a costureira Iracilda de Fátima Benites, de 49 anos, várias mães foram até a Agetran solicitar o passe estudantil, no entanto tiveram uma surpresa quando receberam os cartões do passe do estudante.

Mesmo morando na mesma casa, um irmão teve o pedido deferido e recebeu o benefício e o outro teve o passe do estudante negado, sobre a argumentação de que a residência dele não atingia o mínimo de metros de distância da escola.

A alegação para os cortes é falta da metragem mínima para consessão do benefício.

Ela conta que mesmo se for correta a metragem feita pela Agetran, em dias de chuvas as crianças do bairro não tem como ir para Escola.

Segundo moradores, um representante da empresa de ônibus Jaguar, foi ao local e marcou uma reunião na prefeitura e protesto foi encerrado por volta das 9 horas.

A presidente da associação de moradores do portal Caiobá II, Maria Aparecida Lemos do Santos, de 49 anos, foi agora pela manhã para a reunião com representante da prefeitura discutir a situação dos moradores.

ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


ESSE NEGOCIO NAO PODE SER RESOLVIDO DESSA MANEIRA
COLOCANDO PAU PEDRAS NA RUA ,
ESSE NEGOCIO TEM QUE SER RESOVIDO DE OUTRA MANEIRA
TEM QUE SABER QUEM E O IDEALIZADOR DESSES CORTES
IR NA ONDE ELE TRABALHAR E DAR UMA SURRA DE CINTA DE COURO NO LOMBO DESSE DESALMADO, NEGOCIO DE CRIANÇA NAO TEM NEM QUE PENSAR MANDA DAR E PRONTO ACABOU.
 
luiz fernandes em 18/02/2011 12:56:46
Eu como cidadão sul-matogrossense fico revoltado com essa situação. Várias famílias necessitam desse benefício para seus filhos pois não teem condições de pagar R$ 5,00 todos os dias para eles irem as escolas. O passe de estudante deveria ser lei para todos os alunos da rede municipal e estadual que quiserem ter. Nelsinho, faz alguma coisa ae. Você nega passe de estudante e tbm quer aumentar o valor da tarifa para R$ 2,70? Não estamos em São Paulo para pagar esse absurdo....
 
carlo hamit aguero em 18/02/2011 12:55:11
deveriam cortar de todo mundo, um bando de estudantes sem educação, sobem em cima do banco com os pés cheios de barro, gritam no ouvido de todo mundo, xingam as pessoas, enfim deveriam estudar na escola mais proxima de casa.
 
francisco prdo em 18/02/2011 12:47:00
isso é vergonhoso
o meu filho está com situação diferente,o cartao dele foi entregue no final do ano dentro do prazo que a agetran estipulou e agora fui retirar o cartão e fui informado que o mesmo está com problema,para ter o benefício vou ter que pagar 7,50 e esperar de 30 a 60 dias para receber o cartão,sendo que isso ja aconteceu no ano passado a mesma coisa
até quando famos ficar refém dessas empresas e a prefeitura nao fazer nada
um absurdo, vou pagar mas vou fazer uma denuncia no ministério publico e procom
pois assim nao dá todo ano é isso
 
ELIO KOCH em 18/02/2011 10:26:32
Acredito que temos que sim que reivindicar nossos direitos, mas de uma forma educada, sem avacalhação, o passe do estudante é um conquista mas o uso com abuso deve sim ser repreendido, a distância é de 2.000m no mínimo, quem mora mais perto que isso precisa de passe para que? Além disso é raro chover no horário de ir p escola. Acho que a população está é mal acostumada com tantos benefícios.
 
Barbara Brites em 18/02/2011 04:16:29
È lastimável isso ocorrer, ainda mais sabendo que o transbordo"ônibus" irá aumentar isso sim é abusivo pagar R$5,70 por dia e com um mínimo de R$545,00 estamos bem
 
PETERSON DE ALMEIDA CHAMORRO em 18/02/2011 03:26:32
Isso aí não é a primeira vez q acontece. Minha filha foi uma das primeiras a fazer matricula c/a promessa de que o passe estudantil chegaria na primeira remessa, pois é, chegou novas exigencias q foram cumpridas de imediato e a 18 dias venho pagando seu passe escolar. Não recebí até hoje o passe estudantil. É vergonhoso pra uma Capital c/excelente indice de crescimento.
 
ALENCAR OLIVEIRA em 18/02/2011 01:44:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions