A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/10/2011 11:58

Moradores elogiam obra, mas apontam falhas na Via Morena

Paula Vitorino

Prolongamento da ciclovia para beneficiar bairros próximos ao aeroporto é principal reivindicação

Pontos de alagamento na Via Morena atrapalham locomoção de ciclistas. (Fotos: João Garrigó)Pontos de alagamento na Via Morena atrapalham locomoção de ciclistas. (Fotos: João Garrigó)

A avenida Duque de Caxias e os seus arredores ganharam novo visual desde a inauguração das obras da Via Morena, no dia 17 de setembro. Toda a via foi revitalizada e quem passa pelo local sente as melhorias.

“Ficou uma beleza essa obra. Muito bom pra gente da região. É um espaço de lazer, que revitalizou a avenida”, diz a moradora do bairro Nova Campo Grande, Lucimara Pereira da Silva, de 29 anos, que aproveitou para passear com os filhos no mirante em frente ao aeroporto, nesta manhã.

Mas os moradores reclamam de algumas “falhas” no projeto da obra, que atrapalham na utilização da via. O principal problema é que a ciclovia, que deve beneficiar àqueles que precisam se locomover de bicicleta, não liga os bairros nas imediações do aeroporto, como o Nova Campo Grande.

“Os ciclistas continuam passando pela rodovia, correndo perigo. Aquela parte – após o aeroporto – que é a mais perigosa, direto tem acidente”, afirma.

Para Fábia Britez, a ciclovia “poderia ter sido ampliada um pouco mais para privilegiar os moradores dos bairros próximos, que devido à falta da ciclovia, ainda continuam utilizando a perigosa Duque de Caxias para se locomover de bicicleta”.

Com 4,5 quilômetros de extensão, outro ponto atrapalha a locomoção pela ciclovia: os alagamentos. “Esse lugar aqui sempre fica alagado quando chove. Tem que passar pela calçada”, diz o zelador Angelo da Fonseca, de 50 anos.

Mas ele também afirma que esse problema é comum em outras ciclovias da cidade.

No entanto, o zelador é enfático ao afirmar que a ciclovia deu mais segurança ao seu trajeto. Ele mora no bairro Zé Pereira e mudou o trajeto até o centro da cidade só para passar pela ciclovia da Via Morena e diminuir os riscos de acidente.

“Depois que inauguraram eu deixei de ir pela Julio de Castilho e prefiro pedalar um pouco mais para ter segurança. Vou até o centro por aqui”, diz.

Dois postes são obstáculos em meio a obra. Dois postes são obstáculos em meio a obra.
Moradora denuncia ausência de lixeiras na Via Morena. Lixo começa a se acumular nas laterais.Moradora denuncia ausência de lixeiras na Via Morena. Lixo começa a se acumular nas laterais.

Poste no meio do caminho - A ciclovia ainda conta com dois obstáculos no percurso, postes da rede de energia que ficaram bem no meio da via após a conclusão das obras.

Lixo no lixo - A moradora Fábia também reclama da falta de lixeiras no trajeto. Ela garante que “fiz todo o trajeto da ciclovia e não há nenhum lixeira”.

A consequencia já pode ser vista com o lixo jogado nas laterais da Via Morena. “Falta conscientização das pessoas também”, frisa Lucimara.

Escuro - Ainda segundo Fábia, os responsáveis “esqueceram” de iluminar o mirante em frente ao aeroporto.

“O lugar é muito bom, gosto de passear lá, mas esqueceram de colocar os postes de iluminação. Só instalaram na ciclovia e à noite o local fica escuro, até perigoso”, garante.

Esta etapa da Via Morena teve investimentos de pelo menos R$ 13 milhões. A via foi alargada, compondo três faixas de rolamento, mais uma de estacionamento, totalizando 12,6 metros.

Por quê? - De acordo com o secretario de Obras do município, João de Marco, a obra foi entregue, mas ainda serão feitos alguns reparos dentro dos próximos meses. A luminária do mirante, segundo ele, ainda não foi instalada porque o equipamento não chegou, mas neste mês deverá ser entregue e instalado.

As lixeiras também já foram solicitadas. De Marco também afirma que a empresa de energia já foi acionada para mudar a colocação dos postes de energia.

Já os pontos de alagamento na ciclovia são de responsabilidade da empresa construtora, que deverá arrumar a pista para solucionar o problema. Todas as medidas devem ser finalizadas pelos próximos dois meses.

Sobre a extensão da ciclovia, o secretario esclarece que o projeto não tinha recursos para o prolongamento, mas que os bairros serão beneficiados com a ciclovia das obras do Imbirussu/Serradinho, que cortará a Duque de Caxias logo após o aeroporto.

“Os moradores podem ter acesso a via do Imbirussu/Serradinho por dentro do bairro e aí seguem até a Via Morena”, explica De Marco.



Realmente bonito ficou... sem dúvida !! mas alguns pontos realmente não foam "bem planejados" como o estreitamento da pista em alguns pontos... mas o principal problema que acho é que o transito engarrafado nos horários de pico, no acesso da Rua Murilo Rolim para a Av. Duque de Caxxias !! Esqueceram do colocar um sinaleiro ali !!! ficamos muito , muito tempo ali engarrafados !!!
 
Jacqueline Dourado em 06/10/2011 12:42:32
Enquanto não tem banheiro e nem lixeira seria de boa educação dos bons frequentadores do local que fizessem a sua parte e não fazer as suas necessidades no local e não jogar lixo também.Este local foi melhorado para deixar a cidade mais bonita e se o povo campograndense não cuida quem vai cuidar?
 
Rosa Marlene da Silva em 06/10/2011 08:43:04
Todos os dias temos uma surpresa agradável em Campo . Desde a implantação de um simples semáforo que fazia falta, até a concretização de obras maravilhosas como a Via Morena que transformam nossa Capital em uma Ciadade cada vez mais maravilhosa. Pena que o Ricardo Teixeira não vislumbrou a Capacidade do Prefeito e do Povo Campograndense. Parabens a todos.
 
Alicio Mendes em 06/10/2011 06:56:33
Concordo com a Fábia sobre a falta de lixeiras e iluminação no mirante, mas gostaria de ressaltar que também faltam guardas e banheiros, pois o único lugar onde se tem os mesmos é o aeroporto. Pode-se colocar banheiros químicos, mas com a sua devida manutenção e higienização. Fora isso, é um lugar extremamente agradável e gostoso para se passar algumas horas de lazer. Ficou muito bonito.
 
Priscila Ferreira em 05/10/2011 12:10:27
Realmente, a ciclovia ficou muito bonita e, o principal, segura. Infelizmente tbém notei os pontos de alagamento que podem estragar a via e espero que a prefeitura realmente cobre da construtora a correção. Tbém achei estranho o fato de, no mirante, não haver a ciclovia definida e as bicicletas terem que passar no meio das pessoas que aproveitam aquele local. Já sujeira é questão falta de educação
 
Gladis Caramalac em 05/10/2011 09:04:34
Esses obstáculos tem que ser resolvidos o mais breve possivel, ando de bicicleta todos os dias nesse trecho do aeroporto até a Orla morena, concordo com a Fabia que deveria ter um prolongamento da ciclovia depois do aeroporto pois sei os riscos que estamos correndo naquele trecho. Pedimos ao prefeito que conclua as obras com exatidão, para o bem da população.
 
Lucas Vasconcellos em 05/10/2011 08:39:27
Vamos se preocupar em cobrar iluminação, banheiros e lixeiras. Sexo ali eu acho difícil, mas os jovens curtem em qualquer lugar. Ridiculo certas pessoas ultrapassadas ficarem cuidando dos outros. vão se preocupar com os netos e deixa a vida dos outros de lado.
 
luiz alves pereira em 05/10/2011 06:25:11
Ainda não deu tempo de levar as crianças para ver os aviões direto do mirante,mas gostaria de lembrar que banheiros publicos, com zelador,(a)seriam bem vindos,porque criança não tem hora para querer usa-los. Mas olha só o que a fifa perdeu não trazendo a cópa para CG! nossa cidade é maravilhosa! parabens sr Prefeito.
 
Teresa Moura em 05/10/2011 04:03:09
Concordo que esta faltando, lixeiras, iluminação, guardas, banheiros.
O lugal ficou extremamente agradavél além de valorizar os imovéis da região, eu estou usando a Ciclovia todo o final de tarde, junto com minha mulher e tb notamos estas falhas. Uma outra coisa tém muitos jovem fazendo uso de drogas e tb sexos na parte da noite, ja que não tém iluminação nem segurança.
 
Ricardo Santullo em 05/10/2011 02:57:49
Sem contar que, colocaram radares na frente do mirante, na onde que, não tem nenhuma placa sinalizando se esta ou nao funcionando os radares ou a velocidade dos radares, logo que, a via e 60 km/h, depois que a obra ficou pronta ficou uma beleza, so agora que estamos notando a falta de alguns itens para ficar digamos "perfeita".
 
José Luis em 05/10/2011 02:07:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions