A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/02/2015 10:57

Moradores pedem a ampliação do horário de abertura da Ary Coelho

Alan Diógenes
Com horários engessados, a praça conhecida como coração da cidade’ não tem servido a comunidade como ela espera. (Foto: Marcelo Calazans)Com horários engessados, a praça conhecida como "coração da cidade’ não tem servido a comunidade como ela espera. (Foto: Marcelo Calazans)
Fotógrafo que trabalha na praça há 41 anos disse que horário atual o atrapalha na venda de fotos 3x4. (Foto: Marcelo Calazans)Fotógrafo que trabalha na praça há 41 anos disse que horário atual o atrapalha na venda de fotos 3x4. (Foto: Marcelo Calazans)

A maior parte dos campo-grandenses é a favor da ampliação do horário de funcionamento da Praça Ary Coelho, no Centro da Capital. Apesar de aprovarem a ideia, a população pede maior segurança no local e realização de eventos culturais para aproveitar o tempo maior de abertura do local.

A mudança foi sugerida pelo vereador Eduardo Romero (PT do B), após receber em seu gabinete vários pedidos para que o local abra duas horas mais cedo e feche uma hora mais tarde. Segundo a prefeitura, atualmente a praça é aberta na segunda-feira das 14h às 22h, em função de manutenção da praça e de terça a domingo das 8h às 22h.

Ao constatar a situação, o parlamentar percebeu que nos períodos citados pela prefeitura não havia obras de manutenção na praça. “Sabemos que o local, pelo grande número de árvores, estrutura física e pessoas que passam diariamente precisa de manutenção, mas não justifica fechar todas as manhãs de segunda-feira e o horário dos demais dias são incompatíveis com a necessidade da população”, explicou.

Desta forma, o vereador solicitou que a praça esteja disponível todos os dias da semana a partir das 5h até as 23h. Na segunda-feira (23), o vereador encaminhou ofício para a prefeitura solicitando a ampliação dos horários.

Segundo o fotógrafo Luiz Pereira, 75 anos, que trabalha no interior da praça há 41 anos, o horário atual de funcionamento do local não está sendo respeitado. Por isso, ele defende a ampliação de horário, até mesmo para não perder os lucros que tira com as fotografias 3x4.

“Para mim vai valer a pena por que terei mais tempo para trabalhar. Do jeito em que está hoje, abrindo mais tarde, não compensa eu vir todos os dias, por isso tem vezes que eu nem venho. Cedo quando chego aqui vejo um monte de gente descendo dos ônibus e tendo que rodear a praça por que os portões ainda estão fechados”, comentou Luiz.

Maria aprova mudança mas acredita que deve haver mais segurança na praça. (Foto: Marcelo Calazans)Maria aprova mudança mas acredita que deve haver mais segurança na praça. (Foto: Marcelo Calazans)
Natália afirmou que mudança vai beneficiar jovens que estudam a noite. (Foto: Marcelo Calazans)Natália afirmou que mudança vai beneficiar jovens que estudam a noite. (Foto: Marcelo Calazans)

Para a auxiliar administrativo Natália Lima da Silva, 19 anos, a ampliação do horário vai beneficiar os jovens que estudam a noite e as vezes precisam aguardar os ônibus para ir embora. “Durante o dia a gente vê mais idosos por aqui, por que os jovens precisam usar a praça mais de manhã quando estão indo ao trabalho ou a noite que voltam dos estudos”, mencionou.

Ela credita que a ampliação de horário irão ajudar na realização de eventos culturais também. “Será positivo durante as datas comemorativas, quando existem eventos voltados à população”, apontou.

A auxiliar de serviços gerais Maria Geralda, 52 anos, aprova a mudança, mas disse que se ela acontecer deverá ter mais segurança no local. “Vão ter que colocar mais policiais e guardas municipais para fazer a segurança, por que no período noturno é perigoso aparecer gente fazendo arruaça dentro da praça”, mencionou.

Já o autônomo Fábio Ribeiro Vilharva Filho, 26 anos, não concorda com a mudança de horário. Ele disse que o horário atual corresponde com o horário dos compromissos da população. “Está bom esse horário por que a maioria das pessoas entram no serviço as 7h30 ou 8h e saio lá pelas 18h. Se ampliar o horário, a noite vai ter muito malandro fazendo baderna e usando drogas aqui dentro”, finalizou.

A assessoria da prefeitura informou que o vereador Eduardo Romero enviou ofícios que serão analisados dentro dos parâmetros de ônus, que podem serem gerados com deslocamento de mais mão de obras, como a atuação da Guarda Municipal, manutenção do local, bem como também maior iluminação.

População pede que horário de funcionamento da praça seja ampliado de 5h até 23h. (Foto: Marcelo Calazans)População pede que horário de funcionamento da praça seja ampliado de 5h até 23h. (Foto: Marcelo Calazans)
Semana do Empreendedor Individual começa amanhã na Praça Ari Coelho
O evento é uma realização do Sebrae e conta com apoio da PrefeituraComeça amanhã (27) e vai até o dia a 1º de julho, na Praça Ary Coelho, a 2ª ediçã...
Ação na Ari Coelho recolhe sacolas em nome da natureza
Acontece hoje, até o meio dia, o 2º Dia 100 Sacola, movimento organizado por Val Reis, Liziane Berrocal e Cássio José, um grupo de amigos de redes so...
Gilson & Júnior cantam na praça Ari Coelho sexta-feira
As duplas sertanejas Gilson & Júnior, Allysson & Everton e Luiz Fernando & Rodrigo animam na próxima sexta-feira o projeto ...


A praça é um espaço democrático e deve estar aberta 24 horas por dia. Baderneiros e depredadores devem ser contidos pela presença policial, e não com o fechamento da praça. Como NÃO TEMOS POLÍCIA NA RUA, somos obrigados a conviver com espaços públicos fechados, como se restringir o acesso fosse a solução para o problema. Me entristece ver praças e áreas como a UFMS cercadas.
 
Luiz Pereira em 28/02/2015 11:55:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions