A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

27/02/2012 19:13

Moradores reclamam de algazarra e falta de policiamento na Orla Morena

Jeozadaque Garcia
Viatura da PM faz ronda na Orla; de acordo com moradores, policiamento na região deveria ser permanente. (Foto: João Garrigó)Viatura da PM faz ronda na Orla; de acordo com moradores, policiamento na região deveria ser permanente. (Foto: João Garrigó)

Espaço para lazer e diversão, a Orla Morena, inaugurada há pouco mais de um ano, já é alvo de reclamações de quem mora nas imediações. Moradores criticam a algazarra promovida por jovens noite afora e a falta de policiamento na região.

Presidente da Associação dos Amigos da Orla Morena, Ricardo Sanches de Oliveira afirma que o trecho entre a rua Eça de Queiroz, na Cabreúva, e a avenida Júlio de Castilhos, já no centro da cidade, transformou-se em local de baderna.

“A bagunça sempre começa após as 22h. Jovens fumam maconha, bebem, fazem barulho. Já teve até assassinato por aqui”, recorda. Em setembro do ano passado, Tiago Fedossi Silva, de 18 anos, foi morto à tiros na Orla após uma discussão iniciada na escola Maria Constância de Barros, na Vila Planalto.

Ainda segundo Ricardo, a região está entre as mais ‘problemáticas’ da área central de Campo Grande, porém, a maioria dos moradores prefere ficar em silêncio por medo de represálias.

“Nós não fazemos parte das estatísticas. Muitos não registram boletim de ocorrência por medo, outros dizem que demora muito”, aponta.

Para Lídio, à direita, Orla “virou um inferno”; Ricardo, ao centro, diz que região é uma das mais problemáticas. (Foto: João Garrigó)Para Lídio, à direita, Orla “virou um inferno”; Ricardo, ao centro, diz que região é uma das mais problemáticas. (Foto: João Garrigó)

Nesta terça-feira (27), às 18h30, uma Assembleia Geral será realizada na Escola Estadual Riachuelo para discutir a segurança na Orla. Participarão representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal e Conselho Comunitário de Segurança da Região Central.

“Virou um inferno” - Morador da região há mais de 30 anos, o aposentado Lídio Moraes conhece bem os problemas que a população local enfrenta. Ele já foi obrigado a ‘tocar’ diversos jovens que bebiam e faziam algazarra em frente sua casa.

“Isso aqui virou um inferno. À noite você não dorme”, critica. “Quando os bares fecham, o povo vai beber aqui por perto. É barulho, mulherada... às gente nós até perdemos a calma”, diz.

Para ele, seria necessário uma base móvel da Polícia Militar no local.

“A PM passa, e [o barulho] acalma. Depois, quando vão embora, começa tudo de novo. Tinha que ter um policiamento permanente aqui”, sugere.

Mais antigo ainda na região é o também aposentado Valdomiro Dutra. Há 40 anos na avenida Noroeste, ele classifica o local como “uma verdadeira bagunça”.

“Os jovens amanhecem fazem algazarra. Tem bebida e o fuminho também”, reclama o morador, que já flagrou por diversas vezes jovens em seu quintal, que quebraram parte do portão para ‘roubar’ poncã.

“Agora eu nem saio mais de casa [quando vê os jovens]. Vai que a gente fere um deles...”, finaliza.



Ocorreu na noite desta terça feira (28.02.2012) na Escola Estadual Riachuelo, a 1ª Assembléia Geral pela Segurança com a participação de autoridades municipais bem como moradores da região do Cabreúva e Planalto. A população questionou os representantes apresentando os problemas que vem ocorrendo no espaço da Orla Morena e ações serão executadas já nos próximos dias para solução dos mesmos.
 
JOÃO CABRAL DIRETOR DO PATRIMÔNIO ASSOCIAÇÃO AMIGOS DA ORLA MORENAA em 29/02/2012 12:35:36
Marcio Barbosa, pelo chão,chão,chão ja deu pra ver quem é vc,sem discutir a sua opção, tds tem direito de se divertir,de descançar,e dormir,principalmente se for como vc diz"velho"e o respeito, tds somos obrigados a ter pelas pessoas, se não te ensinaram isso qdo pequeno ainda é tempo aproveite, seu futuro póde melhorar ,ser jóvem não significa ser mal educado,muito pelo contrário.Ok?
 
Adenildes Marques em 28/02/2012 11:16:40
interesant ver q nao falao sobre a falta de banheiros, falta de agua para beber, a falta dos magnificos e lendarios mirantes da orla, ou seja o bem comum é deixado d lado cada um olha pro seu proprio umbigo. a orla é um bem d todos "TODOS" a soluçao nao é bater ih prender todo mundo nao, a soluçao é todo mundo fikar em paz com harmonia, podia ter eventos q promovao a interaçao social tbm sucesso!!
 
fred campos em 28/02/2012 11:03:26
interesant ver q ninguem faz nenhuma reportagem falando q lá nao tem banheiros, nao tem agua para beber, nao tem os famosos mirantes da orla ou seja os bens comuns sao deixados de lado cada um olha seu umbigo ih a midia marrom ganha dinheiro com segregaçao social...sou skatista amo andar na orla, ela é um bem d todos harmonia é a soluçao, nao c deixe levar por veiculos sensacionalistas.
 
fred campos em 28/02/2012 10:52:50
a orla precisa de um sistema de monitoramento por câmeras instaladas, principalmente perto dos brinquedos e aparelhos de exercicios,pata descobrir quem danifica e punir os infratores do patrimônio púlblico e do sossego dos usuários que a utilizam corretamente.as cameras também ajudariam a identificar possiveis marginais.
 
antonio costa em 28/02/2012 10:42:26
Como já disse anteriormente, parece que tudo é questão de educaçao e limites, e a polícia não tem obrigação de educar marmanjos e marmanjas que só faltam rosnar e andar de quatro pelo chão (Oh, WHAIT! Não falta. Já fazem isso enquanto dançam!!!!).
Então não falta mais nada. Infelizmente boa parte de nossa juventude nem sequer pode ser chamada de humana.
 
Madalena Sortioli em 28/02/2012 09:57:04
Fui até a Duque de Caxias esses dias e a sujeira e lambança deixada por jovens que frequentam o local sem sequer saberem respeitar o espaço dos demais cidadãos é incrível. Aí não deve ser diferente.
Jovens porcos, relaxados, agressivos, ignorantes e mal-educados, desconhecedores dos mínimos princípios da educação e urbanidade. Esse é nosso maior problema: os selvagens juvenis campo-grandenses.
 
Mirian Costa em 28/02/2012 09:51:12
É impressionante como as pessoas não cuidam de seu próprio patrimônio. Essa juventude de hoje que pratica esses atos de vandalismo pagarão um alto preço amanhã. Já estão habituados a viverem na boca do lixo. Essa orla tá mto manjada.... isso sem contar o prostíbulo que fica de portas bem abertas para quem quiser ver as "moças" dançando de calcinha p/ seus clientes. Um horror!
 
Carol Oliver em 28/02/2012 09:31:49
Antônio Carlos,eu moro em FRENTE a orla e posso afirmar que ninguém prefere o matagal,+ ninguém é obrigado a andar na sujeiras q esse pessoal que bebe "e nao faz mal a ninguém" causa na orla, garrafas, cigarros, jogados por todo lado.Fala sério,só na vê kem nao ker q liberdade d hj é a responsável pelas mazelas da sociedade.O cidadão de bem paga para baderneiros ter onde se "refugiar" e se drogar.
 
Caroline Dourado em 28/02/2012 08:58:48
Devia ter um local, um centro, um espaço, uma JAULA COLETIVA, sei lá o quê, que pegasse jovens ou pessoas em geral c/ a mentalidade desse Márcio Barbosa e prendesse, motivado pelo bem-estar social. Lá receberiam aulas de literatura, música, história da arte, uma formação humanista intensiva. E só poderiam ser soltos a hora que provassem que, PELO MENOS, aprenderam a respeitar o espaço do próximo.
 
Laura Costa em 28/02/2012 08:51:26
MAIRA MENDES, no Largo da Feira tem ciclovia sim. É aquela faixa de piso com pedras vermelhas que passa por trás das barracas. O que acontece é que os frequentadores da feira é que invadem essa ciclovia sem mesmo se atentar que o local é destinado à ciclistas. O mesmo pode ser observado em toda ciclovia na Orla e mesmo no Parque das Nações. Mais caminho do que pedalo, todos tem seu espaço.
 
Flávio Morais em 28/02/2012 08:49:47
Os "jovens" q kerem "curtir" n se deram conta de que o respeito vem em primeiro lugar, cabreúva e planalto são bairros antigos e com uma população enorme de idosos, bebedeira, barulho e promiscuidade nao é diversão.Não vejo a hora do toque de recolher ser reutilizado pois nao existem mais limites, respeito com o próximo, então que aprendam a força e na base da opressão! O mundo jaz no inimigo!
 
Caroline Dourado em 28/02/2012 08:36:22
É isso mesmo, Márcio. Chão, chão, chão. Vocês (moleques algazarreiros) chegaram a um nível tão baixo que parecem que não mais vivem e sim chafurdam na lama.
Se tivessem pais responsáveis não seriam um problema para a cidade. Mas pais omissos geram problemas sociais e não filhos. E é a sociedade que arca com essa parcela de gado desordenado que o máximo que faz é atrapalhar ou ocupar hospitais.
 
Madalena Sortioli em 28/02/2012 08:32:29
A população reclama que o poder público não faz nada para dar opção de esporte e lazer e quando faz, uma parcela considerável não tem respeito com a coisa pública. Pra acabar de completar, um sem noção, cabeça oca, como esse tal de Márcio Barbosa, desrespeita os idosos e o pior voces dão crédito e publicam. Outra coisa, quem deve cuidar do patrimônio municipal é a guarda municipal!
 
selton brasil em 28/02/2012 08:23:09
MARCIO BARBOSA, pelo seu comentario se nota quanto sua mente e evasiva, falando tolices e ofendendo pessoas que vc nem conhece. Leia um livro, assista um filme, tenha uma vida mais saudavel, e deixe de ser tolo, amadureca com respeito.
 
daniel bueno em 28/02/2012 08:14:00
Moro a 50 metros da Orla, passo lá todos os horários inclusive de madrugada e não é esse inferno q tão falando não.. o único problema lá é na pista de skate.. se não tivessem feito essa pista seria perfeito.. é só a polícia ficar lá.. o resto da Orla quem fica parado conversando e bebendo não incomoda ninguem.. Pergunta pra esse seu Ricardo se ele prefere o matagal de antes...
 
Antônio Carlos em 28/02/2012 08:08:39
olha é muito bom o local pra nos jovens podermos dançar e tomar nossa bebidinha, agora estes velhos que não tem o que fazer ainda vem reclamar de nossa diversão ai nao dá né, poxa deixa a gente se divertir estamos apenas no começo de nossas vidas e vcs ja estao velhos e ficam nos enchendo o saco, pó velharada vão jogar dominó e deixa agente se divertir, chão chão chão chão chão chão chão..........
 
Marcio Barbosa em 28/02/2012 07:47:21
e tem também os ciclistas q em dia de feira,eles andam no meio das pessoas com suas bicicletas,sendo q a pista é de caminhada,e lá tem crianças,idosos,cachorros com seus donos e suas coleiras,e eles lá circulando como se fosse pista de ciclismo.
 
maira mendes em 28/02/2012 07:41:25
policia não foi feita pra dar educação paternal, ou ensinar bons modos a vândalos, nem mesmo educação cristã. acredito que esses indivíduos não gostariam de ser abordados, levar corretivo ou mesmo serem encaminhados a uma igreja.pense você mesmo: qual o filho que você terá no futuro? reflita e invista no seu pra não fazer parte desse grupo. e a proposito policia trabalha com projeto de prevenção
 
GILDEMAR DANTAS em 28/02/2012 07:02:01
A Orla Morena é um espaço publico e todos tem direito de uso do mesmo. Infelizmente nem todos estão preparados para frequentá-lo. O cheiro de cocô de cachorro já é grande e na área de skate o odor de urina também é forte; falta banheiros. Mas como nós nunca tivemos um espaço assim em Campo Grande, o poder público tem que tomar algumas providências e aos poucos tudo entra nos eixos.
 
Gilberto Ozuna em 28/02/2012 05:43:15
CONTINUAÇÃO:a nossa sociedade sempre vai ser assim, os espaços criados para passeios caminhadas e esports, vão serem degradados e destruidos por pessoas que nunca vão conhecer outra coisa no mundo que não seja o chão chão,vão fazer destes espaços para caminhar ou sentar e ler um livro ao ar livre,o palco da sua ignorancia e insiguinificancia enfim a EDUCAÇÃO NUNCA ESTEVE TÃO EXTINTA,E O REPEITO
 
regiane yasmim portugal em 28/02/2012 04:33:07
Enquanto as pessoas não aprenderem ser sociais "principalmente estes jovens" enquanto não serem educados racionais e não pararem de agir como uns delinquentes ignorantes tão cheios de razão, achando que sabem tudo e que a vida é calçada e chão chão, enquanto a maior parte dos nossos jovens brasileiros não si mentalizar de que o mundo pertence aos fortes inteligentes e interessados a nossa...
 
regiane yasmim em 28/02/2012 04:21:26
Isso é verdade na orla tem muita gente uns vão para se divertir e outros vão para fumar droga lá, meu namorado anda de patins lá, muitas vezes já deixei de ir lá por motivo da minha alergia porque tem um povo lá que fuma droga e cigarro e o cheiro e muito forte que você até passa mal lá mesmo que chega a dar dor de cabeça. Eu sou a favor de colocar uma base de policiamento na orla.
 
Lidiane Cordeiro Dias em 28/02/2012 02:04:58
O correto seria criar uma base da GUARDA MUNICIPAL pois, pelo que me consta, uma das principais funções desta unidade é o policiamento em áreas públicas do município. A PM faz a sua parte, fazendo rondas no local, mas não pode parar uma VTR apenas para cuidar dos bagunceiros de plantão. E acho que tbém na região do aeroporto tem que manter uma base da GM antes que a baderna tome conta.
 
Gladis Caramalac em 27/02/2012 10:48:05
xííííí´e se o moleque tomar uns cascudos já sabemos quem poderão ser....
os frequentadores da orla. Os verdadeiros Orleiros.
 
Orlando Lero em 27/02/2012 09:50:20
Onde não falta policiamento quando se precisa?
Tente Ligar de qualquer bairro e veja quanto tempo se espera por uma viatura.Sempre a atendente fala que nao ha nenhuma disponivel no momento.
 
Edson Carlos em 27/02/2012 09:46:51
A Orla Morena é um grande avanço em termos de qualidade de vida para toda a população de Campo Grande. Infelizmente a cultura do povo, principalmente jovens, não acompanhou a evolução cultural necessária para a preservação física, ambiental e social do espaço coletivo. Os atos de vandalismo e desrespeito às pessoas são visíveis a todo momento.Faz-se urgente a instalação de unidade policial 24h.
 
Mário Soares de Arruda em 27/02/2012 09:22:57
Tambem temos que acabar com a farra daquele moleque que anda com sua hornet vermelha, empinando no meio de familias e crianças...Uma hora dessas esse sem noçao que gosta de aparecer vai acabar atropelando alguem..Tenho certeza que os moradores sabem de quem estou falando...Alias eu mesmo ja passei a placa da moto para a policia e para fui pessoalmete ate a agentran...todos temos que fazer o mesmo!
 
paulo roberto em 27/02/2012 07:43:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions