ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Moradores reclamam de excesso de velocidade na Marginal Lagoa

Por Fernando da Mata | 23/01/2012 12:53

Via virou palco de acidentes, como o que matou uma mulher de 31 anos, passageira de uma moto, nesse domingo (22)

Via está bem sinalizada com faixas e placas (Foto: Marlon Ganassin)
Via está bem sinalizada com faixas e placas (Foto: Marlon Ganassin)

Inaugurada no mês passado, a avenida Prefeito Lúdio Martins Coelho (Marginal Lagoa), em Campo Grande, já virou cenário para veículos que trafegam em alta de velocidade e para acidentes.

Um dos acidentes aconteceu na tarde desse domingo (22), próximo à Vila da Base Aérea, e matou Juliana Gomes, 31 anos. A vítima era passageira de uma moto, que colidiu em um carro. O condutor da moto, de 22 anos, ficou ferido e está internado.

Situações como essa deixam os moradores da região preocupados. A secretária Meire Acosta, 40 anos, reside às margens da avenida e reclamou que os condutores abusam na via.

“O fluxo é demais e o pessoal não tem noção. As crianças não podem nem ficar na calçada”, afirmou a secretária.

Durante caminhada na calçada da avenida, o aposentado Arlindo Gomes Romeiro, 81 anos, brincou ao descrever os condutores que trafegam pela marginal. “Eles correm bem. Tem motociclista que parece ter vontade de voar de tão rápido”, frisou Romeiro.

Para a dona de casa Maria José Domingues, 59 anos, o excesso de velocidade prejudica a travessia de pedestres. “O povo passa muito correndo. Tem hora que tem que esperar muito para atravessar”, enfatizou Maria José.

O diretor de trânsito da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Janine de Lima Bruno, alertou que os abusos e acidentes acontecem por mau uso da via por parte do condutor, já que a Marginal Lagoa está totalmente sinalizada.

“Não tem desculpa para a pessoa causar um acidente. Se ela andasse na velocidade regulamentada, não acontecia”, afirmou Bruno.

Para tentar “brecar o mau condutor”, semáforos, radares de controle de velocidade e travessias elevadas serão instaladas em alguns pontos da avenida Lúdio Martins Coelho. Porém, de acordo com o diretor de trânsito da Agetran, não há previsão de quando será feita a instalação, já que o pedido ainda está em fase de licitação.

Conforme Janine Bruno, são três pontos prioritários. Uma travessia elevada será colocada próximo da Vila da Base Aérea. Os semáforos equipados com fotosensor e radar serão instalados no cruzamento com a rua Petrópolis, um dos mais críticos. E radares funcionarão nas proximidades do cruzamento com a rua das Árvores.

Nos siga no Google Notícias