A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/09/2013 18:45

Morte de cadela durante o banho é “mistério” e causa revolta na Capital

Elverson Cardozo
Luly, segundo versão do Pet Shop, não resistiu ao banho. (Foto: Anda)Luly, segundo versão do Pet Shop, não resistiu ao banho. (Foto: Anda)

A morte inusitada de uma cadelinha, que tem entre 4 e 5 meses, da raça Lhsa Apso, provocou indignação, suspeitas e questionamentos. Tutora do animal, a funcionária pública Wania Ferreira, de 44 anos, a levou em um Pet Shop, a “Creche SPA Cantinho do Animal”, que existe em Campo Grande desde 2011, mas, no caminho para buscá-la, descobriu, durante uma ligação com o dono, Thiago Alves Chacha, médico veterinário, que Luly, o animal em questão, havia morrido.

O caso aconteceu há 12 dias, em 22 de agosto, mas só veio à tona nesta segunda-feira (2), após ser noticiada pela Anda (Agência de Notícias dos Direitos Animais), considerado o maior portal de notícias de animais do mundo.

“Ele [Thiago Alves] disse que ela teve uma morte súbita e falou: ‘A gente estava pondo o lacinho, quando ela deu dois suspiros e morreu”, contou a mulher, em entrevista ao Campo Grande News.

À tutora, o veterinário teria dito, segundo relatos dela, que isso pode acontecer. Abalada, Vânia não conseguiu entrar no “mérito da questão”. Voltou para casa, mas no dia seguinte resolver levar o corpo da cadela para realizar uma necropsia.

“Pensei que tinham dado um calmante para ela, em dose cavalar e que, talvez, pudesse ser isso, mas quando vi o laudo notei que era pior do que imaginava”, contou.

A conclusão do exame, feito no hospital veterinário da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), e assinado pela professora de anatomia patológica Gisele Braziliano de Andrade, traz uma surpresa, que não condiz, pelo menos na interpretação da servidora, com o que foi relatado.

“As alterações descritas sugerem fortemente que o animal pode ter sofrido uma queda ou outro traumatismo que provocou as fraturas nas costelas e lesões nos órgãos, ocasionando a hemorragia importante e fatal”.

A suspeita era morte súbita, mas a “descrição macroscópica, realizada no dia 23/08/2013, às 13h30, apontou o seguinte:

“O animal apresentava as mucosas aparentes pálidas. À abertura do animal observou-se hemoperitônio e hemotórax (grande coleção de sangue nas cavidades peritoneal e torácica, respectivamente). Na abertura torácica foram encontrados hematomas no tecido subcutâneo à altura das costelas e fraturas na região dorsal das costelas (6º, 7º, 8º, 9º e 10º costelas na porção medial do lado direito do animal e 7º, 8º e 9º costela na porção distal do lado esquerdo do animal, alcançando a junção costo-vertebral). Em edocárdio foram notadas hemorragias sub-endocárdicas. Na cavidade abdominal observou-se ruptura da cápsula do fígado e laceração na superfície do parênquima hepático em quase toda a extenção. A cápsula do rim esquerdo apresentou hemorragias”.

Mesmo sem conhecimento aprofundado, para a tutora do animal ficou claro que não foi uma “morte súbita”, como disse o veterinário. Wania afirma que ainda não tem uma hipótese para o fato. “Não quero julgá-lo. Só quero que eles me falem o que aconteceu porque estavam responsáveis. Não quero acreditar que maltrataram ou judiaram do cachorro, porque imagina só o tanto que essa bichinha sofreu”, disse.

Ao fundo, Thiago brincando com cães em recreação. (Foto: Elverson Cardozo/Arquivo)Ao fundo, Thiago brincando com cães em recreação. (Foto: Elverson Cardozo/Arquivo)

Além de ter solicitado a necropsia, Wania também procurou a polícia. Registrou um Boletim de Ocorrência na Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista).

No depoimento aos policiais, ela faz o mesmo relato. Diz que recebeu a ligação de Thiago, por volta das 17h45 do dia 22 de agosto, dizendo que Luly “não resistiu ao banho e morreu”. Disse, ainda, que não acreditou na explicação porque a cadela “era totalmente saudável e tinha todas as vacinas em dia”.

Ao Campo Grande News, como disse à polícia, a mulher informou que esta foi a primeira vez que levou a cadela ao Pet Shop. Nessa história, um fato curioso chama a atenção: Luly não foi deixada sozinha na “Creche Canina”, mas com outra cadelinha, da mesma raça, que voltou viva.

Na Decat, o BO foi registrado como crime de abuso, maus-tratos ou mutilação de animais silvestres domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos (artigo 32 da lei nº 9.605/98).

Crechê conta com ofurô para animais. (Foto: Elverson Cardozo/Arquivo)Crechê conta com ofurô para animais. (Foto: Elverson Cardozo/Arquivo)

Pet Shop – A Creche SPA Cantinho do Animal existe desde 2011. Formado há aproximadamente 6 anos, Thiago resolveu investir em um novo serviço, voltado ao “mercado de humanização”.

Não se trata de um Pet Shop comum, mas, como o nome sugere, de uma creche -especialmente para cachorros. Entre os serviços agregados, tem banho e tosa e, no SPA, ofurô, com direitos a sais e água morna.

O hotelzinho é outro serviço oferecido. O animal não fica em gaiolas, comum na maioria dos pet shops, mas em “celas” espaçosas, os chamados apartamentos. São 11 no total. Uma ao lado do outro. O “quarto” mede 1 x 1,5 metro.

Na creche, um recreador estimula os cães a participarem de brincadeiras e a socializarem com outros animais.

A reportagem do Campo Grande News entrou em contato com o médico veterinário Thiago Alves Chacha, na clínica de sua propriedade, e ele informou que só se pronunciaria em nota enviada à imprensa, mas o documento não foi encaminhado até a publicação desta matéria. Thiago Alves foi procurado, ainda, no telefone celular, mas não atendeu às ligações do jornal.



Esta me parecendo que esse animal como é pequeno caiu de uma certa altura provocando as fraturas nas costelas e provável perfuração em alguns órgãos, além de seu rompimento. Por ser animal de pequeno porte e ainda filhote sua estrutura óssea ainda estava em desenvolvimento o que torna ainda mais suscetível a fraturas. Talvez quem sabe caiu da mesa de tosa e o próprio tosador tenha dito ao médico que o animal teve morte súbita . O detalhe é se o médico sabia do acidente e encobriu ou realmente acreditou na versão de quem quer que estivesse cuidando do animal. Um bom veterinário sabe perfeitamente através de uma delicada palpação na região das costelas que existem fraturas nas mesmas, principalmente, de acordo com a descrição da necrópsia, não haveria dúvidas sobre as fraturas.
 
Mirian Andrade em 25/09/2013 09:50:40
região e desconhecem o que rola lá, fica refém dos MERCENÁRIOS. Pena!!! que a grande Drªa Rosana Estrada, vendeu sua Clínica 24h que era de verdade, com EXCELENTES profissionais, onde em primeiro lugar o animal depois $$$$, sem mentiras...
 
Neyde de Oliveira em 03/09/2013 13:11:21
É muito triste ler uma notícia dessa. Só quem amam esses Quatro Patas, sabe o que significa para nós.
Diante de toda essa tragédia, o que é legal a GARRA da proprietária da Luly. Isso mesmo, detona esse Pet em todos os veículos de comunicação e rede social.
Há tempo vejo, esse mercado crescendo muito, mas poucos são BONS de VERDADE.
Atualmente, o povo não sabe lavar o pé e querem lavar nossos bichinhos.
Gente! leve somente em Pet, MUITO bem recomendado por pessoas exigentes. Contrário, corre o risco de ter problemas.
Outros problema que enfrentamos, são as Clínicas 24 horas. Principalmente aquela... que fica na MT próxima ao Extra. Só pensam em $$$$, estão looonge da competência para a fortuna que cobram, sem contar as mentiras e SUPERFATURAMENTO nos exames. Hoje, quem mora na
 
Neyde de Oliveira em 03/09/2013 13:07:37
É triste mas não podemos generalizar a situação dizendo que todos os pet shop são descuidados, minha cachorra é muito bem tratada quando viajo e a deixo no hotel para cachorros, não sei se pelo porte grande, mas nunca aconteceu nada de ruim com ela quando eu estava fora.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 03/09/2013 12:17:05
É muito triste, não conheço o veterinário responsável por este Pet, mais normalmente não são os próprios Veterinários que dão os banhos nos cães, só que é de total responsabilidade deste, observar se seus empregados, cuidam, gostam e zelam pelo bem estar animal, ou se fazem isso apenas pelo dinheiro no final do mês!!! Descaso total... Infelizmente, outros pets saem no "prejuízo" com isso, porque com isso muitos proprietários ficam com receio de levar o seu animal a pet shop, por isso é importante verificar onde leva, com quem o animal está, como está, e principalmente avaliar como o animal fica ao ser deixado em tal lugar...
 
Sâmela Galdino em 03/09/2013 12:13:42
ja vi aqui no meu pet chegar cachorros quase morrendo e em alguns dias vc conseguir fazer ele voltar a pular correr brincar
e o que me deixa mais feliz em trabalhar nesse meio e poder ajudar criaturas que fazem parte de nossas vidas...as vezes deixando uma licao a todos os "seres humanos" de humildade, lealdade,carinho amor protecao amizade entre outras qualidades de carater
cuidem dos seus amigos
nao sao todos os lugares que vao maltrartar seu animal
e um trabalho muito importante

 
douglas pereira em 03/09/2013 11:05:13
considero uma falha muito grande do pet mencionado
alguma coisa deve ter caído em cima desse filhote...
vejo vários comentários aqui generalizando como se todos os pet fossem assim..bom, eu tenho um banho e tosa e dizendo com um pouco, mais de franqueza sobre oque acontece nesse meio e o seguinte...
exitem sim pessoas no meio que fazem porque gostam e porque entendem um pouco sobre a psicologia animal
nunca precisei maltratar nenhum animal para poder ter o controle sobre ele..o banho e a tosa canina não e tao simples quanto a maioria pensa existem processos a serem seguidos,
curamos feridas cuidamos de doenças de pele a qualidade pelo os odores a parte intima alem de alguns casos ate salvar a vida de um cão
isso nunca é divulgado..
 
douglas pereira em 03/09/2013 10:54:36
Pois então se nos Hospitais e postos do Brasil estão matando por ganância financeira (Dorsa Siuf, Regina, e cia), vamos fazer alarde também, por nas redes sociais. pois eles alem de roubar dinheiro roubaram a vida de de muitos. Tenho certeza que foi uma fatalidade, que não exime a culpa do estabelecimento, pois um veterinário ou uma pessoa qualquer, em si, faria algo como esse, provavelmente foi um acidente. Que esse senhora possa ter um conforto em seu coração, pois é muito triste a perca.
Ademir
 
Ademir Barros em 03/09/2013 10:15:28
Marco Antonio Rodrigues, você foi muito feliz em sua postagem, foi bastante sensato. Concordo plenamente com tudo que escreveu. Tem gente que se cha acima de tudo e de todos, e sem o mínimo de coerência vem neste espaço com o único intuito de massacrar e trucidar a todos, não devemos deixar a emoção sobrepor a razão.
 
Luis Acordado em 03/09/2013 09:54:53
Ele cãozinho foi brutalmente espancado e o petshop deve responder por isso. NÃO DEIXE TUDO TERMINAR EM PIZZA! Devemos divulgar essa matéria no FACEBOOK!!!
 
Rodrigo Adania em 03/09/2013 09:51:27
se fosse com qualquer um dos meus 7 cachorros, coitados, colocava a casa a baixo.
 
evando gomes da silva em 03/09/2013 09:50:39
Realmente é triste...
O meu pitbull é tratado na Clínica Bicho Urbano, porém só confio, pois a dona e veterinária é minha amiga a mais de 10 anos, conheço sua formação, e acima de tudo, seu caráter! Meu cachorro fica "louco" de felicidade só de ouvir o barulho do carro e a voz de quem o busca. Sabemos e temos certeza, ao observar seu comportamento, como ele é bem tratado e gosta das pessoas que o atende.
Essa é uma dica: observe o comportamento de seu animal ao receber os funcionários do pet, vc que é dono e conhece, vai saber como ele se sente!!!
 
Juliana Souza em 03/09/2013 09:47:13
Concordo com a Solange Obara, por diversas vezes levei meu cãozinho para banho em pet bem cuidado, sem carrapatos e ele volta infestado deles.
 
Ana Fernandes Oyadomari em 03/09/2013 09:26:02
Realmente é um acontecimento lamentável, agora também não devemos crucificar o dono e funcionários de Pet Shop, neste tipo de prestação de serviços todo tipo de cuidado é pouco, mesmo com toda precaução, ainda, pode ocorrer acidentes. Acho, que o dono do Pet, apenas errou em não dizer realmente o que ocorreu. Eu tenho um PINCHERR e só dou banho nele em minha casa, porque sei que ele não gosta de ficar longe de mim e da minha esposa e sei isto lhe causa sofrimento e lá no Pet Shop com certeza ele vai tentar se livrar de todos e onde poderá ocorrer um tombo e até mesmo uma fuga. Então, gente não crucificar o proprietários e seus funcionários, pois com certeza depois deste ocorrido eles vão ter mais cautela. Atire a primeira pedra aquele quem nunca errou!
 
Luis Acordado em 03/09/2013 09:24:26
Penso que isso deve ser bem investigado, gostaria de saber se a dona do animalzinho tem crianças em sua casa, pois, esse tipo de ferimento pode se dever a brincadeiras de crianças que sem querer caem em cima, tropeçam no caõzinho e como era bebe, sem qualquer resistencia, pode ter se ferido e inclusive a varios dias vinha sofrendo...
Digo isso, somente com intuito de colaborar porque tal tipo de acidente entre crianças e animalzinho são comuns...
Não quero crer que o Pet Shop tenha pessoas com tamanha crueldade, sei que realmente alguns não tratam dos animais como seus donos gostariam, mas daí a cometer atos de violencia extrema contra um filhote, acho muito improvável, haja vista, que esse comercio depende exclusivamente do bem atender seus clientes certo...
Portanto, muita Cautela...
 
Marco Antonio Rodrigues em 03/09/2013 08:54:11
Ela claramente foi pisoteada ou prensada por algum objeto, com certeza, mesmo que sem intenção...
 
Rodrigo Silva em 03/09/2013 08:48:33
Ahh tenho um cadelinha igualzinha a luly e sempre que levo ela pra dar banho espero ela, pq eu não confio em nenhum pet shop, só pq são "animais" acham que não sentem dor? Tem que dar cadeia nesse cara que não cuida direito dos animais. Não merece trabalhar com animais.
 
Ariane Ravazi em 03/09/2013 08:43:47
Infelizmente não existe fiscalização em pet, nossos bichinho de estimação passam por torturas, as gaiolas são pequenas e sujas na maioria... se eles entram sem pulga ou carrapato saem infestados....não tem como reclamar a unica maneira é ficar na frente das pessoas que estão fazendo o serviço .
 
solange obara em 03/09/2013 08:14:41
A incompetência e a ganância por lucros fáceis em um sistema capitalista são fatores que desconsideram totalmente a vida, seja de humanos ou animais. Casos de violência e crueldade contra animais indefesos são corriqueiros na sociedade. A raça humana é, sem dúvidas, a escória da natureza.
 
ARAL CARDOSO em 03/09/2013 07:30:37
Por essas e outras eu não levo meus cachorros em Pet Shop. Somente o dono para cuidar com carinho e atenção. Já vi muitas vezes no trânsito o modo como alguns Pet Shop transportam os animais. Agora para aqueles que preferem os banhos fora de casa, não custa nada acompanhar de perto. Como diz o ditado: "Quem vê cara não vê coração".
 
Diego Sebastian em 03/09/2013 07:26:35
Estou chocada com isso pois eu comprei um pacote no azeitona preta,e essa semana ja ia ligar pra estar marcado o uso do pacote pra minha Shitzu...,agora nem sou doida de levar mais..
aqui o pacote:
http://campo-grande.azeitonapreta.com.br/team.php?id=14822
E eles tiveram a cara de pau de colocar novamente a promoção mesmo depois do ocorrido
tomem cuidado..
http://campo-grande.azeitonapreta.com.br/team.php?id=16053
 
Camila Vasco Freire em 02/09/2013 23:42:01
Deus me livre! Onde está a humanização? Não tem justificativa plausível. Ou ela foi machucada na Pet Shop ou chegou machucada e eles não perceberam. São 8 costelinhas fraturadas, impossível não ser percebida por profissionais. O que este animal sofreu é muito intenso. A justiça deve ser feita.Não frequentem este pet shop seja qual for o resultado.
 
Fátima Maria Ribeiro Dos Santos em 02/09/2013 22:52:06
Não DESISTA e siga em frente, denuncie, vá e busque os direitos do seu animal de estimação que não pode falar e nem dizer o que aconteceu mas com certeza não foi uma morte súbita. Deus te abençoe e cuide da sua cadelinha
 
sandra lima em 02/09/2013 22:48:37
é lamentavel a perda..mais um pet shop...sem clientes!!Falta de respeito com os animais..
 
Fabiana Camargo em 02/09/2013 22:40:50
Um absurdo são pessoas irresponsáveis e mentirosos porque além de tudo o que aconteceu com a cachorrinha ainda mentiram descaradamente para a dona tem mais é que fechar este lugar, falta de humanidade.
 
Anna oliveira em 02/09/2013 20:57:44
Não existe mistério nenhum, conforme laudo assinado pelo profissional competente, a cachorrinha sofreu maus tratos, tipo por exemplo sendo jogada, bateram, amassaram contra a parede e etc. Muito me admira um "profissional" veterinário atestar tal laudo, morte súbita.Senhora, não perca seu tempo, processe, peça para caçar o registro dessa pessoa, se é que pode chamar de pessoa. Processe a clínica para que outros animaizinhos não sofram como sua cachorra, e peço que a justiça se pronuncie, descubra os culpados e que sejam presos
 
marcia silva em 02/09/2013 20:46:35
espero que a morte da luli, seja investigada, pois não confio em levar meu bichinho de estimação em nenhum pet . tenho medo de todos...
 
neide rozendo gomes em 02/09/2013 20:28:08
Todo mundo sabe que são os "oreias" quem dão banho nos animais, pessoas normalmente contratadas com salario baixos, sem nenhuma qualificação, somente a necessidade de trabalhar, não tem noção alguma de anatomia dos animais, enfim, fazem o que podem e o que não podem, talvez não por maldade e sim por desconhecimento total do trato com animais. Alias, nossa cidade tem pet demais, inclusive vendendo remédios, venenos, sem nenhuma fiscalização, alem de venda indiscriminada de animais mantidos em condições de tortura e maus tratos. O que é pior não se sabe nunca se os pais são sadios ou se foram devidamente vacinados;
 
Horlando P. de Mattos em 02/09/2013 20:15:17
Gente; deixei minha cadelinha la no final de 2012. Achei que ela seria muito bem cuidada. Depois de 2 dias que eu estava fora liguei para saber como ela estava, me falaram que estava mto bem. Fiquei fora por 12 dias, nestes 12 dias liguei várias vezes pra saber como ela estava. Quando cheguei fomos buscar minha pequena, ela estava irreconhecível, com diarreia e vômito, já havia emagrecido quase 3 quilos, dos 8 que ela pesava. perguntei pro thiago o que havia acontecido? ele pra minha surpresa falou que ela estava muito bem!! e que ele nem havia percebido que ela estava com vômito e diarreia... um descaso total!! a cama dela estava toda suja de cocô. fiquei indignada de ver o estado em que ela se encontrava. ela demorou quase dois meses para se recuperar totalmente.
 
CECILIA SPADA PRESOTTO em 02/09/2013 20:11:29
Uma cadelinha com tantas fraturas nas costelas não estaria pronta para ser entregue ("pondo o lacinho") como ele afirmou.
 
RODRIGO FERREIRA em 02/09/2013 20:11:03
que barbaria, se fosse minha cachorra, me desculpa mas eu quebrava esse hotel de fachada, cadeia neles.
 
elizabeth schneider em 02/09/2013 19:51:17
Tudo deve ser apurado minunciosamente,pois tem muito lugar aí que não trata bem o animal alheio, este é o segundo caso de morte que teve por causas ligadas a Pets, a responsabilidade também aplica-se ao animais !
 
SERGIO HIDEO MOLICAWA em 02/09/2013 19:32:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions