A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

30/04/2015 10:18

Movimentos realizam festas, marchas e debates no dia do trabalhador

Leonardo Rocha

Os movimentos sociais e grupos sindicais realizam festas, marchas e debates durante o Dia do Trabalhador, que irá acontecer amanhã (1), em Campo Grande. Estas atividades começam hoje (30) e se estendem até o dia 5 de maio (terça-feira), quando se realiza um evento na Praça Ary Coelho, área central da Capital.

Irão participar destas agendas a CUT (Central Única do Trabalhador), MST (Movimento Sem Terra), Fetagri (Federação dos Trabalhadores de Agricultura de MS), representantes dos povos indígenas, estudantes, entidades e grupos sindicais. “Cada grupo vai defender a sua bandeira e tem sua pauta específica, a nossa continua sendo a luta contra o projeto de terceirização, que retira direitos dos trabalhadores”, disse Genilson Duarte, presidente regional da CUT.

Os eventos começam hoje (30), com a realização de um “Forró da Classe Trabalhadora”, que vai ocorrer às 20h, na sede da CUT, localizada no bairro São Tomé. Nesta festa, eles vão arrecadar dinheiro para realização da marcha dos trabalhadores.

Já no Dia do Trabalhador os movimentos começam as ações a partir das 6h30, com concentração no Posto Jau, na BR-163, sentido Anhandui, onde se inicia a “Marcha da Classe Trabalhadora”, no qual são esperados 700 pessoas para andar cinco quilômetros, um pouco mais de uma hora por dia.

“Vamos seguir assim até o dia 5, quando terminamos na Praça Ary Coelho, cada dia iremos andar 4 a 5 km, trabalhadores rurais devem acampar no trajeto”, explicou Genilson.

Ainda no dia 1° de maio, eles participam da reinauguração da sede do Sintracom, a partir das 9h, e depois na 2° Feijoada do Trabalhador, na rua Pedro Celestino, no diretório do PC do B, em evento marcado para às 11h30.

No período da tarde, por volta das 16h, haverá uma Missa do Trabalhador, na Comunidade São João, localizada no bairro Parque do Sol, na comunidade Cidade de Deus. As atividades continuam no dia 04 de maio (segunda-feira), com um debate sobre o projeto de terceirização, na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), que vai ocorrer às 15h.

Para encerrar as festividades, haverá no dia 5 de maio, o final da “Marcha do Trabalhador” e ato público na Praça Ary Coelho, a partir das 9h. “Nós iremos participar destes eventos e colocar nossa pauta a população, que se trata da obtenção de terras e novos assentamentos”, disse o diretor da Fetagri, Ramiro Nunes Neto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions