A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

11/09/2018 14:26

MP pede explicações sobre vazamento de conteúdo de prova em concurso

Fase de digitação do processo seletivo foi realizado no fim de semana

Gabriel Neris
Prova de candidata foi espalhada em grupos de WhatsApp ainda no sábado (Foto: Direto das Ruas)Prova de candidata foi espalhada em grupos de WhatsApp ainda no sábado (Foto: Direto das Ruas)

O Ministério Público Estadual está investigando as denúncias sobre o vazamento do conteúdo da prova de digitação para os cargos de escrivão e investigador da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, realizado no último fim de semana em Campo Grande.

Conforme o promotor Marcos Alex Vera de Oliveira, da 30ª Promotoria de Justiça, foi registrado o caso de um candidato específico que deixou o local com a prova feita em mãos, quando o correto seria deixar o mesmo para que fosse feita a correção.

“Foi registrada uma notícia de fato para coleta de informações preliminares sobre eventual quebra de isonomia entre os candidatos e as circunstâncias do suposto vazamento. O Promotor está pedindo esclarecimentos à Comissão de Concurso. O promotor está pedindo esclarecimentos à Comissão de Concurso”, diz a nota do MPE.

Candidato disse que todos que estava na sala de aula levaram a prova feita (Foto: Direto das Ruas)Candidato disse que todos que estava na sala de aula levaram a prova feita (Foto: Direto das Ruas)

No caso, a candidata contou que fez a prova no sábado e saiu do local com a prova. O material foi parar em grupos de WhatsApp e candidatos que ainda fariam a prova no domingo tiveram acesso a parte do conteúdo aplicado.

Ainda no domingo, candidatos deixaram a Acadepol (Academia de Polícia) e se deslocaram para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro para registrarem boletim de ocorrência.

Em conversas de WhatsApp, um dos candidatos afirma que saiu da sala com a prova em mãos. “Eu saí com o texto e todos que estavam comigo na sala também”, contou. Outro candidato afirmou que teve acesso ao que foi aplicado antes do processo seletivo, não se preparou, porém o vazamento do conteúdo acabou lhe ajudando. “Eu vi a prova antes, não treinei, mas isso de certa forma me acalmou”, disse.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions