A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/03/2013 12:40

MPE denuncia altos salários até para sogro do filho de diretor de hospital

Aline dos Santos
Hospital é cabide de empregos, segundo ação. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)Hospital é cabide de empregos, segundo ação. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)

O Hospital do Câncer Alfredo Abrão garante emprego e altos salários à família Siufi. A denúncia foi feita pelo MPE (Ministério Público Estadual), que pede na Justiça o afastamento de três diretores da Fundação Carmem Prudente, administradora da unidade hospitalar sem fins lucrativos. Na mira do Ministério Público, está o diretor-geral Adalberto Abrão Siufi.

Conforme a ação, ao longo do tempo, os familiares do diretor-geral foram nomeados para os mais diversos cargos e com remuneração diferenciada dos demais empregados. Um dos casos citados é Betina Moraes Siufi Hilgert, filha de Adalberto.

Ela foi contratada em 2003 com salário de R$ 4 mil. Em 2011, a administradora passou a recebe R$ 11.508,69. Evolução salarial de quase 188%. Conforme o Conselho Regional de Administração, o salário médio para um profissional, em 2011, era de R$ 2.917.

Em 2011, Ary Eduardo Pegolo dos Santos (sogro do filho de Adalberto Siufi) foi contratado em setembro para o cargo de supervisor de telemarketing e atendimento, com salário de R$ 7.227,04. 

Segundo a denúncia, o salário dele é bem superior ao dos ocupantes de função similares. A supervisora de compras recebia R$ 2.701,66. Já o supervisor administrativo tinha remuneração mensal de R$ 1.008,34.

O diretor também emprega a irmã (Eva Glória Siufi do Amaral), o filho (João Siufi Neto), a nora (Daniela Freitas dos Santos Siufi), a filha (Rafaela Moraes Siufi Silva) e o genro (Fabrício Colacino da Silva).

De acordo com o MPE, além da disparidade dos valores, há sérios indícios de que a administradora Betina Siufi não cumpre 40 horas mensais. “Esta situação vige há muitos anos, permitindo que o requerido Adalberto Abrão Siufi e seus familiares recebessem vultosas quantia, advindas em grande parte das verbas públicas (SUS) que custeiam maior parte da fundação”.

O Ministério Público ainda denuncia que Adalberto Siufi contrata empresa da qual é dono, com superfaturameto de 70%. O hospital também pagou por atendimento a paciente morto.

Os outros dois integrantes da alta cúpula do hospital também mantêm contrato com empresa da qual são proprietários. Trata-se de Blener Zan (diretor-presidente) e Wagner Miranda (diretor-financeiro), sócios-proprietários da Elétrica Zan. Foram pedidos os afastamentos de todos. A direção convocou coletiva para a tarde de hoje. 



Conheci a Dra. Eva Glória Siufi do Amaral trabalhando lá no Hospital do Câncer. Percebi que ela trabalha muito e trabalha sério. Aquela sala lotada de gente com câncer e ela atende a todos e ainda atende no seu consultório, com toda a atenção. Aquela mulher "trabalha". Só quem é parente de pessoa que precisa desse tratamento sabe o que é ficar enfiado num lugar daqueles a tarde toda, só vendo uma das piores coisa da vida: CÂNCER. Deus a abençoe.
 
Sueli Araujo Lima em 19/03/2013 10:53:10
sera q nao tem nada haver com indicaçaes a familia siufi do vereador q e parente do ex prefeito vixi cambada de politicos sujos ladroes safado.
 
hudson marcelino da silva em 19/03/2013 08:24:17
Não é de hoje que isto vem acontecendo e, penso eu, pode não dar em nada, como ocorre na maioria das vezes no Brasil. Uma instituiçao que recebe dinheiro público nunca poderia contratar sem concurso.
Toda licitação que envolve dinheiro público deveria ser objeto de investigação pelo MP, fato que não ocorre, haja vista os escândalos frequentes e o fato prático de que cada um de nós conhece alguém que participa de licitações fraudulentas no setor público.
O MP deveria manter uma ouvidoria e divulagar para a populaçao fazer denúncias de enriquecimento repentino de pessoas que façam negócios com o poder público.
A venda de medicamentos para as prefeituras é um lamaçal de lodo tanto de laboratórios fraudulentos, licitações não menos fraudulentas e participação de dirigentes públicos.
 
Adolfo José Rainche em 19/03/2013 08:04:09
Como essas pessoas conseguem tirar proveito em cima de uma doença tão terrível quanto o câncer, afinal, o dinheiro gasto com esses altos salários poderiam estar salvando a vida de alguém. Esses aproveitadores deveriam ir para a cadeia.
 
Mathias Hanns em 19/03/2013 07:45:16
Fico imensamente triste se estes boatos, após apurados e esclarecidos, forem verdadeiros, pois o Hospital do Câncer é uma dádiva para a população de Campo Grande, enfim de todo o estado de MS, pois o funcionamento dessa entidade é dez, minha mãe e sobrinha já operaram neste Hospital, portanto, trata-se de médicos conceituados e responsáveis, vou torcer p/que as coisas se ajustem, pois como disse a colega, se houver demissões da Diretoria atual sem o devido respeito, acredito que será a população que sofrerá muito mais.
 
Sonia Luna em 18/03/2013 18:08:42
o HC de campo grande é muito bem administrado......os fatos devem sim ser apurados..porém antes de julgamentos que desmoralizam a imagem da entidade....eu quero só ver....se por ventura a diretoria for destituída...como ficará a administração do hospital!....é provável que tenhamos mais um hospital...falido!!!!...assim como é a santa casa. irregularidades devem ser apuradas e corrigidas, mas quem conhece o hospital sabe q o tratamento é carissímo....e lá não são medidos esforços para a cura! já tive uma filha tratada lá!!!!!
 
Carolina Maria O. Santos em 18/03/2013 17:11:27
sou doadora do hospital do câncer e eles não pedem doações de fraldas, nem remédios, nem alimentos, já fui voluntária e afirmo que os pacientes já saem de lá medicados e com suporte social que é feito pela rede feminina de combate ao câncer. Outras entidades como a Abrapec costuma fazer ligações solicitando materiais...não o Hospital do Câncer...dou 50,00 e já me apresentaram muitas prestações de contas...
 
Coroline Maria O da silva em 18/03/2013 17:07:29
E eles vao ter que devolver esse dinheiro neé?? :O
 
Giulllyano Rocha em 18/03/2013 13:53:30
É por essas e outras razões que as pessoas passam a desacreditar nessas tais entidades sem fins lucrativos. Com frequência recebo ligações do Hospital do Câncer solicitando colaboração para compra de remédios, fraldas, alimentos, etc. Concordo que as pessoas doentes necessitem desses ítens mas, discordo do apelo que eles fazem para a caridade publica enquanto que os recursos são desviados para fins particulares.
É lamentável e vergonhoso esse procedimento.
 
Lucílio Elias Antunes em 18/03/2013 13:26:47
Absurdo! Quantas pessoas doentes precisando de tratamento, pessoas do interior, idosos, clamando por tratamento de uma doença tão dolorosa, o SUS mandando verba, e esse tipo de pessoas no poder embolsando o dinheiro, lamentável... sem palavras... muito triste!
 
Lindiane Avanci em 18/03/2013 13:17:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions