A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/04/2013 06:49

Mulher de 23 anos é vítima de sequestro perto de universidade

Francisco Júnior

Uma jovem de 23 anos foi vítima de sequestro relâmpago na tarde de ontem (17) em Campo Grande. De acordo com Boletim de Ocorrência, a vítima estava nas proximidades da Uniderp/Anhanguera e foi abordada por um homem armado ao entrar em seu veículo, um Renault Duster, por volta das 16h40.

O bandido assumiu a direção do carro e mandou à jovem sentar no banco do passageiro. Ele dirigiu até o bairro Moreninhas, onde pegou um comparsa. De lá, seguiram com a vítima até a rotatória da BR-163, na saída para Dourados.

A jovem ficou em poder de um dos bandidos no local, enquanto que o outro levou o veículo. Após cerca de 3 horas sob ameaça do bandido, a vítima foi liberada.

Ela relatou que o plano dos sequestradores ela levar o carro para a cidade de Douradina, a 196 quilômetros de Campo Grande. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Só em abril deste ano, foram registrados dois sequestros na Capital, de acordo com a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública). Já são três casos em 2013.

De janeiro até abril do ano passado, foram apenas dois casos. Em abril do ano passado, não houve vítima de sequestro na Capital. Durante todo ano de 2012, foram registrados cinco casos de sequestro e cárcere privado. Em novembro, foram 2 casos, já nos meses de janeiro, fevereiro e julho houve um sequestro em cada período.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


Não custa nada colocar viaturas nas imediações da Uniderp e a Unaes para evitar que isso aconteca todos o dias vai ser legal para evitar esse tipo de coisa, tanto dinheiro gasto com coisas menos importantes... Aquario ¬¬
 
Aline portilho gonçalves em 18/04/2013 14:02:07
Sou acadêmica da Uniderp , os estacionamentos são totalmente vazios , e a noite um breu total. Não se vê sinal de polícia. A única vez que lembro de polícia foi quando os dois meninos Breno e Leonardo foram assassinados.Depois que passou e caiu no esquecimento, nuca mais.
 
Aline de Barros em 18/04/2013 12:38:12
Pois é...novamente na UNIDERP...como sempre!!
Não querendo afastar a responsabilidade do poder público ou outros, mas será que essa jovem era universitária? se era, porquê não parou seu veículo no estacionamento? Vejam só, principalmente vocês acadêmicos, cuidado com os hábitos diários nesse lugar, que é CRÍTICO!! é de RISCO!! Já que ninguém traz uma medida mais segura, previna-se... pare dentro do estacionamento, cobre da UNIDERP uma segurança no perímetro, cobre das autoridades mais segurança, e se ninguém fizer NADA, adote hábitos mais seguro, cuidado com a rotina, fique ATENTO pois quem vai sofrer sempre será a vítima!!!
 
laercio souza em 18/04/2013 11:11:14
E a notícia se repete no mesmo lugar, nas imediações da Uniderp.
 
Daniel Contos em 18/04/2013 08:04:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions