ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Mulher é obrigada a ficar de joelhos, apanha com cano e marido acaba preso

Antes da polícia chegar ao local, vizinhos relataram terem ouvido um tiro; mulher estava ajoelhada quando os militares chegaram

Por Kerolyn Araújo | 03/08/2020 10:44
Mecânico foi levado para a Casa da Mulher Brasileira, onde está localizada a Deam. (Foto: Henrique Kawaminami)
Mecânico foi levado para a Casa da Mulher Brasileira, onde está localizada a Deam. (Foto: Henrique Kawaminami)


Dona de casa, de 49 anos, foi coloca de joelhos e agredida com pedaço de cano de PVC pelo marido, mecânico, de 66 anos. O caso ocorreu na noite de sábado (1°) no Indubrasil, em Campo Grande. O homem acabou preso.

A Polícia Militar foi até a região conhecida como "favelinha" após receber denúncia de que um homem havia feito disparos e estava agredindo a esposa. Os militares foram até o local e, pelas brechas da cerca, viram a vítima de joelhos, sendo agredida com o cano.

Durante abordagem, o suspeito negou que tivesse agredido a esposa e disse que não tinha arma. Porém, uma espingarda foi encontrada na cozinha da residência.

À polícia, o suspeito acabou revelando que adquiriu a arma há cerca de quatro meses para se defender. Ele também afirmou que o disparo foi acidental.

O mecânico foi preso e encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher). Ele passará por audiência de custódia nesta segunda-feira (3).