ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Mulher é sequestrada na porta de igreja, roubada e abandonada em BR

Homem disse que precisava sustentar os filhos e levou dinheiro, carro e celular da vítima

Por Ana Oshiro | 08/06/2021 06:53
Caso de roubo foi registrado na Depac Cepol (Foto: Henrique Kawaminami)
Caso de roubo foi registrado na Depac Cepol (Foto: Henrique Kawaminami)

Mulher, de 37 anos, foi rendida e assaltada, na noite desta segunda-feira, por dois homens armados em Campo Grande. Depois de ser ameaçada e obrigada a sacar dinheiro, ela foi abandonada na rodovia. Os bandidos levaram R$ 1 mil, o veículo e o celular da vítima, um deles ainda disse que estava cometendo o crime para sustentar os filhos.

Por volta das 19h10 a mulher foi estacionar o carro na Rua Calógeras, no Centro da cidade, em frente à Catedral Nossa Senhora da Abadia e Santo Antônio, quando foi abordada pela dupla, que a empurrou de volta para dentro do veículo. De acordo com a vítima, um dos homens ficou com ela no banco de trás do veículo, simulando estar armado e fazendo ameaças, dizendo que a mataria se ela reagisse.

O bandido perguntou se a mulher poderia ajudá-lo com R$ 1.700,00, pois ele precisava sustentar os filhos. A vítima disse que tinha o dinheiro no banco, e os três foram, no carro da mulher, até uma farmácia no bairro Tiradentes para sacar o dinheiro em um caixa eletrônico. Para não levantar suspeitas, um dos bandidos abraçou a vítima, simulando que eles eram um casal. A mulher sacou R$ 1 mil e os três seguiram para BR-262, na saída de Três Lagoas.

A mulher foi abandonada na rodovia, mas antes disso um dos bandidos devolveu a chave da casa da vítima, pediu desculpas e avisou que deixariam o carro estacionado em um mercado na rua Rui Barbosa. Sem celular, que foi levado pelos bandidos, a vítima andou cerca de 20 minutos até chegar ao pátio da PRF (Polícia Rodoviária Federal), onde conseguiu pedir ajuda a uma mulher.

De acordo com o depoimento da vítima, um dos bandidos era branco, magro, barba por fazer, cabelos castanhos claros e curtos, idade máxima de 23 anos, destro, e estava com camisa do tipo pólo e calça jeans, Já o homem que ficou como motorista era negro, magro, estatura mediana, sem barba, usava calça e camiseta, idade também em torno de 23 anos.

Acompanhada da PM (Polícia Militar), a vítima foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol, onde o caso foi registrado como roubo majorado pela restrição de liberdade da vítima e segue em investigação.

Nos siga no Google Notícias