A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

30/12/2012 11:49

Mulher estava com o filho de 2 anos no colo quando foi baleada pelo ex-marido

Paula Vitorino
Jovem em foto quando estava grávida do filho que hoje tem 2 anos. (Foto: Luciano Muta)Jovem em foto quando estava grávida do filho que hoje tem 2 anos. (Foto: Luciano Muta)

A jovem Natalia dos Santos Oinge, de 22 anos, estava com o filho de 2 anos no colo quando foi baleada pelo ex-marido, que é pai da criança. De acordo com a família, que presenciou o crime na noite de sábado (29), o bebê chegou a cair no chão junto com a mãe após ser atingida.

“Ela estava colocando o filho em cima da moto, mas quando viu ele (o ex-marido) chegando armado pegou o bebê no colo para protegê-lo e virou de costas, foi quando levou o tiro e caiu no chão”, conta a mãe Cleonice Lopes dos Santos, de 40 anos.

O crime aconteceu quando Natália, o filho e o rapaz identificado como Anderson, que seria namorado da jovem, estavam saindo da casa de Cleonice, no bairro União. A mãe e o irmão de Natália presenciaram a ação.

Segundo as testemunhas, Fábio chegou no local atirando, sem dizer nada. Os disparos atingiram Natália e o jovem Anderson. Os vizinhos disseram que só ouviram os disparos e depois os gritos por socorro.

O motivo da tentativa de assassinato seria ciúmes. O casal ficou junto por cerca de 8 anos e há aproximadamente 1 mês estava separado.

Na véspera de Natal, aniversário de Natália, ele entrou na casa de uma amiga da jovem e a espancou. Boletim de ocorrência por agressão foi registrado. Fábio tem diversas passagens pela Polícia e está foragido.

Há suspeita de que Natália estivesse grávida do segundo filho, no entanto, a família não confirma a informação e aguarda exame médico.

Ela está internada na Santa Casa e já passou por cirurgia para retirar a bala. Seu estado é estável, mas ainda grave. A bala pode ter prejudicado a região do quadril e intestino.

Mulher de 22 anos é baleada pelo ex-marido no bairro União
Uma mulher de 22 anos foi atingida por tiros na noite deste sábado em Campo Grande. O crime aconteceu na rua Mazzine Mandarano, bairro União, em Camp...
Homem tem picape roubada em conveniência no Bairro Universitário
Homem de 27 anos teve a picape roubada em uma conveniência, por volta das 23h de ontem (14), na Avenida Guaicurus, no Bairro Universitário, região su...
Homem é agredido e sofre afundamento de crânio na Júlio de Castilho
Márcio Ferreira dos Santos, 31 anos, foi agredido e sofreu afundamento de crânio, na noite de ontem (13), na Avenida Júlio de Castilhos, em Campo Gra...


Até quando os homens vão matar e maltratar as mulheres, e ficam impunes, um assassino desse teria que estar preso mas,esta solto matando e a justiça não faz nada, esse país é mesmo sem justiça.
 
rosa a. m abreu em 30/12/2012 19:17:45
QUANDO LEIO UMA NOTICIA DESTA EU FICO MUITO TRISTE COM A DEMORA DA LEI MARIA DA PENHA, JÁ PASSEI POR UMA SITUAÇÃO PARECIDA E A JUSTIÇA DEMOROU QUASE UM ANO PRA FAZER A INTIMAÇÃO DO TAL SUJEITO, SE ELE QUISESSE ME MATAR TERIA FEITO, E A LEI NEM TA AI , DEMORA MUUUUIIIITOOOOOO
 
ely monteiro em 30/12/2012 14:00:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions