ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Mulher executada com 8 tiros era passageira em moto de assassino

A vítima, que tinha várias passagens pela polícia, foi encontrada morta na rua, ainda com capacete cor-de-rosa na cabeça

Por Viviane Oliveira e Bruna Marques | 29/09/2020 10:05
Na rua, as marcas onde o corpo caiu na noite de ontem. (Foto: Henrique Kawaminami)
Na rua, as marcas onde o corpo caiu na noite de ontem. (Foto: Henrique Kawaminami)

Yasmin Beatriz Almeida Guedes, 18 anos, assassinada com ao menos oito tiros de calibre 32, na noite de ontem (28), na Rua João Trivellato, no Jardim Naschiville, na região do Colibri, conhecia o autor do crime e foi levada até o local pelo próprio executor, segundo apurado pela reportagem. A vítima, que tinha várias passagens pela polícia, foi encontrada morta com capacete cor-de-rosa na cabeça. Testemunhas chegaram a flagrar um homem saindo do local numa motocicleta.

Segundo a dona de casa de 45 anos, que pediu para não ter o nome divulgado, ouviu cerca de cinco disparos de arma de fogo, mas por medo não chegou a sair de casa. “Só nesta manhã foi que eu saí e me deparei com a poça de sangue”, lamentou. A moradora disse que não faz ideia de quem era a vítima. “Nunca a vi por aqui”.

Mulher foi encontrada morta com capacete cor-de-rosa na cabeça (Foto: Direto das Ruas) 
Mulher foi encontrada morta com capacete cor-de-rosa na cabeça (Foto: Direto das Ruas)

O comentário no bairro, segundo os moradores da redondeza, é de que o assassinato foi motivado por briga de traficantes. “Fiquei observando a movimentação da polícia no portão de casa”, disse outra moradora de 65 anos. Sem saber o que de fato aconteceu, os moradores acreditam que a mulher foi levada para ser morta no local.

Quando ainda foi encontrada pelas testemunhas Yasmin estava com um capacete cor-de-rosa na cabeça. “Ela estava na garupa de alguém que fugiu após o crime”, contou outro morador que ficou assustado com a situação. “Moro aqui há 13 anos e nunca vi um crime como esse. O bairro é bem tranquilo”, lamentou.

Crime -  Segundo as primeiras informações levantadas pela Perícia Técnica, a vítima foi atingida por disparos de arma calibre 32. Por enquanto, não há informação sobre o suspeito pelo crime, nem a motivação. O óbito foi constatado por médico do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário