A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

14/12/2011 10:30

Na Cidade de Deus, pobreza faz até os adultos esperarem pelo Papai Noel

Paula Maciulevicius
Sem árvore e presentes, o espírito natalino está ali, no sorriso das crianças, que fazem dos animais os brinquedos de Natal. (Foto: Simão Nogueira) Sem árvore e presentes, o espírito natalino está ali, no sorriso das crianças, que fazem dos animais os brinquedos de Natal. (Foto: Simão Nogueira)

Na Cidade de Deus, no bairro Dom Antônio Barbosa, são elas que acreditam em Papai Noel. A fantasia de criança não se perdeu com o passar dos anos, parece ter se fortalecido com as tristes experiências da vida dessas mulheres.

Entre a pobreza e esperança de conseguir um lar, as mães da comunidade próxima ao Lixão da saída para Sidrolândia têm dentro de si a crença no “bom velhinho” até mais forte do que os próprios pequenos. No coração, carregam o desejo de que a chuva presenteie o Natal com ausência. 

"Eu só estou pedindo a Deus para que não chova. É terrível, as crianças entram em desespero". O relato é de Andriela Rocha Gregório, 24 anos. Este será o primeiro Natal dela e dos filhos, Gilson e Yasmin, em um barraco. 

Depois de perder o emprego e ser despejada da casa onde morava, o que a deixa mais desolada não é nem tanto o dia 25, mas a pergunta de Yasmin. "Mãe, eu vou ganhar alguma coisa? Mãe, eu vou?"

Os olhos se enchem de água. Sem ter o que falar Andriela nem responde à menina. No rosto da mãe o desespero de não poder se quer dar um bolo de aniversário à filha que hoje completa 6 anos.

Os brinquedos das crianças se resumem à caixinha. Apenas dois carrinhos, uma moto e uma boneca. (Foto: Simão Nogueira)Os brinquedos das crianças se resumem à caixinha. Apenas dois carrinhos, uma moto e uma boneca. (Foto: Simão Nogueira)

"Ele tem mais consciência do que ela, por ser grandinho. Às vezes ele pede alguma coisa e eu não tenho como comprar e falo que agora não da, quando tiver dinheiro, a mãe compra, mas ela não. Faz tempo que ela esta falando que é o aniversário dela, que quer bolo, que quer festa, é criança".

Nas condições mais precárias, em meio a galhos secos, terra e sem ter como fugir da fumaça do lixão, na imaginação das crianças, o cenário é outro. Sem presentes debaixo de uma árvore de Natal, a diversão são os bichinhos, Brutus e Serafina. Cachorro e gata que, na mão deles, viram brinquedos.

Dentro da casa de apenas um cômodo, Gilson pega a caixa onde guarda os brinquedos. Aos 7 anos, tudo se resume ao que tem nas mãos. Dois carrinhos, uma moto e uma boneca quebrada, de Yasmin.

Corintiano e santista, o menino sonha em ser jogador de futebol. "Eu sou Corinthians, o Santos é porque é o Neymar", tenta explicar. De Natal, ele não quer presente caro, nem eletrônico, apenas uma bola de futebol. E responde "não quero mais nada não". Para ele, sonhar de ser Neymar já esta bom.

A menina, aniversariante do dia responde toda sorridente, depois de acabar de passar batom para sair na foto, que quer uma boneca. "Daquela que fala, que chora, que tem chupeta. Eu vi na tv".

Para eles, Papai Noel existe em todas as idades. (Foto: Simão Nogueira)Para eles, Papai Noel existe em todas as idades. (Foto: Simão Nogueira)

Aos 6, 7 e até 24 anos se acredita em Papai Noel nesta casa. A história do saco de presentes, de um trenó e brinquedos debaixo da árvore permanecem. "Nunca pode perder a esperança e depois de adulto, volta a acreditar sim na esperança né? Que nossos pedidos vão se realizar. Se eu não acreditasse em Papai Noel, não ia aguentar viver em um barraco".

Na Cidade de Deus não é só o espírito natalino que reúne a vizinhança. Mesmo com poucos barracos, é só dedicar um pouco de tempo ali que histórias e sonhos vem surgindo das casas. A solidariedade entre as mães já exemplifica por si só o que deve ser o Natal.

"Aqui a gente se ajuda, eu venho Dri você tem alguma coisa? E ela me dá, ou se ela não tem a gente se junta. Quem tem água dá para a outra", conta a menina mulher Juliana de Almeida Silva, 18 anos e com uma bebê nos braços.

Acreditar em Papai Noel não se resume a um bom velhinho apenas. "Sempre tive a fantasia e quando cresci, Papai Noel virou aquelas pessoas que ajudam. Quando eu tinha 10, 11 anos eu escrevi uma cartinha pedindo uma bicicleta. Eu ganhei, era verdinha. Eu nunca vou esquecer, por causa disso que eu acredito", fala Juliana.



Pessoal, acho bacana a entrega de alimentos e presentes, mas melhor ainda se alguém tiver um emprego para esta mãe em 2012, seja como diarista, ou outro trabalho digno. As empresas, presidentes de bairros de toda a cidade, façam uma visita para dar cursos de artesanatos, manicure, cabelereira etc, pra ajudar estas pessoas a terem renda própria. Caso alguém se prontifique posso ser voluntária .
 
Helina Uechi em 19/12/2011 09:09:55
Ok, concordo com muitos comentários, principalmente o do Jonas Pedro. Que tal nos reunirmos, já que tem tanta gente querendo ajudar, dai aproveitamos e arrecadamos o que conseguirmos, (roupas, alimentos, brinquedos) e ajudamos não só uma familia, mas várias... o que conseguirmos!! O que acham??
 
Camilla Pugliesi em 14/12/2011 12:47:32
e se o amor fosse lembrado não só na Natal?!
 
Jonas Pedro Teixeira Silva em 14/12/2011 12:28:16
Vamos deixar florar o espirito natalino que existe em cada um de nós, tem tanta criança na cidade de Deus esperando por um simples brinquedo,e uma visita do Papai Noel, Leve um brinquedo para uma criança, faça uma criança feliz neste Natal. Que o Espirito Santo os cubra de bençãos a todos que puderem ajudar. Eu já fiz a minha parte, faça você a sua. E um feliz natal a todos os leitores.
 
Janaína Roa em 14/12/2011 11:58:00
Endereço da familia:

Rua: Cemira Soares Magalhães, barraco 86, Cidade de Deus.
Fica perto do bairro Dom Antônio Barbosa

Equipe de Reportagem Campo Grande News
 
Equipe de Reportagem Campo Grande News em 14/12/2011 11:33:55
conheço a Cidade De Deus,lugar de pessoas guerreiras que lutam pela sobrevivencia,luta dura e desigual,lugar que so e lembrado em epocas de eleições que e quando nossos politicos abraçam as senhoras e pegam as crianças no colo....espero que nesse natal eles se lembrem de quem os colocou onde estao.
 
lucyneide santos em 14/12/2011 11:31:44
é lamentavel isso , vendo crianças passando fome,maes desoladas na chegada do natal sem ter dinheiro para comprar u presente seus filhos até mesmo o seu proprio alimento,bom espero q com essa bela reportagem pessoa de alta sociedade se sinta costrangido e toque no seu coração para dor presentes briquedos alimentos para essas pessoas,eu garanto se q doando um briquedo vc fara muitas familias feliz!
 
alex vilalba em 14/12/2011 11:25:52
Também me interesso pelo endereço.
 
Tais Helena Brito em 14/12/2011 11:22:54
Sim papai Noel existe!! Ele está dentro de nós, nos nossos sentimentos de solidariedade, caridade e dever moral de ajudar ao semelhante...nesta época de Natal, este sentimento aflora pois olhamos o outro com um pouco mais de carinho.
Somos privilegiados e podemos sim ajudar ao irmão que sofre,não é preciso muito, basta ser de coração e boa vontade!!!
 
Gisele Marchewicz de Moura em 14/12/2011 11:20:54
é triste e agente ainda reclama as vezes de um arroz sair papa ou duro, mas não devem esquecer de fazer solidariedade com esses animais tbm como esse cachorrinho que como a familia sofre necessidade o animal tbm sofre, entaum quando forem levar ajuda leve tbm p/ os animais que são ser vivo e sente fome, sede, friu, calor, igual a um ser humano a diferença é que ele espera a boa vontade pq não sabe
 
greissiele gonzales villalba em 14/12/2011 11:19:37
Bela reportagem. Tbém gostaria de saber aonde fica e sugerir que se possível fossemos até lá prestar a nossa solidariedade, da forma que cada um achar melhor.
 
Luiz Otávio F. Anunciação em 14/12/2011 11:10:20
É lamentável, mais é a realidade em que vivemos, até onde vamos com tanto desigualdade meu Deus, deputados ganhando muito de 26mil reais por mês e outros sem ter se quer um teto pra morar, é tamanho o descaso, o egoísmo, a hipocrisia de tantos, até onde vamos?! Carros, roupas de marca, um dia entenderão que nada disso consta, nada disso vale....
 
Jonas Pedro Teixeira Silva em 14/12/2011 11:05:37
Galera, é disto que o mundo esta precisando, de dar valor a quem realmente necessita, com gestos de solidariedade e assim, fazer com que as pessoa não deixem de acreditar que os sonhos podem sim ser realizados. Vamos sim, fazer um Natal alegre para essas pessoas que tanto precisam de nossa ajuda. Estarei lá dia 24 de manhã para entregar brinquedos para aquelas crianças. aop.uniderp@gmail.com
 
Alexssandro Ortiz pessoa em 14/12/2011 11:00:57
Isso me deixa tao chateada pq as vezes reclamamos de varias coisas e tem pessoas que nao tem nada...Queria muito saber aonde essa senhora mora com seus filhos e poder dar um brinquedo ou uma roupa de coração espero que alguem do campograndenews possa nos dizer e todos se ajuntarem para dar um natal digno a essa familia que Deus abençõe viu....
 
Daiane Esquian em 14/12/2011 10:54:37
É... parece ser um local, onde os "eleitos" pelo povo esqueceram, e que só em época de eleição voltarão a se lembrar... Como sempre acontece. Agora se todos os vereadores colaborassem com 1% dos seus salários daria para fazer um natalzão dessas pessoas que moram naquele local. Vamos lá senhores, não custa nada. Vocês ganham muito para ficarem se escondendo do povo. É natal!!!
 
Marcelo Max em 14/12/2011 10:38:53
A historia é muito emcionante, tenho muita condição, mas posso pedir a Deus que os ajudem......e rezar que agum papai noel, olhem por eles........
 
cleber ribeiro colin em 14/12/2011 10:16:34
Ola Izabel Gonçalves da Silva achei otima sua ideia todos que se querem ajudar as familias poderiam combinar de irmos todos la no sabado pela manha ou no domingo, vamos ajudar essas familias e dar um natal digno e tentar levar alegria para essas criancas espero que todos se reunem meu email é dai.alocel@gmail.com fico no aguardo...Grata e ate mas..
 
Daiane Esquian em 14/12/2011 05:18:24
EU SO AJUDO SE JUNTO DAS DOAÇÕES, TIVEREM PANFLETOS E PALESTRAS RELATIVAS A PLANEJAMENTO FAMILIAR, NÃO DÁ PRA ACEITAR QUE ESSA REALIDADE CONTINUE, É UM ABSURDO UMA CRIANÇA CRESCER NUM AMBIENTE DESSES, FADADA AO FRACASSO....
FAZER FILHO É FÁCIL, CRIAR DE FORMA DECENTE E HONRADA = MUITO DIFICIL.
 
Carlos Moura em 14/12/2011 05:17:29
devemos sim ajudar estas familias...mas nao somente pq é periodo de festa...mas sim chamar a atencao para as autoridades publicas,pois elas estao com seus direitos violados,nao tendo os pricipios basicos para viver...fazer isto somento 1 vez ao ano nao resolve...a populacao pode sim ajudar, mas para resolver esta situacao vulneravel e de total abandono é so o poder publico!
 
keli regina em 14/12/2011 05:17:11
TODOS NO GERAL QUEREM AJUDAR! ACREDITO QUE NOSSOS POLITICOS TAMBEM ESTÃO VENDO ESSE SITE MARAVILHO QUE É O CAMPO GRANDE NEWS, E, TENHO CERTEZA QUE ALGUEM LÁ DE BOM CORAÇÃO IRA SE MANIFESTAR EM PRÓ AJUDA A NÃO SO A ESSA FAMILIA MAS ENFIM, A TODOS DESSA COMUNIDADE!
 
Anderson silva em 14/12/2011 04:53:21
Pessoal estamos com uma campanha de arrecadação para este bairro, maiores informações pelo e-mail: amizadesolidariams@gmail.com ou pela página:https://www.facebook.com/amizadesolidaria. Obrigada!!
 
Fernanda em 14/12/2011 04:07:56
estas historias nos fazem refletir sobre o verdadeiro espirito de natal.se cada um de nos ajudar com o pouco que seja,o natal dessas e de tantas outras pessoas vai ser mais feliz!!vamos,a hora e essa!!!"quem sabe faz a hora ,não espera acontecer!!"
 
rafael justino de arruda em 14/12/2011 03:47:42
A paz do nosso senhor jesus cristo a todos os leitores (as) do campograndenews e aproveito a oportunidades para parabenizar a equipe de reportagens pela excelente matèria , sobre a pobreza que assola a periferia da nossa riquissima Campo Grande , è inaceitavèl que familias com crianças vivem em condiçôes desumanos enquantos se gastam milhôes e milhôes de reais em adornos natalinos .
 
ALBERTO rOMERO em 14/12/2011 03:08:51
Parabens pela reportagem do campograndenews!!! Mais quero dizer que eles vão ganhar ajuda sim... os Campograndesses são solidários, mas essa época de Natal vai passar, o que ela precisa mesmo é de um trabalho de uma casa morar, para dar condições de vida melhor para ela e para seus seus filhos que ainda são muito pequenos.Tem muitas casas da emha e da agehab abandonadas por essa Campo Grande toda.
 
INEZ LARA em 14/12/2011 02:55:21
Acho que a Camilla está certa... deveriamos arrecadar doações para ajudar outras famílias também.
 
Débora Resende em 14/12/2011 02:48:48
Boa tarde!Estamos com a campanha: Amizade Solidária - Natal dos Amigos, a qual visa a arrecadação de brinquedos (novos/usados), roupas e principalmente alimentos não perecíveis e produtos de higiene pessoal, os quais serão distribuídos no bairro Cidade de Deus. Aos interessados estamos com uma página no facebook: https://www.facebook.com/amizadesolidaria?notif_t=page_new_likes,ou e-mail. Obrigada!
 
Fernanda Barros em 14/12/2011 02:46:34
Nossa Camila ótima ideia!!!! Mas e aí como nós vamos fazer...temos que se organizar, podiamos combinar uma visita por lá, só para ter noção de quantas crianças, quantas familias, o que você acha???
meu email é julianaferreira_87@hotmail.com, estou no aguardo do seu contato!!!
 
JULIANA FERREIRA em 14/12/2011 02:31:48
Boa tarde! Concordo com a Camilla Pugliesi, vamos nos unir galera! sair da "teoria" e partir para a pratica!... eu estou indo lá no sabado de manhã, fazer minha parte! alguém disposto??? Ah! e antes que me esqueça! Feliz Natal a Todos!
 
Izabel Gonçalves da Silva em 14/12/2011 02:15:18
Com certeza se pessoas forem se unir para que possamos fazer com que o natal dessas pessoas possam ser um pouco melhor podem contar comigo se estiver alguem com tempo disponivel para combinar algo aguardo contato fernandocoli@hotmail.com
 
Fernando jose coli dos santos em 14/12/2011 01:57:40
vamos cada um de nos ajudarmos.e tão bom podermos fazer isso de coração.e pra gente que temos filhos sabemos como e duro calarmos ao inves de falarmos o que eles querem escutar.irei la com certeza..podem me esperar.
 
CARLA CRISTINA DE ALMEIDA em 14/12/2011 01:03:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions