A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/06/2013 19:45

Na missa do padroeiro, Dom Dimas pede a preservação da família

Nadyenka Castro e Leonardo Rocha
Área externa da igreja ficou lotada para a missa celebrada por Dom Dimas. (Foto: João Garrigó)Área externa da igreja ficou lotada para a missa celebrada por Dom Dimas. (Foto: João Garrigó)

A preservação da família foi o tema da missa de Santo Antônio, celebrada pelo arcebispo de Campo Grande, Dom Dimas de Lara, nesta quinta-feira.

A celebração no dia do padroeiro da Capital aconteceu na área externa da Igreja Santo Antônio e contou com a presença muitos fiéis e de autoridades, entre elas o prefeito Alcides Bernal (PP) e os vereadores Luiza Ribeiro (MD), Paulo Pedra (PDT), e Derly dos Reis de Oliveira (PP), o Cazuza.

Durante a missa houve procissão pelas ruas Calógeras, Sete de Setembro, 14 de Julho e avenida Afonso Pena.

Dom Dimas falou da importância da família. “Precisamos preservar a família, que não é invenção humana. É de Deus. Cada um deve apostar e acreditar na família”, declarou.

Antes do início da missa, o prefeito da Capital disse que “hoje é um dia de orarmos para que a festa seja abençoada e que a cidade tenha ótimas conquistas neste ano e no social e na política”.

A celebração antecedeu o início do Arraial de Santo Antônio. Serão quatro dias de festa, com entrada gratuita e atrações musicais. Este ano, o Arraial terá a presença de mais de 80 organizações não governamentais com as barraquinhas de comidas típicas e brincadeiras juninas.



Como dizia Paulo Coelho "Não devemos julgar a vida dos outros, porque cada um de nós sabe de sua própria dor e renúncia. Uma coisa é você ACHAR que está no caminho certo, outra é ACHAR que seu caminho é o único!"

Tolerância sempre pessoal.
 
Moacyr Neto em 14/06/2013 17:11:18
A televisão está dando tanta enfase aos relacionamentos homo-afetivos, que daqui alguns dias até eu vou achar que sou (GAY). Fala sério. Querem enfiar esses distúrbios psicológicos guela abaixo do povo e acabar com os relacionamentos normais entre um homem e uma mulher, Vai ser normal um homem beijar outro e uma mulher beijar outra também, a família está cada vez mais fragilizada e logo, logo vai ser uma instituição falida. Sou casado e vejo que a cada dia torna-se mais e mais difícil o convívio, não se trata somente da questão de filhos, mas no conjunto que em geral é muito difícil.
 
jose carlos em 14/06/2013 10:31:32
sim!! Temos tudo q orar pela conservação da família campo-grandense, pois quem mais sofre com as separações são as crianças... as pessoas tem que aprender a usar a paciência, orar pra DEUS dar calma nas horas difíceis...
 
maria helena ferreira em 14/06/2013 10:14:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions