ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 11º

Capital

Namorado de assassina volta ao local do crime e sai com sacola de roupas

Homem não quis conversar com a reportagem porque disse estar apressado para o trabalho

Por Bruna Marques e Geniffer Valeriano | 25/06/2024 09:10
Namorado de Márcia Silva Evaristo chegando na casa que mora, onde aconteceu o crime (Foto: Henrique Kawaminami)
Namorado de Márcia Silva Evaristo chegando na casa que mora, onde aconteceu o crime (Foto: Henrique Kawaminami)

O namorado de Márcia Silva Evaristo, suspeita de assassinar moradora de rua com facada no rosto, por ciúmes, voltou na casa onde o crime ocorreu, na madrugada desta terça-feira (24), e saiu com pressa, carregando sacola de roupas.

A reportagem esteve na Rua São Marcos, no Bairro Guanandi, nesta manhã e flagrou o homem chegando de moto. A equipe tentou conversar com o rapaz, mas ele disse que estava apressado para ir ao trabalho. A casa onde o crime o ocorreu fica em uma vila de quitinetes, a dele é a última do local.

Vizinha da vila, mulher que não quis se identificar, informou que ouviu o casal brigando na noite passada. “Essa discussão já estava ocorrendo desde as 20h, mas não imaginei chegar a esse ponto”, informou.

Outro vizinho, comerciante de 60 anos, contou que não ouviu nada porque estava dormindo. Só viu quando a polícia estava indo embora. Segundo ele, a região é tranquila e essa foi a primeira vez que soube de um crime no local.

Homem em moto de aplicativo com sacola de roupas na perna (Foto: Henrique Kawaminami)
Homem em moto de aplicativo com sacola de roupas na perna (Foto: Henrique Kawaminami)

“Foi uma surpresa, porque aqui é muito calmo, nunca teve isso. Moro aqui há 25 anos e é a primeira vez que isso acontece. Os moradores são todos antigos. Eu não conhecia nenhum dos dois, porque como é alugado, tem um fluxo constante de pessoas”, comentou.

Questionado se conhecia a vítima ele contou que as vezes alguns moradores de rua passam pela rua, mas que eles se concentram mais próximo a Avenida Ernesto Geisel. “Eu não a conheço, então não sei dizer quem era”, afirmou.

O homem também foi atingido por um golpe de facada, no momento em que tentou separar a briga. Ele estava com um curativo na mão direita.

Marca de sangue da vítima e roupas ainda estavam na calçada onde ela foi morta (Foto: Henrique Kawaminami)
Marca de sangue da vítima e roupas ainda estavam na calçada onde ela foi morta (Foto: Henrique Kawaminami)

O crime - De acordo com o boletim de ocorrência, o namorado da suspeita informou a polícia que estava em casa bebendo com Márcia, momento em que ela resolveu ir embora, momento em que ele resolveu sair para comprar mais cerveja e no caminho encontrou com a vítima.

Segundo o rapaz, ele conheceu a vítima no domingo e sabia que ela era moradora de rua. Ao encontrá-la, a moça perguntou se ele tinha latinha para reciclagem em casa e se podia ir até lá buscar.

O homem deixou que a vítima fosse até sua residência, momento em que foram surpreendidos por Márcia. Ainda conforme relatado pelo rapaz, a suspeita ficou escondida esperando o namorado voltar da rua, já que desconfiava que estava sendo traída.

A vítima estava no corredor de acesso da casa quando foi colocada para fora do quintal pela suspeita, armada com faca. Na calçada a mulher ainda tentou se defender com uma caixa de madeira, mas mesmo assim foi atingida.

A Ursa (Unidade de Resgate e Suporte Avançado) do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas quando a equipe chegou a mulher já estava morta.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias