ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  06    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Não era suplemento, era maconha: cão farejador acha droga em encomenda

Polícia Federal vai investigar o caso, registrado como tráfico de drogas

Por Clayton Neves | 07/07/2020 06:58
Maconha e comprimidos de ectase encontrados pela polícia em potes de whey. (Foto: Choque)
Maconha e comprimidos de ectase encontrados pela polícia em potes de whey. (Foto: Choque)

Vários comprimidos de ecstasy e mais de 1,6 kg de maconha foram encontrados em encomendas despachadas nos Correios de Campo Grande. A droga estava escondida dentro de embalagem de suplemento whey protein e foi encontrada durante operação do Batalhão de Choque da Polícia Militar que usou cão farejador

Cão farejador usado pelos policiais para encontrar o entorpecente. (Foto: Choque)
Cão farejador usado pelos policiais para encontrar o entorpecente. (Foto: Choque)

De acordo com informações do militares do Choque foram acionados por equipe dos Correios para verificar encomendas suspeitas. Cães farejadores foram usados na ocorrência, e após breve contato, apontaram a presença dos entorpecentes em três pacotes.

No primeiro, enviado por alguém que se identificou como Lucas, foram encontrados 135 gramas de comprimidos de ecstasy. No segundo pacote, de remetente Hélio, foram localizados 400 gramas de substância análoga a maconha. No último pacote, também enviado por “Lucas”, foram encontrados 1.280 quilo de maconha.

Toda a droga foi recolhida e encaminhada para a Delegacia de Polícia Federal de Campo Grande, onde o caso será investigado.