ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  19    CAMPO GRANDE 31º

Capital

No Dia dos Pais, isolamento sobe, mas Campo Grande tem 7º pior desempenho

Campo Grande teve índice de 42,40%, piora em relação ao domingo passado e na 7ª pior posição entre capitais; MS também ficou em 7º

Por Silvia Frias | 10/08/2020 10:02
Guarda Metropolitana fecha Altos da Afonso Pena, para evitar aglomerações no domingo. (Foto: Marcos Maluf)
Guarda Metropolitana fecha Altos da Afonso Pena, para evitar aglomerações no domingo. (Foto: Marcos Maluf)

No domingo de comemoração do Dia dos Pais, Campo Grande alcançou 42,40% de taxa de isolamento, melhora em relação ao sábado, que havia registrado 37,20%. A cidade ficou em 7º entre os piores desempenhos do País, mesma posição do Estado, que obteve índice de 42,80%.

Os resultados deste fim de semana em Campo Grade também representam piora em relação aos alcançados em igual período passado, com piora de 4,50% no sábado e 2,60% no domingo.

No sábado, véspera do Dia dos Pais, o Centro voltou a ficar lotado. O argumento de quem se arriscou a sair foi a falta de tempo para comprar presente durante a semana.

Ontem, apesar de ter aumentando a taxa de isolamento, ficou abaixo do mínimo ideal determinado pela OMS (Organização Mundial de Saúde), que vai de 50% a 60%.

Os bairros que tiveram os piores desempenhos foram Nova Campo Grande  (23,80%), Portal da Lagoa (24,60%), Jardim Presidente (25,80%), Tiradentes (27,60%) e Vila Albuquerque (27,60%). As melhores taxas foram  verificadas na Vila Planalto (61,20%), Jardim TV Morena (60,70%), Jardim Autonomista (60%), Jardim Seminário (60%) e Jardim Noroeste (60%).

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Em comparação a outras cidades de Mato Grosso do Sul, a capital ocupou a 21ª no ranking. O pior desempenho foi da população foi em Pedro Gomes (28%), seguido de Douradina (32,40%). Dois Irmãos do Buriti (58,40%) e Corguinho (57,50%) tiveram os melhores resultados.

Entre as capitais, Campo Grande ficou em 7º. O pior resultado continua com São Luís (40,83%) e, melhor, Teresina (49,20%).

Mato Grosso do Sul obteve igual posição no ranking entre os estados. Pior que MS, ficou Maranhão,com 41,10%. O Rio Grande do Sul foi o melhor, com 46,70%.

A taxa de isolamento é medida a partir de distanciamento de 400 metros a partir da “central” da pessoa, estabelecido pelo tempo de permanência de 48h no ponto. Os dados são da coordenadoria do Sistema de Informação e Conteúdo do governo estadual.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade