ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 25º

Capital

No início do "feriadão", Guarda manda 173 pessoas para casa

Ainda durante fiscalização 51 estabelecimentos foram abordados após as 20h.

Por Mirian Machado | 20/03/2021 09:12
Viatura da Guarda durante fiscalização do Toque de Recolher (Foto: Divulgação/GCM)
Viatura da Guarda durante fiscalização do Toque de Recolher (Foto: Divulgação/GCM)

Durante as fiscalizações do Toque de Recolher em Campo Grande que encerrou nesta madrugada (20), a Guarda Civil Metropolitana fiscalizaram 51 estabelecimentos comerciais que estavam abertos após o horário permitido pelo decreto que é das 20h às 5h.

Durante as abordagens 173 pessoas foram orientadas a retornarem para casa. Ao todo, a GCM recebeu 155 ligações, sendo 54 denúncias de descumprimento do decreto.

Ainda durante o toque de recolher foi feito blitz da Lei Seca em conjunto com a Agetran e Detran. Foram abordados 331 veículos entre carros e motocicletas. Onze pessoas tiveram a CNH recolhida, uma pessoa foi flagrada dirigindo sob efeito de álcool e outra por dirigir sem a habilitação.

Desde a noite de domingo entrou em vigor o novo horário do toque de recolher, a partir das 20h. A fiscalização é realizada por equipes da GCM (Guarda Civil Metropolitana), Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), Agetran (Agência Municipal de Trânsito) e Vigilância Sanitária.

Decreto com as novas restrições para Campo Grande libera 36 serviços e locais que podem funcionar por 7 dias, mas com novas regras a partir da próxima segunda-feira (22).

Todas as outras atividades estão proibidas de 22 a 28 de março, inclusive salões de beleza, estética, shoppings e comércio de roupas e acessórios. Confira Aqui a lista.

Blitz realizada nesta madrugada (Divulgação/GCM)
Blitz realizada nesta madrugada (Divulgação/GCM)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário