A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/11/2017 13:22

No oitavo dia em casa, Yago dá susto em família e tem de voltar a hospital

Anahi Zurutuza
Yago no colo do pai, a caminho de casa no dia 21 de novembro (Fotos: Marcos Ermínio/Arquivo)Yago no colo do pai, a caminho de casa no dia 21 de novembro (Fotos: Marcos Ermínio/Arquivo)

O menino Yago, de 7 meses, deu um susto na família nesta quarta-feira (29). O bebê engasgou com uma medicação e foi levado às pressas para a Santa Casa de Campo Grande. Ele ficou em observação e teve alta na manhã deste quinta-feira (30).

Eduardo Noronha, o pai de Yago, contou que o menino precisou ficar por um tempo no oxigênio. “Ele achou que era o mamá, ficou bravo, não engoliu o medicamento e engasgou”, contou.

Yago alta da Santa Casa no dia 21 de novembro, após 7 meses e 21 dias do nascimento. O bebê nasceu de 27 semanas e foi gestado na barriga da mãe Renata Souza Sodré, 22 anos, que teve morte cerebral depois de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) no 4º mês de gestação.

A equipe médica e a família decidiram manter Renata viva, ligada aos aparelhos, até que a criança tivesse condições de nascer. O parto aconteceu no dia 30 de março.

O caso é inédito em Mato Grosso do Sul e muito raro no Brasil.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions