A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

23/06/2015 20:58

Novo acordo prevê R$ 4 milhões, mas exige mais UTI's na Santa Casa

Alan Diógenes e Antonio Marques
Reunião durou 2h a portas fechadas na Secretaria Estadual de Saúde. (Foto: Antonio Marques)Reunião durou 2h a portas fechadas na Secretaria Estadual de Saúde. (Foto: Antonio Marques)

Após reunião que durou duas horas na Secretaria Estadual de Saúde, no Parque dos Poderes, em Campo Grande, Santa Casa e Prefeitura Municipal não conseguiram acabar com o impasse sobre o novo contrato. Os secretários de Saúde do Estado, Nelson Tavares e do município, Jamal Salém, fizeram uma proposta de R$ 4 milhões com ampliação do atendimento, que deve analisada nesta quarta-feira (23) pelo conselho deliberativo do hospital.

Estado e Prefeitura Municipal fizeram a proposta de repassar R$ 3,5 milhões, por mês. Do montante, R$ 3 milhões viriam da prefeitura e restante por parte do Estado, com possibilidade de ajuste semestral ou anual, considerando os custos do hospital. Além disso, o Governo repassaria mais R$ 500 mil para a abertura de mais 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Ao todo, o repasse total seria de R$ 4 milhões, desde que a Santa Casa amplie o atendimento sugerido. Conforme solicitado pela direção do hospital, seria assinado um contrato de cinco anos, porém sem reajuste pré-fixado. Para o ajuste nos valores foi sugerido o acompanhamento de uma comissão permanente dos gestores públicos que faria análise mensal dos custos e serviços realizados pela entidade.

A direção da Santa Casa vai reunir o Conselho Deliberativo nesta quarta-feira (24) e deverá responder até, no máximo, quinta-feira (25). “Não era essa proposta que queríamos ouvir, mas vamos analisá-la no conselho para emitir uma resposta aos secretários”, garantiu o diretor-presidente do hospital, Wilson Teslenco.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions