A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/07/2014 11:40

Obras do PAC vão construir pavimentação e calçadas em bairros

Aline dos Santos
Ao lado da filha e da neta, Selene conta que são três gerações à espera do asfalto na Mata do Jacinto. (Foto: Marcos Ermínio)Ao lado da filha e da neta, Selene conta que são três gerações à espera do asfalto na Mata do Jacinto. (Foto: Marcos Ermínio)

Com previsão de término em seis meses, a obra de R$ 9,5 milhões para pavimentação na Mata do Jacinto inclui o asfalto e, pela primeira vez, as calcadas também serão custeadas pelo poder público.

De acordo com o titular da Seintrha (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Semy Ferraz, a novidade vai custar 10% da obra.

A primeira ordem de serviço para as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Pavimentação e Qualificação de Vias Urbanas, que totaliza recursos de R$ 311 milhões, foi assinada na manhã desta terça-feira, no cruzamento das ruas Elias Nachif com Ramão Sobral, localizada atrás da Ceasa (Centrais de Abastecimento).

Serão 4,4 quilômetros de asfalto novo, 1,4 quilômetro de recapeamento e 1,9 quilômetro de drenagem. Conforme o secretário, metade dos R$ 9,5 milhões deve ser investida em drenagem. “É um valor muito significativo porque a água escoa. Vai ajudar a estabilizar a erosão do Sóter”, afirma Semy.

A intervenção será no poligonal formado pela avenida Coronel Antonino e ruas Jamil Basmage, Orcírio Thiago de Oliveira, Afro Puga, Paulo Tognini, Antônio Rahe, Elias Nachif, João Jorge Chacha e Alberto Araújo Arruda.

Ganhar na loteria - Moradora há mais de 40 anos no bairro, Selene Maria da Silva Oliveira conta que já são três gerações da família à espera do asfalto. “Eu tenho 50 anos, minha filha tem 31 anos e minha neta tem dois anos”, conta a aposentada.

 

Segundo Olarte (centro), serão 60 bairros asfaltados em três anos. (Foto: Marcos Ermínio)Segundo Olarte (centro), serão 60 bairros asfaltados em três anos. (Foto: Marcos Ermínio)
Terra batida será trocada por asfalto na Mata do Jacinto. (Foto: Marcos Ermínio)Terra batida será trocada por asfalto na Mata do Jacinto. (Foto: Marcos Ermínio)

As três foram hoje conferir a assinatura da ordem para início da obra. “É um sonho, é como ganhar na loteria”, diz Selene, que lamenta que alguns vizinhos morreram antes de verem a pavimentação do bairro. “Aqui, não tem alagamento. Mas tem que fazer fossa, pagar para limpar fossa”, diz.

O PAC condiciona a obra à conclusão da rede de esgoto no bairro. “Isso aqui é uma ilha, aqui em volta tudo tem asfalto”, relata o aposentado Sebastião Fernandes, 64 anos, sobre a demora na pavimentação do trecho. Ele mora na Mata do Jacinto há 30 anos.

Segundo a vice-presidente da associação de moradores, Elza Matos, os moradores cobram há anos pela obra. “Essa noite, quase nem dormir. Estamos pedindo desde 2006”, diz.

Sessenta bairros – Segundo o prefeito Gilmar Olarte (PP), apenas Campo Grande uma segunda cidade estão fora da Copa do Mundo e, mesmo assim, receberam recursos do governo federal para asfalto e mobilidade urbana.

“É a primeira ordem de serviço do dia. Tem asfalto, drenagem, calçada, serviço completo. Reconheço o trabalho do governo federal. Papai Noel chegou mais cedo para essa região ”, salienta Olarte. A obra será executada pela empresa Pactual.

Nesta terça-feira, a Prefeitura também autoriza, ao todo, R$ 22 milhões em obras de asfalto, distribuídas pela Vila Polonês (R$ 1,9 milhão), Atlântico Sul (R$ 1,4 milhão), Sírio Libanês (R$ 5,9 milhões), e Portal do Panamá (R$ 3,3 milhões).

De acordo com o prefeito, os R$ 311 milhões serão utilizados para asfaltar mais de 60 bairros no prazo de três anos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions