ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Operação da PF mira fraude em licitações e superfaturamento de 600%

São cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Campo Grande

Por Aline dos Santos | 21/03/2017 07:36
Polícia Federal mira em fraude em licitações. (Foto: Divulgação PF).
Polícia Federal mira em fraude em licitações. (Foto: Divulgação PF).

Fraude em licitação é alvo de operação da PF (Polícia Federal) em Campo Grande nesta terça-feira (dia 21). A operação Licitante Fantasma investiga organização criminosa que fraudava o sistema ComprasNet (pregão eletrônico para compras do governo federal) e licitações presenciais.

Não foi divulgado que tipo de compra foi fraudada. Num dos casos, o ágio foi de 600% sobre o valor unitário dos produtos adquiridos. A investigação, com três anos de duração, identificou um grupo de empresários organizado para fraudar, de forma sistemática, as compras. Eles faziam acertos de preço e fraudes nos lances efetuados nas licitações.

São cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Campo Grande. A ação tem 20 policiais federais e servidores da CGU (Controladoria-Geral da União).

O nome da operação faz alusão ao fato de que algumas empresas que formalmente participavam das licitações e do sistema ComprasNet como concorrentes, na verdade, pertenciam ao mesmo dono e existiam apenas nos registros cartorários, ou seja, eram fictícias. Mais informações serão repassadas às 10h em coletiva na Superintendência da PF.

Nos siga no Google Notícias