ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Operação Lei Seca abordou 4 mil veículos e 401 negaram teste do bafômetro

Foram realizados 4.048 bafômetros, sendo que 401 condutores foram notificados por se recusar a fazer o teste

Por Viviane Oliveira | 14/02/2024 11:24
Policial durante operação de fiscalização em rua da Capital (Foto: divulgação)
Policial durante operação de fiscalização em rua da Capital (Foto: divulgação)

Em cinco dias, Operação da Lei Seca do BPMTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) abordou 4.060 veículos, notificou 885 motoristas e prendeu 4 pessoas por embriaguez ao volante. As fiscalizações aconteceram do dia 9 a 13 de fevereiro, das 22h às 4h, na Avenida Júlio de Castilho, Avenida Ernesto Geisel, Rua Antônio Pinto da Silva, Avenida Afonso Pena, Avenida Duque de Caxias, Rua Brilhante e Avenida Costa e Silva.

No total, foram realizados 4.048 bafômetros, sendo que 401 condutores foram notificados por se recusar a fazer o teste. Também foram notificadas 63 pessoas por dirigir sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e 76 veículos, com algum tipo de irregularidade, foram removidos para o pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Conforme a polícia, os condutores que se recusaram a fazer o teste do etilômetro, acreditando ser a melhor opção, cometeram infração gravíssima e tiveram suspenso o direito de dirigir. "A Operação Lei Seca foi desenvolvida em pontos distintos da cidade para reduzir os índices de acidentes e mortes no trânsito, promover a segurança nas vias públicas e proteger vidas", segundo a PM.

Números de pessoas abordadas e autuadas durante as fiscalizações de trânsito (Foto: divulgação)
Números de pessoas abordadas e autuadas durante as fiscalizações de trânsito (Foto: divulgação)

Um dos presos por dirigir sob efeito de álcool, durante a blitz, foi um homem de 56 anos, militar aposentado do Exército, na Vila Progresso, na madrugada desta quarta-feira (14). Conforme boletim de ocorrência, o militar dirigia um veículo Hyundai HB20, quando foi parado na blitz.

O militar foi convidado a fazer o teste, mas ele se recusou. Os policiais perceberam que o homem apresentava sinais de embriaguez e pediram que a chave e o documento do veículo fossem entregues à equipe. O aposentado se recusou e foi preso, também, por desobediência.

Na noite de domingo (11), um homem de 38 anos se irritou durante a abordagem na Operação Lei Seca e acabou preso por maus-tratos após agredir o filho de 11 anos com tapa no rosto na frente de policiais. O flagrante aconteceu na Avenida Afonso Pena com a Rua Guia Lopes, no Bairro Amambaí.

Ele foi levado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada), onde foi autuado por maus-tratos. O delegado Rômulo Teixeira arbitrou fiança no valor de R$ 4 mil, o homem fez o pagamento e foi solto. Na delegacia, o autor se reservou ao direito de falar somente em juízo.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias