A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/08/2014 09:27

Operário desaparecido há 24 dias após deixar obra é visto no interior

Renan Nucci
Jeferson está desaparecido há cerca de um mês. (Foto: Reprodução/ RMW)Jeferson está desaparecido há cerca de um mês. (Foto: Reprodução/ RMW)

Desaparecido desde a madrugada do dia 3 de agosto, enquanto deixava o alojamento da obra de pavimentação asfáltica onde trabalhava na rodovia MS-040, em Campo Grande, o auxiliar de serviços gerais Jeferson Marques de Oliveira, 27 anos, foi visto pela última vez em Bandeirantes, a cerca de 70 quilômetros da Capital.

Na terça-feira da semana passada, o rapaz foi identificado por moradores daquele município que o reconheceram por meio de anúncios feitos em jornais e na TV, e acionaram familiares. Representantes da empresa RMW Empreendimentos, onde ele trabalhava, foram com a irmã do operário até o local apontado, em busca de pistas que pudessem levar ao paradeiro.

Apesar dos esforços, Jeferson não foi encontrado, explica Adriana Laura, assistente administrativa da RMW, e que acompanha o caso de perto. Ela conta que várias pessoas disseram ter visto o auxiliar de serviços gerais transitando pela região, mas ninguém soube relatar com precisão onde ele estava.

A dona de um bar afirmou que Jeferson teria comparecido ao estabelecimento para comprar bebida. “Ele deve ter conseguido o dinheiro realizando alguns serviços de manutenção”, disse Adriana, reforçando que a empresa não tem medido esforços na busca pelo operário. “A gente espera encontrá-lo bem”, completou. O caso já foi comunicado às autoridades.

Sumiço - Jeferson trabalhava em uma obra de pavimentação da RWM na MS-040, saída de Campo Grande para Três Lagoas. O último a vê-lo foi o encarregado Natanael da Silva Rodrigues. Natanael relatou que estava com os trabalhadores no alojamento a cerca de 100 quilômetros da Capital, quando notou que Jeferson se levantou e saiu, durante a madrugada.

Todos imaginavam que ele iria beber água ou ir ao banheiro, como de costume, no entanto, o rapaz não voltou. Colegas disseram que o operário seguiu a pé, possivelmente no sentido de Três Lagoas, usando uma calça e uma camisa azul. Pela manhã foram feitas buscas nas proximidades, mas ninguém foi encontrado. Informações a respeito do paradeiro podem ser repassadas a Natanael, por meio do telefone (67) 3042-7980 ou 3042-7981, ou de Orlando Alexandre do Amaral, o padrasto dele, pelo (67) 9149-8032.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions