A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/06/2013 09:50

Operários em greve se unem ao MST e ocupam Centro para protestar

Aline dos Santos e Jéssica Benitez
Trabalhadores em greve engrossaram protesto do MST. (Foto: Pedro Peralta)Trabalhadores em greve engrossaram protesto do MST. (Foto: Pedro Peralta)

Cerca de duas mil pessoas, nos cálculos dos organizadores, ocuparam o Centro de Campo Grande para protestar. Ao passar pela praça do Rádio Clube, a marcha dos movimentos sociais, que percorreu 50 km entre Anhanduí e a Capital, ganhou o reforço da CUT (Central Única dos Trabalhadores). Em greve há três dias, os empregados na construção civil realizavam ato de protesto no local.

“Nós juntamos com os indígenas para engrossar o protesto. A questão indígena não está resolvida, mas o ministro veio aqui e tem um planejamento. O MST quer sentar com o ministro do Desenvolvimento Agrário e o presidente do Incra”, afirma o coordenador nacional do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem-terra), José Batista.

O grupo fez rápida passeata pela avenida Afonso Pena, suficiente para confusão no trânsito. A marcha do MST e dos indígenas saiu da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Na praça do Rádio e com reforço da CUT, o grupo passou pela 14 de Julho, Cândido Mariano, 13 de Maio, Barão do Rio Branco até retornar à praça.

O trânsito foi controlado pela PM (Polícia Militar) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). O evento na praça deve virar palanque político. De acordo com José Batista, o deputado federal Dionísio Marcon (PT/RS) vai discursar, além, dos deputados estaduais Pedro Kemp e Laerte Tetila, além do vereador Zeca do PT.

Também nesta sexta-feira, os fazendeiros realizam protesto. Contudo, a manifestação será do outro lado da cidade, nos altos da avenida Afonso Pena. As rotas dos protestos foram planejadas atendendo ao desejo dos dois grupos de não se encontrarem.

Homem é ferido a tiro em saída de pagode no Bairro Taquarussu
Giovani Rodrigues Barbosa, 22 anos, foi baleado no tórax na saída de um pagode, na madrugada deste domingo (18), na Avenida Presidente Ernesto Geisel...
Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...


eu participei da greve e estou certo de que alguma coisa vai mudar, porque esse salario de fome que é $668,00 não dá, fazemos produção e isso não vem no holerite, tem recurso do PAC e quem ganha é só eles os patroes, a construção civil teve um aumento de 40% somos trabalhadores dignos de respeito; o povo unidos jamais será vencidos e quem não tem uma casa uma terra é índio também e vamos luta pela nossa terra somos brasileiro e não vamos desistir e a economia esta em nossas mãos também (90% é para pagar dividas aposentadorias dos" maiorais"compra terno,avião,caviar, pizza,chocolate,cerveja,pinga e 10% é para as escolas,infraestrutura,aposentadoria da classe inferior,programas sócias,transporte publico etc...
 
Diego dos Santos Leite em 08/06/2013 21:30:10
agora o caldo engrossou ainda bem que não tenho terra, e a cobra vai fuma!!!! ipu!!! e eu estou assistindo tudo de camarote!!!
 
ivan zacarias em 08/06/2013 02:44:02
Viva a classe trabalhadora!
Principalmente aos de calos nas mãos, que sofrem preconceitos de toda ordem, sobretudo de pequenos burgueses que se acham integrantes da elite. Bem que eu vivo dizendo: Lula e o PT criaram uma classe emergente que, mesmo se beneficiando com as políticas do Estado, são os que mais se voltam contra as causas populares.
 
Maria de Lourdes em 08/06/2013 00:48:54
PLAENGE PIOR SALÁRIO DE MS!!!!

APÓIO A CUT
 
carlos Maraca em 07/06/2013 19:39:27
Pra fazer paralisação todo mundo tem tempo, né? E pra trabalhar...? Não é por nada não mas o MST faz protesto direto. Uma das últimas vezes que vi, tinha até um politíco do PT no meio. Acho que a cor vermelha da bandeira é pra representar o PT. Ou não? Acho que os índios devem batalhar por seus direitos sim.. Sou a favor de negociações e protestos sem que haja violência da parte indígena e de qualquer polícia. Quero menos politicagem e mais ações a favor da população. Não quero escolher um partido ou outro, quero escolher uma pessoa boa o bastante para alavancar minha cidade, meu estado e meu país.
 
Marco Mariank em 07/06/2013 15:11:59
Eu acho que graça de algumas coisas.. Exigir direitos é algo facultado a quem realmente tem direito a algo. Então, se vamos pensar no DIREITO de possuir carro, ter computador e tudo mais, não seria muito mais PRODUTIVO dar CONDIÇÕES DIGNAS de vida e de TRABALHO ? não é muito mais digno trabalhar e produzir? ou será q os valores estão tão invertidos a esse ponto? Desde quando terra vazia e sem produzir NADA dá condições de vida digna à alguém? Ou as pessoas se esquecem que a terra sem o trabalho só tem valor para aqueles que tem condições de transformá-la em capital? Eu to errada? Gostaria de ver e saber onde estão as terras produtivas que foram distribuídas aos sem terra e índios? O que existe é uma massa de manobra que está perdendo o controle até mesmo de seus tutores.
 
Magda Correa em 07/06/2013 14:28:57
A politica do coitadismo está acabando com o país. A lógica de que tudo tem que vir do Estado, e não do trabalho, está gestando gente avessa ao trabalho e ao empreendedorismo.
O país das cotas e das bolsas aposta no cabresto da esmola social varejista. Ilude uma população refém da miséria e cativada nas migalhas e sem esperança alguma de se determinar com dignidade.
O trabalho não realiza apenas o patrimônio visível do homem, resgata o espirito da inércia e da covardia em face da vida.
Quem produz neste país é perseguido, é julgado e desprotegido e ameaçado.
É mais fácil ser um pedinte, um covarde, que logo alguma política pública o alcança.
A continuar assim a festa acabará logo.
O trabalho, a produção se esgota, quando sobra gente para viver dele sem lançar os seus braços no labor.
 
Paulo Cruz em 07/06/2013 13:47:55
Enquanto isso nós trabalhadores vamos nos matando de trabalhar e pagando os impostos que sustentam tudo isso. Vamos lançar o PROJETO INCHADA ZERO....distribuindo inchada para esse povo trabalhar, suar para ganhar o dinheiro deles...pq a modinha de bolsas e vales esta acabando com o país....
 
Marco Antonio em 07/06/2013 13:16:46
Acorda população!!! quem estava aqui primeiro?é que quem tem dinheiro,poder aquisitivo é quem comanda a situação isso sim quem é minoria não tem voz essa é a verdade e pior que isso a minoria em vez de se unir para lutar contra essa situação vergonhosa acaba ficando contra agora me fala isso vai beneficiar quem?????????
#ficadica
 
Pablo Camargo em 07/06/2013 12:41:18
sociedade hipócrita, vejo em todos os lugares comentários eu pago meus impostos e não ganho nada, não ganho terra, se faça uma pergunta, você paga e fica ai sentado, carregando essa sociedade capitalista nas costas igual um burro de carga, deveriam se orgulhar de ter pessoas que lutam por seus direitos, os índios tem meu total apoio. Quem vem aqui comentar, tem casa, computador, um carrinho , não passam fome, agora se coloque no lugar desses homens e mulheres que não tem nada, nem ao menos incentivo desse governo imundo e ditador.
 
Veríssimo Filho em 07/06/2013 12:27:50
Chega dessas "bolsas" pra criar dependentes!!!!! Pq não criamos o bolsa-emprego??? Trabalha e recebe!!
 
Fabiano Bellesia em 07/06/2013 12:05:10
Magda, Ana e Rosana, compartilho do mesmo pensamento...
Chega de "pedintes" e invasores!!
Todos querem direitos, mas uma boa parte não quer arcar com os deveres!!!
 
Caio Prado em 07/06/2013 11:56:04
kkk, eu vejo pessoas reclamando de pessoas que estão buscando os seus direitos, certos estão eles que não ficam acomodados... ao invés de ficar aqui porque não vai procurar seus direitos? pintar a cara? pagam... pagam... pagam... e fazem oque? ficam revoltados com quem busca seus direitos... kkkkk muito bom os comentários! continuem assim, o governo agradece !
 
Wellington Rodrigues em 07/06/2013 11:48:56
Palhaçada....
 
Mario Cezar em 07/06/2013 11:47:44
Parabéns pelos comentários Ana e Magda!!!
è bem isso mesmo, nós que pagamos impostos carregamos esse país nas costas e não recebemos nada de bom de retorno, pelo contrário pagamos tudo em dobro, plano de saúde, segurança, educação, etc!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
rosana rodrigues em 07/06/2013 11:37:32
É indignante a tamanha falta de respeito e consideração com os produtores rurais, trabalhadores de bem e responsáveis pelo crescimento econômico de nosso país. Gostaria de saber quais são os planos de investimentos que os índios e o MST tem? O que eles vão fazer para manter o crescimento econômico de nosso país?
 
Ana Arruda em 07/06/2013 11:03:48
Assim fica difícil trabalhar pra sustentar tanta gente - políticos, sem terra, índios...queria saber onde está a minha parte, afinal eu trabalho e pago impostos altíssimos e ninguém até hoje me deu dinheiro, casa ou terra... é fim do mundo mesmo!
 
Magda Correa em 07/06/2013 10:52:57
Isso só vai acabar quando algum motoqueiro que vir atras de um caminhão desses pegar umas pedra enorme, cair e morrer. O que tem desses caminhão na cidade é brincadeira,e ninguém fiscaliza. É melhor ficar aplicando multas em motoristas né....
 
Valdeir em 07/06/2013 10:47:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions