ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  01    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Organização diz que 70 mil saíram às ruas e protesto continua nesta sexta

Por Aliny Mary Dias | 21/06/2013 10:13
Manifestantes ocuparam vários pontos da região central da cidade (Foto: Cleber Gellio)
Manifestantes ocuparam vários pontos da região central da cidade (Foto: Cleber Gellio)

Diferente do que os números divulgados pelas autoridades indicaram, os integrantes que fazem parte da organização do protesto realizado ontem (20) em Campo Grande afirmam que 70 mil pessoas foram às ruas.

Segundo o integrante do movimento, Vitor Samúdio, o evento superou todas as expectativas e a avaliação é positiva. “Nós tínhamos 32 mil confirmados no Facebook, mas nas nossas contas reunimos 70 mil. Não temos dados, mas fizemos comparações com shows no Parque das Nações que reúnem 100 mil”, afirma Samúdio.

A participação popular e o comportamento dos manifestantes também foi motivo de surpresa para a organização. “Foi um ato pacífico dentro daquilo que nós planejamos. As pessoas ocuparam vários pontos da cidade”, conta Samúdio.

Sobre os atos de vandalismo registrados quando a maioria dos manifestantes já havia indo embora, Samúdio afirma que a situação foge do controle e é uma atitude de um pequeno número de pessoas.

“É uma situação delicada, são pessoas que vão para o movimento com a intenção de fazer baderna. Eles fizeram isso depois porque a grande maioria é contra a violência” afirma.

Programação – Conforme combinado entre os integrantes, o protesto segue hoje em Campo Grande apesar do mau tempo. A concentração está marcada novamente para a Praça do Rádio Clube às 16 horas.

A previsão é que o grupo saia em passeata pela avenida Afonso Pena por volta das 18 horas. Sobre a programação para o sábado (22), ainda haverá conversas entre os integrantes para definir se haverá protestos ou não.

Cerca de 200 pessoas participam da frente de organização da manifestação em Campo Grande.

Concentração será novamente na Praça do Rádio Clube (Foto: João Garrigó)
Concentração será novamente na Praça do Rádio Clube (Foto: João Garrigó)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário