A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

21/06/2013 08:10

Depois de protesto, Capital sente os reflexos do vandalismo

Jéssica Benitez e Aliny Mary Dias
Ponto de ônibus é depredado na Avenida Afonso Pena (Foto: Marcos Ermínio)Ponto de ônibus é depredado na Avenida Afonso Pena (Foto: Marcos Ermínio)

Depois de cinco horas de protesto com participação de 30 mil pessoas na noite de ontem, conforme a Polícia Militar, Campo Grande amanhece de "ressaca", com lixo nas ruas, pichações nos muros, lojas com portas e vidros quebrados.

No canteiro da Avenida Afonso Pena a grama serviu de “lixeira” onde estão depositados cartazes do manifesto, latas de cerveja e garrafas de bebidas. O Obelisco foi pichado com a palavra "corrupção". Na Praça da República (Rádio) o cenário se repete e a Concha Acústica também foi alvo dos pichadores.

Na Calógeras, esquina com Afonso Pena, o Banco Bradesco permanece sem uma das portas de vidro, quebrada ontem à noite por vândalos que até o momento estavam disfarçados de manifestantes no meio do protesto. No Banco do Brasil, próximo à Praça Ary Coelho, nada foi danificado, mas por precaução a unidade bancária está com tapumes nas laterais, sendo que somente as portas da frente estão abertas para que o cliente entre.

Segundo um funcionário que não quis se identificar, a “proteção” deve ser mantida até o próximo sábado. O ponto de ônibus da Afonso Pena, em frente à antiga loja Planeta Real, também continua com a estrutura quebrada, no local houve apenas uma pequena limpeza para retirar os estilhaços do chão. Na mesma localidade, o restaurante, depredado também no final do protesto, segue com as portas quebradas e parte da parede destruída.

“Não deu para arrumar nada ontem, então contratamos um segurança para dormir aqui, ele vai ficar até sábado para garantir que nada mais ocorrerá”, disse o gerente do restaurante, Edivaldo Santana, 48 anos. Outras lojas foram atingidas com menor intensidade, com pequenos amassados nas portas. Ainda na Avenida Afonso Pena com a Ernesto Geisel placas de trânsito estão caídas, o mesmo ocorre no cruzamento com a Rua Noroeste.

Confronto – No final da manifestação, um grupo de vândalos quebraram vidro de um ônibus e o picharam. Eles também tentaram invadir o Burger King, mas foram impedidos por seguranças do local, mesmo assim os clientes entraram em pânico e ficaram por alguns minutos trancados dentro do estabelecimento.

A Polícia Militar conseguiu prender quatro rapazes responsáveis que faziam parte do grupo de baderneiros. Antes de serem detidos eles atearam fogo em sacos de lixo e danificaram alguns veículos que estavam estacionados na Ernesto Geisel. Todos estavam de bicicleta e na hora da detenção estavam com um cone de trânsito.



os RIDÍCULOS, que foram para depredar, pichar e se aparecer...será que não tem como mostrar que vocês são jovens com um ideal..???. ou são apenas ridículos hrhhrhr..???. mude a sua história...erga a bandeira do país... lute por educação, saúde....etc... não sejam ridículos.... senão esse vai ser o título de vocês baderneiros pro resto da vida, tiveram oportunidade de pintar o rosto de verde e amarelo, mas o que fizeram foi tão otário, que não vão ter o que falar... que foram as ruas pra defender nossa cidade o nosso país..... tenho pena da falta de inteligência de vocês...
 
Dalva Santos em 21/06/2013 14:01:18
Gente protesto é lindo quando se tem educação e sabedoria do que é certo e do que não é o que esta acontecendo nas grandes cidades é lamentável, não é com essa brutalidade que o Brasil vai mudar vamos sim acordar mais despertar de um sono profundo com dignidade !!!
( se continuar assim o objetivo das manifestações vai se banalizado, e vai acabar em pizza temos que mudar as tática pq quebra quebra só vai fazer com que os verdadeiros que querem mudar o Brasil sejam tratados como bandidos )
 
fernanda figueiró em 21/06/2013 11:25:12
Eu achei que esse protesto seria pacifico. Mas sempre tem os animais, ou melhor, os selvagens que aproveitam de dessas situações para expor seus instintos. É lamentável, pois acham que quebrando um ponto de ônibus, pichando uma estrutura que é o marco de Campo Grande, depredando a cidade em geral quem vai pagar é o governo. BURROS, IGNORANTES!!! Para quem nao entende eu vou explicar.... Tudo que você paga tem impostos, mesmo que queira sonegar, não escapa de pagar,porque para viver você paga imposto. A cerveja, a água, a comida que você compra tem impostos, ou seja, povo ESTÚPIDO o dinheiro que irá custear os reparos dessas depredações SAIU do seu bolso na forma de IMPOSTO!!!! Entenda sobre o erário e depois saia fazendo selvageria.
 
fernanda de alemida marques em 21/06/2013 08:39:18
É lamentável saber que um ato como o de ontem que teve a intenção de lutar pela mudança do Brasil, tenha sido manchado por esses vândalos, desocupados que nem deviam saber o motivo da passeata. Participei da passeata e posso dizer que Campo Grande fez bonito, sim e não só que estava nas ruas, os moradores dos prédios ao longo do trajeto colaboraram com bandeiras nas janelas, gritos de apoio o todos piscaram as luzes de seus apartamentos ao mesmo tempo, valeu a pena sim!
 
Juliana Aguiar em 21/06/2013 08:37:09
O manifesto ontem foi lindo. Milhares de pessoas, em PAZ buscando seus direitos.Fui ontem e irei hoje novamente! Infelizmente temos alguns atos desse tipo. Mas sinceramente? Com a justiça que temos em que praticamente todos os bandidos estão soltos na rua, como poderia não haver vandalismo? A culpa é do próprio governo!
 
Luiz Henrique Nihues em 21/06/2013 08:32:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions